Papão, enfim, enxuga elenco

Por Gerson Nogueira

Em meio à vulcânica temporada de cobranças por parte de torcedores, imprensa e cartolagem, exigindo mudanças no Paissandu, o presidente Vandick Lima resolveu agir e desligou de uma canetada só quatro atletas do inchadíssimo elenco bicolor. A lista é encabeçada pelo veterano Alex Gaibú, pau-pra-toda-obra do time e que participou da campanha do acesso à Série B no ano passado. Além dele, deixarão o clube o volante Esdras, o zagueiro Diego Bispo e o meia Thales.

bol_sex_111013_11.psAs surpreendentes reações que se seguiram ao anúncio da medida confirmam que torcedor de fato nunca está satisfeito com nada, e é capaz de discordar dele mesmo em questão de minutos. As queixas decorrem da dispensa de Gaibú, talvez pelo reconhecimento ao conhecido profissionalismo do jogador. Acontece que o futebol, como tantas outras atividades, não vive de sentimentalismos.

Gaibú tem sido utilizado no campeonato como tapa-buraco na lateral-esquerda ou no ataque. Raramente entra como titular e desconfio que nem sabe mais qual sua verdadeira posição, depois de tantas vezes que jogou improvisado. Destaca-se mais pela dedicação e disciplina, qualidades em falta no grupo que o Paissandu reuniu para a Série B.

Ocorre que o elenco precisa ser reduzido sob pena de atrapalhar o trabalho do técnico Vagner Benazzi. Em atenção a isso, Vandick decidiu pelos cortes, mas é provável que mude seus planos diante dos apelos por Gaibú. Diego Bispo, beque de poucos recursos remanescente do Campeonato Estadual, também mereceu solidariedade, embora em nível mais discreto.

Aprovação plena recebeu a outra metade da barca. Sem chances de ser aproveitado, Thales sempre foi observado com desconfiança, apesar da recomendação de Givanildo Oliveira. Mais ou menos a mesma situação de Esdras, que jamais se firmou num setor extremamente despovoado de talentos no Paissandu.

Na realidade, a folga de uma semana antes do duro compromisso contra o Figueirense permitiu a Benazzi avaliar melhor as condições do elenco. Precisa com urgência achar um time com os atletas disponíveis e sabe da complexidade da tarefa. Prejudicado por uma política equivocada de contratações, que se agravou com as sucessivas mudanças de treinadores, o Paissandu tem excesso de jogadores e carência de qualidade.

Muito criticado pela hesitação na hora de dispensar atletas, Vandick decidiu prestigiar o técnico, endossando as dispensas. Não lhe resta outro caminho, a dez rodadas do fim do torneio. Só lhe cabe apoiar Benazzi e torcer para que acerte a mão, a tempo de impedir o rebaixamento. O torcedor que tanto cobra ação precisa entender e apoiar seu presidente neste momento.

————————————————————————–

Grupo intermediário salva desesperados

Uma situação já vista em outras temporadas começa a se repetir no Campeonato Brasileiro deste ano. Por enquanto, são apenas coincidências. O certo é que, há duas semanas, o Coritiba recebeu o Flamengo em Curitiba e comportou-se como se estivesse numa quermesse. Perdeu por 2 a 0, mas podia ter levado uma surra impiedosa tamanha a indolência de seus jogadores.

Na quarta-feira, o líder Cruzeiro derrapou fragorosamente frente a um desfalcado São Paulo. Resultado inusitado que derrubaria meio mundo na antiga Loteria Esportiva. Mais estranho ainda porque o Tricolor paulista é um dos grandes clubes sob risco iminente de rebaixamento.

Ontem, o Fla – que evoluiu bastante sob o comando de Jaime – voltou a enfrentar um adversário pouco empenhado na maior parte do tempo. Em ritmo morno, os rubro-negros marcaram dois gols contra um Internacional irreconhecível. O time gaúcho só ensaiou uma pressão nos instantes finais.

