Para não esquecer

14 de agosto de 2017 at 0:55 2 comentários

DHI30icWAAAWYTU

A cópia brasileira da suástica nazista era o sigma. Os adeptos vestiam camisas pretas e utilizavam a saudação “anauê!”. Era a Ação Integralista Brasileira, movimento de ultra-direita que arrebanhou adeptos, principalmente no Sul e Sudeste, mas sucumbiu à derrocada do regime hitlerista.

Os supremacistas norte-americanos tentam fazer renascer a doutrina nazista, na cidade americana de Charlottesville, estabelecendo o caos nas ruas em ataques a negros e gays. A escalada direitista está diretamente associada à eleição de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos.

Trocando em miúdos: integralistas do passado e neonazistas do presente são farinha do mesmo paneiro de intolerância e ódio.

Entry filed under: Uncategorized.

Eficiência cirúrgica Rock na madrugada – Neil Young, Don’t Be Denied

2 Comentários Add your own

  • 1. Alberto Lima - Recife  |  14 de agosto de 2017 às 6:04

    Isso causa tristeza. Pois esperamos sempre a evolução do ser humano.
    Parece que estamos esquecendo tudo!

    Curtir

  • 2. malcher78  |  15 de agosto de 2017 às 20:36

    E fascismo não se tolera, se combate!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,362,620 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.890 outros seguidores

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: