Sampaio de Flávio Araújo surpreende o Águia

AguiaXSampaio serieC2013-Mario Quadros (40)

O Águia não resistiu ao domínio do Sampaio Corrêa e acabou derrotado na tarde deste domingo, no estádio Jornalista Edgar Proença, por 2 a 0. Foi a primeira derrota do time marabaense no Campeonato Brasileiro da Série C. Com o resultado, o Águia caiu para a quinta colocação do grupo A, fora da zona de classificação. Logo no começo da partida, em jogada iniciada pelo lado direito do ataque, a bola chegou à área do Águia e Arlindo Maracanã mandou para as redes, abrindo o placar.

Em busca do empate, o Águia foi todo à frente, mas deixava muitos espaços atrás, permitindo seguidos ataques do Sampaio. Aos 45 minutos, em rápida troca de passes na intermediária paraense, a bola foi tocada para Pimentinha, que invadiu a área e bateu na saída do goleiro, ampliando o escore.

AguiaXSampaio serieC2013-Mario Quadros (29)

No segundo tempo, o panorama continuou igual. O Sampaio mantinha forte marcação no meio e explorava os contra-ataques. O Águia não conseguia reagir. Com a vitória, o Sampaio alcançou sete pontos e se manteve no G-4 da competição. Terá agora dois jogos em casa, diante do Baraúnas (RN) e do Luverdense (MT). O Águia vai enfrentar o Rio Branco (AC) na quarta-feira. (Fotos: MÁRIO QUADROS/Bola) 

7 comentários em “Sampaio de Flávio Araújo surpreende o Águia

  1. – Águia escapou de levar uma sonora goleada… Flávio Araújo vem mostrando, que, no Remo, foi apenas mais uma vítima de péssimos dirigentes…

    – Quanto ao Águia, Galvão, é bom técnico, mas precisa de rodagem, pois quando pega um técnico adversário, que estuda seu time, já era, e ele não sabe sair do nó aplicado… Isso, não é de hoje… Quem não lembra dos nós do Flávio Lopes, então técnico do Remo?

    Te contar…

    Curtir

  2. A diferença está nos elencos, Cláudio. O Sampaio mantém uma base desde o ano passado cujo ponto forte é o entrosamento, enquanto que o Águia ainda é um time em formação. A Bolívia é um sério candidato ao acesso à Série B.

    Curtir

  3. Como diria Nelson Rodrigues, as cobranças a Flávio Araújo no Remo começaram alguns séculos antes dele assumir o comando e ainda houve determinado momento de pressão pra que adotasse o tal 4-4-2, preferido por alguns palpiteiros, mas, que, na prática, mostrou-se uma tragédia porque faltava um meia talentoso que regesse o time. Não por acaso, os melhores resultados foram obtidos com a adoção do elástico e aparentemente defensivo 3-6-1.
    Ainda a respeito de treinadores, me recuso a pagar R$50 para assistir Janilson e Alex Gaibu. Reconheço que o treinador tem todo o direito e a responsabilidade pelos resultados daquilo que vai mandar a campo, porém, como meu dinheiro é ganho de forma suada, não vou chancelar essa sandice do carrancudo Givanildo gastando meu dinheiro para assistir aquilo que já se provou inócuo.

    Curtir

  4. O Flávio pode ganhar quantas partidas quiser pelo Sampaio (aliás, o Remo não se deu mal contra o Águia), mas nada vai apagar as retrancas pavorosas que ele armou por aqui e certas e determinadas opções mal sucedidas na lateral direita e na esquerda, na cabeça de área e os bondes inapetentes que ele indicou ou aceitou colocar no time. sendo que o pior de tudo pra mim foi a desfaçatez com que indicou o Alex Juan para o Sampaio depois de tê-lo feito reserva de um jogador que ele mandou buscar, o Berg. FA, treinador ruim e de profissionalismo duvidoso.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s