O ponto comum dessa situação é que, além do Cruzeiro, que já está praticamente com o título garantido, Coritiba e Internacional não aspiram ir mais longe no campeonato e nem correm perigo de queda. Estão no blocão intermediário e acabam, mesmo involuntariamente, fraquejando diante de adversários movidos pelo desespero.

————————————————————————

Direto do blog

“Acho um despropósito da diretoria azulina (marcar amistoso com a Tuna na semana do Círio). A sexta e o sábado, imediatamente anteriores ao Círio, são dias em que o Fenômeno Azul não comparece ao estádio. Está descansando, se concentrando fisicamente, para compor dois terços daquele povo que vai enfrentar a maratona de fé, acompanhando a trasladação e o Círio.”

De Antonio Oliveira, azulino espirituoso e atento à maratona religiosa do fim de semana. 

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta sexta-feira, 11)

30 comentários em “Papão, enfim, enxuga elenco

  1. – Penso, Gerson e amigos, que o grito do torcedor, é que, num elenco em que poucos se empenham nos jogos, o Vandick dispensou um, o Gaibú, que era um dos poucos a jogar com vontade e raça… Penso que pra dispensar Gaibú, o Héliton, Djalma e cia, deveriam ir juntos..
    – Já que, sequer é relacionado para os jogos, por que não emprestar o Billy, também? Vandick fez o que quase 100% dos torcedores queriam, dispensar, para reduzir o gigantesco elenco, formado por ele, Lecheva, Yamato e cia, mas provou, que até nisso, é incompetente… Tenho minhas dúvidas se o técnico concordou com isso.. No final da competição, não renovar o contrato do Gaibú, aí sim, eu concordaria, mas numa reta final, lutando contra um rebaixamento… Foi demais..

    É a minha opinião.

    Curtir

  2. Cláudio, o Thales que foi indicado pelo givanildo, e não deu um chute sequer, estava na segunda divisão do campeonato pernambucano, e o velho Giva tratou de conseguir um bom emprego para o rapaz. Como você sempre fala: “Um bom técnico é tudo”.

    Curtir

  3. Gaibú, também, amigo Gil… Cada técnico tem um jeito de trabalhar… Thallys, poucas vezes jogou…Giva conhece jogadores de 1º, 2º e 3º escalões. Será que o Vandick não pediu só do 3º escalão, por ser mais barato? Quando Giva pediu a contratação do Cláudio Gavião, Vanderson e Valentim, do Castanhal, muita gente chiou… Giva deve ter pedido a contratação do Thallys, por saber das condições financeiras do clube, e saber, também, que poderia fazer esse jogador render e ajudar o clube…Só que saiu, bem antes… Veja, Jailton, que era titular com Arthurzinho, e hoje, é banco com Benazzi…

    Um bom técnico, é tudo, mas este, só dará retorno, com tempo, boas condições de trabalho, e tendo um presidente que almeje o acesso, facilitando as contratações de bons jogadores…Elementar…

    Papão tem uma da MENORES folhas dessa série B… Viu só?

    É a minha opinião.

    Curtir

  4. Sr. Cláudio, que elenco que o Lecheva montou? Te dizer amigo, você as vezes peca nesses seus comentários.

    Se o Lecheva, olha o “se” aí, tivesse montado esse elenco, com certeza não estaríamos nessa situação. “Qui sá”, estaríamos brigando pelo acesso.

    Te dizer!

    Curtir

  5. Outro detalhe, todas essas bombas (zé antônio, diego barbosa, caraeca, janilson, jailton, gilton, dennis…) que estão aí, foram indicações desses técnicos especialistas em campeonatos brasileiros. Como o Sr. costuma escrever.

    BOMBA!!!!

    Só que nesse caso são esse jogadores!

