Arapuca fascista

POR LEANDRO FORTES

Só há uma razão para o juiz Moro, que é um poço de vaidade, pedir a seus “simpatizantes” (gente, é jeca demais) para não marcharem sobre Curitiba, em 10 de maio, quando o ex-presidente Lula será interrogado por ele: a estratégia de repressão montada com a Polícia Militar.

A PM do Paraná, sob o comando do tucano Beto Richa, não teve escrúpulos para espancar professores (http://bit.ly/1JC0Efz) e prender um palhaço (http://bit.ly/2qQdS1s), em praça pública, que ousou criticar o massacre.

Por isso, é bem provável que Moro esteja evitando a presença de seus “simpatizantes”, não por magnanimidade, mas para que a arapuca de segurança pública capture só os manifestantes pró-Lula.

Estamos falando em até 50 mil pessoas em um momento de grande tensão política. Caso haja uma tragédia, os responsáveis já estão conhecidos, de antemão.

Um comentário em “Arapuca fascista

  1. Quem acompanha tudo isso sabe que quem tem incentivado a violência, desde o início, são os apoiadores do ex, que vem ocorrendo desde aquele “… mexeu com ele, mexeu comigo”, ou do ‘exército’ do Satélite.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s