Os méritos de Arturzinho

PSCXCEARA serieB2013-Mario Quadros (26)

Por Gerson Nogueira

Não é nada, não é nada, mas o Paissandu está invicto há quatro jogos (sua melhor sequência na Série B até agora) e conseguiu sair da zona do rebaixamento depois de várias rodadas. A empolgante vitória de ontem sobre o Ceará teve vários responsáveis. Eduardo Ramos, Jailton, Zé Antonio, Pablo, Héliton. Acima de todos, porém, pontificou o trabalho que Arturzinho vem desenvolvendo no clube.

Bol_qua_100913_15.psAtravés de mudanças implantadas por ele, o Paissandu conseguiu alguns pequenos avanços desde aquele primeiro tempo primoroso diante do Palmeiras, no Pacaembu. A partir dali, o time começou a ter um perfil mais bem definido – e a sair do buraco. Sujeito a altos e baixos ainda, é bem verdade, mas já muito mais aprumado do que antes.

Contra o Ceará, em confronto equilibradíssimo e de dura marcação no meio-campo, as apostas de Artur voltaram a funcionar. A opção dele por Pablo deu mais consistência ao setor (que não tinha em ação o melhor zagueiro do elenco, Fábio Sanches), com a expressiva ajuda de Vânderson, cujo recuo para a área é uma das melhores ideias que o técnico teve até agora.

No primeiro tempo, o Paissandu foi ligeiramente superior, mas ainda capengou na insistência com as ligações diretas, menosprezando o bom toque de bola de Eduardo Ramos, Jaílton e Zé Antonio no meio-campo. No bloqueio, porém, o time esteve sempre em bom nível, anulando as tentativas cearenses.

O gol logo aos 9 minutos, em magistral disparo de Ramos, trouxe tranquilidade e poderia ter aberto caminho para uma vitória mais folgada, mas os atacantes (Aleílson principalmente) voltaram a falhar no arremate final, pecando por afobação.

PSCXCEARA serieB2013-Mario Quadros (11)

Depois do intervalo, o Ceará veio com o bom Léo Gamalho no ataque, aumentando o grau de problemas para a defensiva do Papão. Sobreveio na torcida o temor de um fantasma recente: a queda de rendimento no segundo tempo, com o time cedendo espaço e vantagem nos instantes finais.

Artur não liberou Ramos, como aconselhava o bom senso, a equipe começou a recuar como habitualmente faz e sofreu o empate aos 21 minutos (com Rogerinho). O cenário já era de pré-revolução nas arquibancadas da Curuzu, com as vaias começando a pipocar.

O técnico não fez milagres ou mexidas estratégicas, mas teve sorte – e este, como se sabe, é item fundamental na bola e na vida. A opção por Héliton se desenhou perfeita aos 39 minutos, quando o atacante fez bonita manobra pela esquerda e bateu cruzado, desempatando o jogo.

PSCXCEARA serieB2013-Mario Quadros (21)

Foi meio no sufoco, principalmente na busca pela vitória nos instantes finais, mas o Paissandu foi superior e não merecia um novo tropeço em casa. É um caminho que se abre para a recuperação no campeonato, graças à teimosa determinação de Arturzinho em modificar o time. O técnico tem seus erros, mas seus méritos são incontestáveis. (Fotos: MÁRIO QUADROS/Bola)

————————————————————————–

Felipão faz aposta arriscada

Desassombrado como sempre, Felipão aproveita a boa fase do escrete para delimitar espaço e confirmar autoridade. O anúncio de que Julio César é o primeiro convocado para a Copa não deixa de ser uma aposta arriscada, pois outros bons goleiros poderiam ter chances de ir à Copa.

O técnico, porém, parece ter se decidido levando em consideração o fator experiência, embora em 2002 tenha optado por um goleiro (Marcos) virgem em Copas. Ao mesmo tempo, deixou de lado a má impressão deixada por Julio César no último mundial, quando foi responsável direto pela eliminação brasileira com atuação desastrosa diante da Holanda.

Em disponibilidade no Queens Park Rangers, Julio deve ficar inativo pelos próximos meses, dificultando a manutenção da forma física e técnica. Torçamos para que Felipão esteja realmente certo.

Quanto ao time, a vitória sem atropelos sobre Portugal confirmou que já há um formato bem desenhado e que o técnico acertou a mão. O Brasil já consegue se impor a qualquer adversário, coisa que não se via há um ano.

————————————————————————-

Consequências de uma tuitada

A ainda imberbe relação com as redes sociais anda vitimando muita gente pela dificuldade em medir a intensidade das reações de um público cada vez maior e heterogêneo, em todos os sentidos. O jornalista Flávio Gomes, de estilo escrachado no Twitter, foi demitido da ESPN por comentários considerados ofensivos à torcida gaúcha.

Penso que Gomes, um analista corajoso e que prima pela independência, se deixou trair pela paixão – criticou a atuação do árbitro, que operou a Portuguesa diante do Grêmio. Mas vejo como excessivamente dura a atitude da empresa, que abre perigoso precedente, pois foi também pressionada pelos dirigentes gremistas.