    Curtir

  6. Dispensar o Gaibu é no mínimo incoerência, se ele vinha jogando. Deveria se ter respeito pelo modo como defendeu o bicolor, mas… O Esdras foi usado no último jogo e só agora é dispensado, quando já deveria ter rodado a muito tempo. E o Gilton que é barrado por jogadores que nem são da posição. E os goleiros, não saiu nenhum! Será que o Billy ainda não terá vez neste meio envelhecido e estático? Com Vanderson, Zé Antônio e Eduardo Ramos jogando juntos, não tem como ganhar de algum time. Pobre Papão!

    Curtir

  7. A dispensa do Gaibu é incoerente porque, jogando em casa, com o time tendo que tomar a iniciativa, ele é muito mais útil do que o outro improvisado, Pablo. Quanto a dispensar Djalma, Billy ou qualquer outro da base é jogar dinheiro fora, assim como foi mandar o Thiago Costa, que é muito melhor que o Diego Bispo e parece que se deu bem em Portugal.
    Medidas, evidentemente, tem que ser tomadas. Agora, não há qualquer eficiência em colocar tranca depois da porta arrombada. O Paissandu deixou a tarefa de enxugar o elenco nas mãos de Givanildo Jaboti e a primeira coisa que o ultrapassado quelônio(novidade) fez foi dar folga ao plantel, que precisava exatamente do oposto: muito trabalho.
    O erro repetiu-se com Arthurzinho que, antes do enxugamento, promoveu mais um inchaço e agora estão lá Jailton, Gilton, aquele zagueirão que não lembro o nome tudo sem jogar, fazendo companhia aos Thales da vida, que o próprio Givanildo contratou e botou pra jogar três minutos em três partidas, isto é, 1 minuto por partida. Se essa trapalhada acontecesse mais algumas vezes, era capaz de pedirem ao atleta que desse uma forcinha pra arbitragem e levantasse a placa que anuncia quantos minutos de acréscimo teríamos na partida, afinal, ele já estava ali na beira mesmo.
    Sem time titular, com a moral em frangalhos e preparo físico de time de veteranos de final de semana o Bicola faz o caminho de volta ao inferno da Série C após ser saudado nacionalmente pela sua ascensão. Fruto do complexo de vira latas que o acometeu em momento crucial, no início da competição, quando tinha que pensar grande e investir desassombradamente, pois o retorno é garantido quando a torcida está satisfeita, optou pela receita da ‘austeridade’. Deu no que deu. Agora é aprender com o passado e evitar mais cinco anos de castigo. E sem aquela pseudo austeridade de matiz neoliberal.

    Curtir

  8. Se foi expulso é porque estava jogando, diria o conselheiro Acácio do Eça de Queiroz; e aqui também estaria na segundinha, só que pomposamente chamado de Brasileirão da Série B. Claro que o nosso campeonato é infinitamente mais qualificado que o português, no entanto, o que quero dizer é que o Thiago pode ter caído pra cima na medida em que está na maior vitrine do futebol que inegavelmente é a Europa.

    Curtir

  9. Falou e disse tudo Gerson Nogueira,

    A mioria dos torcedores não sabem o querem ou não sabem reivindicar corretamente. E quando a diretoria também age assim, ja era era, é fracasso em qualquer competição ou momento. Esse é o quadro bicolor atual. Muitos torcedores agem e opinam com coração e não com a razão atrapalhando mais o trabalho da atrapalhada diretoria. Ontem comentei que nesse plantel bicolor não existe até agora um so jogador que mereça nossa solidadariedde de pedirmos a permanencia dele. Nem mesmo esse gaibu, cujas as caracteristicas o gerson colocou muito bem. Todos nesse plantel, indistintamente, são dispensáveis, inclusive o picachu. A questão é que uns são muito mais que outro mas mesmo asim dispensáveis pelo pouco ou nada que fizeram nessa serie b em favor do Paysandu. Ja deveriam ter ido embora ha muito tempo e talvez a situação não fosse essa. Ontem parabenizei a atitude da diretoria. Mas se se confirmar a permanência dos mesmos após anunciada a dispensa, é o fim de de qualquer ilusão até de milagre para escapar; Aí é baderna geral e o clube estaria sem comando adminsitrativo mesmo e seria a comprovação de todas as causas do time está assim. Infelismente parece que depois de 06 loginquos e sofridos anos tentando essa serie B que é uma das praças do Paysandu, em 2014 vamos ter de retornar a sofrível terceirona em pleno centenário.

