Igreja tenta excluir fan page de cartunista

DO COMUNIQUE-SE

charge-vitor-teixeira-300x223A Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) notificou extrajudicialmente o cartunista Vitor Teixeira pedindo o fechamento de sua fan page no Facebook, sob alegação de “incitação ao ódio religioso”. A polêmica foi originada por uma charge publicada na rede social, que critica o projeto “Gladiadores do Altar”, criado pela igreja. O setor jurídico da Iurd enviou um documento na última semana diretamente ao Facebook e, além de pedir a exclusão da página, solicitou os dados do administrador.

Na rede social, o ilustrador compartilhou o documento e falou sobre o caso. “Publico esse comunicado aqui, e o repudio, pois considero uma ameaça clara à liberdade de expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação. Diga-me quem te processa e eu te direi quem és”.
Teixeira esclareceu, ainda, que se sentiu obrigado a fazer um acordo com a igreja. “Eles aceitaram que eu excluísse apenas a imagem, e não a página. Prometeram não me acionar mais judicialmente, depois da censura ser concluída. Me senti intimidado com o comunicado deles. Não apenas temi pela minha liberdade de pensamento, como pela minha integridade física, já que agora eles possuem um exército”, revelou em contato com a revista Fórum.

8 comentários em “Igreja tenta excluir fan page de cartunista

  1. Um bom processo nesse idiota lhe ia bem.

    Aliás este Gladiadores do Altar da Universal , nada mais é de que uma atividade normalíssima para criar um comprometimento de jovens com a igreja.

    Tal como a Igreja Adventista tem os Desbravadores, a Catolica tem a Guarda da Santa, Quadrangular tem a Geração Forte.

    Não se entende o cara fazer uma charge dessa, abusa da liberdade de expressão.

    E ainda quer dá uma de vitima.

    Curtir

  2. Falamos de religião e ao mesmo tempo de intolerância, como diz o amigo Edson, “processo nesse idiota”, estamos esquecendo algumas máximas tipo; perdoando que somos perdoados, amai o próximo como a sí mesmo, que atire a primeira pedra aquele que nunca pecou, no caso da charge embora reconheça que há a liberdade de expressão, há sim um erro, quem nunca errou amigo Edson? As proximidades da semana santa, reflitamos sobre os ensinamentos deixados pelo nosso Pai.

    Curtir

  3. Prezados, Edson e Antonio, andei olhando umas fotografias e uns vídeos dos “Gladiadores” (os quais, aliás, nem se assemelham em figura e postura com os velhinhos da Guarda da Santa), e me veio à mente que neste caso o debate deve ficar bem atento para eventuais abusos das liberdades que a Constituição dá a todos os brasileiros.

    Talvez o núcleo desta perlenga vá bem além tanto das simples atividades de conversão e manutenção de fiéis, quanto do inocente exercício do Magno princípio da serenidade.

    O recente evento francês impõe que se tome todo o cuidado.

    Curtir

  4. Os homens devem entender que vivemos sobre regras.

    Na Indonesia, o brasileiro mesmo a pedido da presidente foi executado.
    Regra deles.

    Aqui no Brasil, esse rapaz fez essa gracinha, não tenho duvidas, que a igreja já lhe deu o perdão, mas existe regras, e ele precisa ser submetido a elas.

    Eu sei que dói e que parece contraditório ao que se prega, mas as é necessário que as pessoas paguem pelos erros que cometem, não por pura vingança ou justiça, mas pra que isso se torne de exemplo.

    O Bispo Von Helder desta mesma igreja Universal sabe muito bem disso.

    Então não vamos confundir as coisas.

    O cara mata uma pessoa, chega na cadeia aceita Jesus, a família do morto lhe perdoa e por isso ele ganha liberdade?

    De jeito nenhum, tem que cumprir a regra.

    Curtir

  5. Noutras oportunidades, disse-me ateu, porque sou mesmo. Isso significa que, para mim, Deus não existe. Outro dia mesmo uma colega me disse que se sentia ofendida porque acho isso, porque acho religião algo desnecessário e até prejudicial para a sociedade. Me baseio na História para isso e não quero aqui dizer que vocês devem concordar comigo, mas quero pedir que só aceitem que eu seja diferente de vocês. Sabem?, sem ser agressivo, de quantos modos inofensivos poderia expor minha opinião, meu posicionamento diante disso? E, de outra forma, de quantas maneiras legais e civilizadas se pode exigir que eu mantenha silêncio sobre o assunto, só para não ofender ninguém? A repressão para quem pensa diferente é democrática? Na mesma conversa ouvi algo como que todo ateu tenta impor seu ponto de vista aos outros, mas penso e sinto na pele que se dá exatamente o contrário. Vejam, os índios brasileiros, não eram católicos, assim como os escravos negros trazidos da África. A religião lhes foi imposta. Pensem bem, independente da religião que sigam, peço que prestem atenção ao que disse Valentim e sigam a doutrina que vocês mesmos defendem, do amor pelo próximo. Essa doutrina, que entendo bem apesar de não ser cristão, precisa ser posta em prática, o que significa que mesmo com o julgamento moral que todos fazemos normalmente, temos que amar e respeitar o próximo. Vejo todos esses exércitos religiosos com preocupação porque o cristão não está livre do fanatismo, e das suas consequências, por ser cristão, como não há qualquer superioridade desse ou daquele povo sobre outros pela ótica de Cristo e nem algo que permita a supressão desse ou daquele homem por pensar ou agir diferente de outro, nem na bíblia, nem noutro livro qualquer. Olhem, não é sempre que haverá um modo agradável de discordar de uma opinião, mas, ao que me parece, sempre que se discorda de algo religioso ocorre um alarido como que ferido de morte. Isso é um exagero. Nisso há grande exagero e é a desculpa perfeita para ações tresloucadas de líderes que não defendem sua fé, mas sua megalomania.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s