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta quarta-feira, 11)

17 comentários em “Os méritos de Arturzinho

  1. Concordo com a análise Gerson Nogueira, à Paulo Sérgio “Sei que minhas qualidades cobrem meus defeitos”, mas, até quando a sorte vai nos bafejar? O defeito maior dele, em meu modesto entendimento, é a demora em mofificar o time e quando mexe, o faz de maneira errônea, ontem por exemplo, tirar o Aleílson em detrimento do Yarlei, que todos sabemos o condicionamento físico, deficiente pela idade, claro; além de intempestiva, pois quando começamos a perder o meio campo, seria lá a realizar a primeira alteração, né não? elementar, básico, porém, parece que o pequeno Bocudo, não percebe isso, que a meu ver reflete a deficiencia técnica, “ele não sabe ler o jôgo”, arma muito bem o time, define esquema tático e sabe passá-lo ao plantel, é motivador, brigão, no bom sentido, mas precisa corrigir essa “perdoável” falha, desde que URGENTEMENTE.
    Parabéns ao Grande Bicolor Celeste Amazônico, continue assim, ganhando no sufôco, mas, ganhando, com raça, vibração .
    Parabéns ao Arturzinho, o trabalho dêle tem méritos SIM!

    Curtir

  2. Concordo com a análise do Gerson e do Silas.

    O Arthurzinho tem méritos na armação do time, a saber:

    1. Descobriu um lugar para aproveitar o máximo do Vanderson.
    Há muito tempo não via o Vanderson jogar tanto e ontem , aos 48 do 2o tempo ele fez uma cobertura providencial, demonstrando vigor físico.

    2. Bancou Paulo Rafael no time.

    3. Arranjou parceiro (Jailton) ideal para secundar ER 10.

    4. Prestigiou o Pablo que ontem jogou um partidaço e merece ir pra seleção da rodada.

    5. Trouxe verdadeiros “REFORÇOS” pro clube. O ala Gilton é muito bom jogador. Jailton já falei acima e o Leonardo “dominou” a zaga bicolor. O Columbia falou maravilhas desse zagueiro e ele justificou plenamente sua contratação. Hoje a zaga do PSC é confiável.

    A despeito dessas virtudes o gajo mexe muito mal no time.

    Porém, creio que esses equívocos decorre da falta de opção no banco.

    Ontem “ganhamos” um zagueiro para o resto da temporada. Não precisa contratar mais defensor.

    Creio que Fabio Sanches, Leonardo, Pablo, Raul e Bispo vão dar conta do recado até o final da série B.

    Entretanto urge contratar um meia para revezar com ER 10 e um atacante fixo. O único atacante que joga centralizado é o Nicácio.

    Todos os demais atacantes dos PSC (Careca, Iarley, Aleilson e Hellinton) jogam pela beirada do campo.

    Na minha opinião falta o Arthurzinho “dar um jeito” no Yago. Ontem ele falhou duplamente na jogada do gol, errando o passe que gerou contra-ataque e depois “furou” na disputa da bola que ocasinou o gol.

    Acho que é momento de dar oportunidade ao Max.

    Lembro que o Arthurzinho disse na chegada dela que “VOU DAR JEITO NO PAYSANDU” e esta dando mesmo…..

    Próximos jogos são decisivos ao PSC.

    O América/RN é jogo de 6 pontos.

    Já o Paraná esta numa crise terrível por atraso de salarios.

    Temos condições de trazer duas vitórias.

    Curtir

  3. Há que se destacar sempre sua aposta em Paulo Rafael, funcionando como a mola do fundo do poço que impulsionou novamente o jovem e excelente goleiro à titularidade; e lamentar o pensar pequeno do Aleílson, que poderia ter matado os dois últimos jogos, mas finalizou de forma a demonstrar falta de confiança em si. daí ter passado em branco e desperdiçado a possibilidade de tornar-se a grande referência do ataque bicolor. Será que se ele fizesse 2×0 no ASA e 2×0 ontem o técnico teria feito a substituição que fez, assim como não efetivá-lo definitivamente?

    Curtir

  4. Em uma reunião da ONU o palestrante ao terminar seu discurso disse a seguinte frase: “A má DIVISÃO dos ALIMENTOS ,gera FOME ao RESTO DO MUNDO”.

    Um africano se levantou e perguntou:
    O que é ALIMENTO?

    Em seguida um Inglês indagou:
    O que é FOME?

    O americano com toda sua soberba disparou:
    O que é o RESTO DO MUNDO?

    E o REMISTA com um olhar triste perguntou:

    O que é DIVISÃO?