    Curtir

  10. “Apoiar o presidente nesse momento”. Jamais!! Todos sabíamos e avisamos que seria assim. Como pode uma diretoria depois de tudo que passamos na 3ª divisão não se planejar para a disputa da 2ª? Um clube que perdeu para um time sem divisão no paraense é claro que não reunia condições de disputar um campeonato competitivo. Essa política recorrente de fazer um time para o paraense e outro para o brasileiro nunca deu certo e nunca dará. Não aceito os argumentos falsos dizendo que os jogadores não querem vir jogar o paraense. Não temos que assistir aos jogos, não temos que comprar produtos, não temos que fazer nada pra ajudar essa diretoria incompetente, temos que pedir a saída de quem comanda o Paysandu, caso contrário estamos fadados ao fracasso SEMPRE!!

    Curtir

  11. Não. Ele estava no Papão, série B do Brasileirão. E agora está na série B do português, logo, não é aquilo que foi pintado por alguns, por sinal, é muito melhor que o Diego Bispo e quando eu vejo o amigo tratar com tanto desdém os da base bicolor fico com uma sensação de que a paixão pelo vizinho de defronte fala mais alto. Será?

    Curtir

  12. Uma das coisas que me surpreendem nessa diretoria bicolor, que talvez ninguém tenha notado, é a falta de presença da mesma na mídia esportiva local. Não sei se é boicote dessa diretoria bicolor ou contra a imprensa ou se é boicote da imprensa local contra essa diretoria bicolor, mas a verdde é que mesmo o Paysandu na segundona como único representante do norte, eu pouco ou nada vejo o Wandick, dando entrevista ou alguem entrevistando o wandick e demais dirigentes bicolores. Em outros bons tempos antes do tourinho entar em decadencia eu sabia o nome de toda a diretoria bicolor porque os homens sempre estavam em evidencia ( tourinho presidente, francisco meireles gerente, Bira lima tesoureiro, Carlos estacio assessor de imprensa,.etc) hoje so conheço o wandick porque os demais dirigentes não sei quem são e nem os cargos que ocupam. Isso pode ser um mau sinal porque a diretoria do time sem divisão aparece toda hora em todas as emissoras de jornal, radio e televisão dando entevista. Aí tem……

    Curtir

  13. Egua agora que essa diretoria imcopetente tomou providencia? Depois que a vaca ja ta quase no brejo te fizer!!!!! Tem mas uns 10 perna de pau ai so mamando nessa teta redicula chamado diretoria.

    Curtir

  14. Amigo Jorge, não é isso… Essa “Estória” do Tiago Costa, em Portugal, não sei quem inventou, mas uma coisa é certa, foi a mesma pessoa que disse que o Lecheva faria um estágio no Barcelona, pois ele era muito amigo do Neymar..(te dizer…). Defendo Remo e Paysandu, e não técnico e jogadores.. Se forem bons, serão úteis a esses 2 clubes, portanto, elogio, caso contrário, não, independente de onde sejam, se da base, daqui, de fora…

    Curtir

  15. Não sei qual o grau de amizade, mas é fato inegável que Lecheva jogou com o pai do Neymar, logo, pode ser que isso não seja inventado. É fato, também, que, se era pra fazer essa campanha, teria sido melhor o Papão nem ter gasto vela com tanto defunto chinfrim, mantendo o Lecheva no comando da equipe.

