Os presos e um solto

5 de maio de 2017 at 11:09 1 comentário

captura-de-tela-2017-05-05-axxs-10.33.30

POR JANIO DE FREITAS, na Folha de SP

O tom dramático com que a imprensa recebeu a liberação parcial de José Dirceu – ”o Supremo rachou”, “conflito entre Supremo e Ministério Público”, “Supremo ameaça a Lava Jato”, e por aí – não decorreu da liberação de um preso do juiz Sergio Moro nem do tenso resultado de 3 votos a 2.

Embora a economia da imprensa e da TV em notícias a respeito, vários outros foram liberados pelo STF, ainda com Teori Zavascki e já com Edson Fachin como relator, sem imputações à decisão. O problema é tratar-se, dessa vez, de José Dirceu.

Curioso é que ninguém dá explicação razoável para essa prioridade que nem Eduardo Cunha e Sérgio Cabral superam. Os argumentos ficam sempre nas obviedades que se aplicariam bem a centenas de figuras presentes ou recentes.

Resultados estritos, 3 a 2, 5 a 4, desempate pela presidência do tribunal, são desagradáveis sempre: motivam a ideia de falta de clareza jurídica, de firmeza de critérios, de duvidosa justiça na decisão. Mas não são excepcionais no Supremo.

Além disso, é preferível um resultado com mínima diferença do que a decisão apenas individual de um juiz, por exemplo, de manter presos por prazo indefinido, sem marcar os respectivos julgamentos, por falta das provas que deseja ou como coerção para extrair delações.

Outro liberado, mas sem deduções dramáticas, foi Eike Batista. Manso, generoso, com ótimas e com tresloucadas ideias, havia mesmo razões para estar na cadeia, sem previsão de julgamento, sem “culpa formada”?

Bem, ele pagou US$ 16,5 milhões a Sérgio Cabral. Pagamento espontâneo ou extorsão, ainda que disfarçada? Não está esclarecido. Ah, mas fez jogo com ações na Bolsa. E o que é a Bolsa senão isso mesmo? Vão fechá-la? Nem há outro preso por jogo com ações na Bolsa.

As prisões inconvincentes têm sido muitas. E, tão ou mais grave, estendendo-se no tempo com elasticidade contrária ao Direito brasileiro. Coisa de ditadura, não de regime com aspirações democráticas. Gilmar Mendes as atribui a que, na composição da Lava Jato, “são jovens que não têm a experiência institucional e a vivência institucional”. Gilmar Mendes em momentos paternais indica possível motivação. Não toda. Nem, muito menos, a principal.

BRASILEIRINHAS

1 – Manchete na Folha, muito apropriada para o 1º de Maio: “71% dos brasileiros são contra reforma da Previdência”. No entanto, é imposta por um presidente sem voto, com apoio comprado de congressistas e pago com dinheiro dos cofres públicos, a título de remuneração de cargos para indicados políticos.

2 – Outra sobre a reforma da Previdência à maneira do presidente sem voto e dos congressistas ilegítimos: “Reforma beneficia mulher de alta renda”. Para isso vieram.

3 – Com as mesmas palavras, manchete melhor para estes tempos cirúrgicos: Alta renda beneficia reforma de mulher.

4 – Pequena discordância com o bom editorial “Barbáries”, sobre os massacres de índios no Maranhão e de lavradores no Mato Grosso. O poder público não “é incapaz” de solucionar os conflitos fundiários. Poderia ser indiferente. Também não é.

Desde muito antes dos capitães de mato, o poder público sempre dispôs de meios superiores e suficientes para evitar e, quando não, para punir o genocídio de índios e de pequenos posseiros. Em nosso tempo, a superioridade desses recursos é esmagadora. Importa a quem prestam serviço e quem dele se beneficia. Material ou politicamente, como se dá com Michel Temer e o ministro Osmar Serraglio.

“Autoridades” omissas são parte do crime.

Entry filed under: Uncategorized.

Palmeiras, a máquina de fritar técnicos Festival Bodytech de Natação movimenta 115 atletas

1 Comentário Add your own

  • 1. Antonio Oliveira  |  6 de maio de 2017 às 9:50

    O Supremo está igual a comentarista de futebol, dependendo de como se manifeste, ora é acusado de torcer para um time, ora é acusado de torcer para outro.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,136,659 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 19.757 outros seguidores

VITRINE DE COMENTÁRIOS

blogdogersonnogueira em Cenas de vandalismo contra o p…
ASilva em Cenas de vandalismo contra o p…
Antonio Oliveira em Moro absolve a mulher de Cunha…
Mauricio Carneiro em Remo e Ramos selam acordo: jog…
Antonio Oliveira em Remo e Ramos selam acordo: jog…

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

maio 2017
S T Q Q S S D
« abr    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

NO TWITTER

  • RT @oobservadorbr: Moro vetou perguntas de Cunha a Temer. Cunha recebeu propina já preso por Moro. Moro absolve Cláudia Cruz. Alguém acha… 49 minutes ago
  • RT @ricardope: Cláudia Cruz vai comemorar a absolvição dada a ela pelo Sérgio Moro fazendo compras com o dinheiro público que o marido dela… 49 minutes ago
  • RT @AnaVilarino1: Juiz Moro adoeceu Dona Marisa por conta de dois pedalinhos e acaba de absolver Cláudia Cruz por gastos no exterior com di… 49 minutes ago
  • RT @VIOMUNDO: Paulo Fonteles Filho: Mentiras sobre o massacre no Pará começam com um "arsenal" de armas de caça; viomundo.com.br/denuncias/paul… vi… 49 minutes ago
  • RT @turquim5: Fachin decreta sigilo das conversas de Aécim, o pidão de propina e sua irmã...Vai vendo Brasil: Lula e Dilma não tiveram esse… 50 minutes ago
  • RT @IvanValente: Por trás da absolvição de Cláudia Cruz pode ter mais coisas. Será que Cunha está negociando delação premiada? 50 minutes ago
  • RT @rosaneoliveira: Moro também absolveu Cláudia Cruz da acusação de evasão de divisas. Se isso que ela fez não é evasão de divisas, me exp… 51 minutes ago

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: