Remo garante a permanência de joia da base

Em vias de perder mais uma joia de sua categoria de base para um clube da Série A, a diretoria do Remo conseguiu firmar acordo com o atacante Amaury, do sub-17 do Leão, impedindo que se transferisse para o Atlético-PR. Segundo o presidente André Cavalcante, Amaury é tratado no Evandro Almeida como grande aposta para os próximos anos.

amaury“O atleta vai assinar um contrato com o Clube do Remo para que possamos garantir que esse jogador, que é tratado como joia da nossa base, renda frutos para o Remo no futuro. Uma pessoa fez a proposta para levar o Amaury para o Atlético (PR), mas conversei com a mãe do atleta, conversei com ele e disse que o Remo tem planos para ele. Propus a confecção de um contrato, eles aceitaram e desistiram de ir para o Atlético (PR). Agora, quem quiser o Amaury vai ter que vir conversar com o Clube do Remo, pois ele tem uma multa rescisória agora”, disse André. (Com informações de O Futebolista)

4 comentários em “Remo garante a permanência de joia da base

  1. O que é tratar como jóia? Enxergar cifrões apenas, provavelmente. Agora tá atrelado a um contrato com um clube em situação difícil e com pouca visibilidade. Enquanto isso o tempo passa e não se sabe se vai vingar ou vai ser eterna promessa. Nunca ouvi falar dele, mas penso que deixou escapar uma bela chance de ir para um centro onde ser “normal” é melhor que ser jóia no Remo.

    1. Do ponto de vista do clube foi a coisa certa a fazer, amigo Maurício. Pelo menos a diretoria agiu diferente do que normalmente vinha agindo, permitindo a saída (a preço de banana) de revelações como Ameixa, Roni, Tiago Cametá, Cicinho e outros.

  2. Espero que realmente seja aproveitado, pois a mesma diretoria que o intitula como “joia da base” contrata treinadores e jogadores forasteiros, e o resultado disso é o ostracismo dos valores regionais.

Deixe uma resposta