Para não esquecer

DHI30icWAAAWYTU

A cópia brasileira da suástica nazista era o sigma. Os adeptos vestiam camisas pretas e utilizavam a saudação “anauê!”. Era a Ação Integralista Brasileira, movimento de ultra-direita que arrebanhou adeptos, principalmente no Sul e Sudeste, mas sucumbiu à derrocada do regime hitlerista.

Os supremacistas norte-americanos tentam fazer renascer a doutrina nazista, na cidade americana de Charlottesville, estabelecendo o caos nas ruas em ataques a negros e gays. A escalada direitista está diretamente associada à eleição de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos.

Trocando em miúdos: integralistas do passado e neonazistas do presente são farinha do mesmo paneiro de intolerância e ódio.

2 comentários em “Para não esquecer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s