    Curtir

  16. Com dispensas tardias ou não o time ruma para a terceira divisão, eu, particularmente, não CONFIO em 99% dos jogadores deste plantel. Altos salários para quem não joga nada, jogador que na hora do sufoco viaja para resolver assuntos particulares e compromisso com quem paga o seu salário?…zero!, outro jogador que veio a peso de ouro joga uma e passa dez no DM, os contratados no decorrer do campeonato, sem preparo físico e de qualidade inferior aos que aqui se encontravam, o treinador não conhece o plantel que está inchado não é novidade o velho Giva falava em dispensas mas o que houve foi a contratação de mais pencas entre estas o Thallys e portanto, o clube só tem uma direção que é a queda.
    Lembrem que o time do Paysandú em nenhum momento nesta competição mostrou que veio brigar pelo acesso, ou tentar se manter na série B, o que se viu foi que os jogadores só mostram serviço contra equipes que estarão nas vitrines da série A do ano que vem e contra times de menor expressão jogam pior que um bando de peladeiros bebados de fim de semana!
    Além da garra queremos qualidade técnica e agora é tarde demais para reclamar isto.
    Na série D deste ano teve um caso atípico com o CSA alagoano que quando percebeu que não tinha condições de concorrer com os adversários mandou embora todos os medalhões e ficou com o time “sub-20” se é que posso qualificá-los assim! Porém, sem gastos e sem dívidas!
    A dura constatação será de que no final desta teemporada teremos um rebaixamento somado a milhões de dívidas.
    Senhor Vandique uma queda para a série C significa uma enorme perda de arrecadação tanto da TV quanto da CBF, patrocinadores de melhor porte e por ai vai. E imaginem no ano que vem se os time grandes como Santa Cruz, Fortaleza e o Vila Nova subirem o que vai restar para o limbo?
    Sei que é muito tarde para equacionar isto tudo mas a constatação é de que seguimos para um buraco sem fim.
    Mas uma vez eu digo, gostaria de estar enganado com o que escrevo e poder festejar a permanência na segunda divisão nacional no ano que vem!

    Curtir

  17. Observem outra curiosidade interessante da diretoria do Paysandu é que nessa serie B e nesse plantel montado pelo Presidente Wandick Lima qualquer jogador que entra não dá certo, não vinga ou não disse o que veio fazer no Paysandu, mesmo que alguns tenham vindo com boas referências como aleilson, yarlei, jean, fabio sanches, nicacio etc. Porém no plantel bicolor do tempo do jogador wandick lima, qualquer jogador que entrava no time, vingava logo de imediato, produzia e alguns chegaram até a se tarnsformarem em idolos da nação bicolor. A lista de jogadores modestos que deram certo no Paysandu daquele tempo logo na chegada é ié imensa. So para lembrar alguns temos sandro, lecheva, jobson e segio vindos da tuna, Wanderson do castanhal, valentim do abc, gino do america, luiz fernando do remorto. Essa era a base principal. Depois vieram o travoso claudio gavião do remorto que ajudou muito em todas as conquistas, ze augusto do ananindeua que hoje é um dos maiores idolos da hsitoria do paysandu, gino do america que fechou a zaga bicolor, welber do remorto que jogou um futebol de primeira, magno do ananindeua que jogou um grande futebol, o desconhecido yarlei que treinava pelo um prato de comida no ceará, veio para o paysandu, se tornou um craque e depois conquistou o mundo, depois ainda vieram robgol, jajá, waldomiro que jogaram no paysandu o fino do futebol, tudo isso sem falar nos sub 20 que entravam no time e correspondiam no ato, como albertinho, bruno e outros, alem de muitos outros jogadores de fora que não lembro. Então porque será que hoje ninguem da certo, se o problema não é salario atrasado^?????/misterios da meia noite que voam longe. rsrsrs

    Curtir

  18. Boa tarde Gerson Nogueira e Amigos do Blog;
    Gerson Nogueira, hoje pela manhã, postei nesta coluna e os comentários foram registrados sob números 10 e 11, agora à tarde, os posts, sumiram, problemas técnicos?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s