Galeria do rock

SimonGarfunkel.5774.C4.3

A carreira de Simon & Garfunkel foi salva por um produtor. Em março de 1964 lançaram o LP Wednesday Morning 3 A.M. pela Columbia, que só vendeu duas mil cópias e a dupla se desfez. Depois de ouvir BobDylan eletrificar seu som com “Like a Rolling Stone”, o produtor Tom Wilson teve a ideia de adicionar uma base com guitarra, baixo e bateria para “The Sound of Silence”, gravada pela dupla no LP apenas com voz e violão. Lançou sem o consentimento deles em junho de 1965, entrou na parada em setembro e chegou ao primeiro lugar na virada do ano. Graças a isso, a dupla voltou a se reunir para uma carreira de sucesso de cinco álbuns. A letra foi escrita por Simon sob o impacto do assassinato de John Kennedy, morto em novembro de 63. A letra fala de pessoas oprimidas, que conversam sem falar, que ouvem sem escutar, que se curvam e rezam para um deus de neon que elas mesmas criaram. E insinuam que há profetas de uma revolução nos subterrâneos que escrevem suas predições nas paredes do metrô. É uma letra cheia de interpretações na internet. (Por Jamari França) 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s