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, chora remelentos

    Curtir

  5. Dois pontos devem ser bem destacados no trabalho do Arturzinho: Primeiro a alocação do Vanderson aproveitando sua experiência dando mais segurança a zaga e o retorno do Paulo Rafael que parecia precisar de um empurrão cheio de confiança por parte do técnico.
    O time tem crescido é fato,são quatro jogos com dois empates em terras adversárias e em casa o dever cumprido!
    O jogo contra o América-RN será um marco definitivo para a arrancada do Papão na série B, vencendo o Paysandú se qualifica em não mais rondar a zona do rebaixamento além de sonhar, embora que difícil, com uma vaga no G4, sonho de consumo de todo torcedor bicolor!
    Apesar da vitória ainda acho que o Iarley está meio perdido em campo seria hora de reavaliar sua escalação logo de cara nos jogos, quanto ao Picachú já merece um banco ou um reposicionamento dentro da equipe, mais uma vez sai de suas bandas a jogada do gol adversário, esta conta já está pesada demais e uma hora vai estourar sobre o treinador que sabe da deficiência deste em marcar e como se posiciona mal quando em combate pela segunda bola!
    Os jogadores indicados pelo Arturzinho valem a indicação e deram ao Paysandú uma nova cara atraindo ainda mais a confiança da torcida alvi-celeste.

    Curtir

  6. Icca, tenho postado aqui, que no Botafpogo de Futebol e Regatas, tem dois goleadores, que estão lá encostados, desde a chegada do Oswaldo Oliveira, falo do Bruno Mendes e do Henrique, todos na faixa de 20 a 22 anos de idade; o Bruno Mendes, surgiu no Guarani de Campinas, em quase todo jogo fazia gol’s, por iso foi contratado pelo Botafogo, é o mais novo dos dois, tem +/- 1m85cm de altura é muito bom no jogo0 aéreo e tem fome de jogar, o passe dele ainda é do Guarani de Campinas, smj. O Henrique chegou à seleção Brasileira sub-20, é da base do S. Paulo, não se firmou lá e foi emprestado ao Náutico do Recife e desde o final do ano passado está no Botafogo, sem aproveitamento; ninguém consegue me fazer acreditar na falaciosa conversa do Vandick, de que ninguém quer jogar na série B, o que falta talvez seja patrocinador, e nisso o Grande Bicolor Celeste Amazônico está falhando, pois Jogador Bome de Qualidade técnica superior existe sim e em disponibilidade; citei dois apenas, mas quem dispuser de um tempinho e começar a vasculhar os sites de grandes clubes vai ter com certeza Grandes surpresas.
    Prá meiúca, penso que o Fabrício pé de Anjo resolve esa parada ele está agora disponível, pois o PFC entrou em recesso; só prá lembrar, o problema do Fabrício era de ordem disciplinar, parece que tomou jeito, futebol ninguém esquece ou desaprende a jogar e o do Fabrício, o levou à Turquia, lembram?

    Curtir

  7. Silas adiro integralmente ao seu comentário 07.

    Como os matadores mencionados estão no Fogão vamos pedir a intervenção do amigo Gerson Nogueira para liberar um deles.

    O GN é muito amigo do Osvaldo, que atende pelo codinome de O da Cuica. Pergunta pro Columbia…..

    Quanto ao meia falaram em Elias, Danilo e etc…., contudo muito bem lembrado o nome do Fabrício. Se ele ajeitar a cabeça sera muito útil.

    Trata-se de um jovem valor, local e que conhece os atalhos da Curuzu.

    Aprecio o futebol do Flamel e também do Júnior Timbó, ambos do Águia, o que é mais dificil obter liberação.

    Por todo esse contexto, creio que o Fabrício seria mesmo a melhor opção para suceder o ER 10 quando o mesmo cansar ou estiver impedido de jogar.

    Quanto alegação do Vandick de que os jogadores não querem jogar série B, creio que ele esta procurando no lugar errado, salvo se os atletas prefiram ficar sem visibilidade, ou seja, no banco do banco.

    Curtir

  8. Não entendo o motivo de tantos quererem bajular o Aleilson, ainda não marcou nem um golzinho e já desperdiçou várias oportunidades claras de gol. Ainda não disse para o que veio…

    Curtir

  9. Concordo com o amigo Icca, é bem claro esse crescimento do Paysandu, em campo… Arthurzinho, tem sim seus méritos, citados pelo amigo Icca, apesar das mexidas erradas e demoradas, mas o Papão permanecendo na B, dá um agrado pra ele, e Tchau… Contratem logo um bom técnico, pra montar o elenco para o próximo ano… Ou será que vão primeiro brincar de Rogerinho, no estadual? É bom aprender a lição…

    Papão já era pra estar conversando com alguns jogadores, para renovar até fim de 2014…70% desse grupo, tem que cotinuar..

    Curtir

  10. Hahaha, amigo Inocêncio, o da Cuíca é mais chegado ao amigo Columbia. Do jeito como detono o homem aqui nem vai ouvir nossos apelos por reforços.

    Curtir

  11. De fato, amigo Silas, o Bruno Mendes foi deixado de lado pelo Oswaldinho da Cuíca, que não dá uma chance pro moleque. Não vai nem no banco mais.

    Curtir

  12. Gustavo Alcantara, o Remo é tão importante para o mundo que estava parcipando da Conferência da ONU. Enquanto isso, as bicoletes ficam brincando na Zona.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s