Comentários de Neto sobre a tragédia

Do Blog do Paulinho

Depois de ser pressionado por todas as redes sociais da internet, o comentarista Neto, que disse não comentaria a tragédia na Bolívia, voltou atrás, e publicou algumas palavras em seu blog. Melhor se não tivesse feito. Separamos o que consideramos mais lamentável:

“Em primeiro lugar quem garante que esse cara é mesmo corintiano? Só porque ele estava no espaço teoricamente reservado aos brasileiros? E se for alguma armação? Afinal a partida é fora do país.”

Opinião do blog: para Neto, boliviano pode ter matado boliviano apenas para prejudicar o Corinthians, ou talvez, palmeirenses e são-paulinos psicopatas, que viajaram milhares de quilômetros no intuito de prejudicar o adversário. Fica clara a desesperada tentativa do comentarista em defender amigos presos na Bolívia, acusados de assassinato contra um garoto de 14 anos.

“E digo mais, essa decisão pra mim é só um ‘H’ da Conmebol para dar satisfação à opinião pública. Logo mais o Corinthians juntamente com a força da TV Globo e a Fox Sports, detentores dos direitos de transmissão, revertem isso”

Opinião do blog: A frase, imoral na essência, demonstra bem como funciona a cabeça dessa gente, torcendo, tudo indica, para que fatores fora da Justiça intercedam a favor de quem delinquiu.

“Se ainda assim a decisão permanecer, se fosse o Corinthians tiraria o time do campeonato. Assim todos dividiriam o prejuízo”

Opinião do blog: a impressão que dá é de que os dirigentes do Corinthians são coitadinhos e nunca contribuíram para ajudar os “organizados” presos na Bolívia.

23 comentários em “Comentários de Neto sobre a tragédia

  1. É interessante acompanhar como as torcidas organizadas são poderosas, e não falo dos delinquentes pequenos, marginais financiados para promover a baderna, falo dos verdadeiros chefões, como esse que emitiu a nota, antigo ídolo do corinthians que se utiliza da mídia pra tentar manipular a opinião pública. Tenho certeza que ele não é o único, os verdadeiros assassinos são muito maiores, estão em gabinetes.

  2. Se fosse o patrao do Neto, ele ja estaria na rua a essa hora, e muita incompetencia para um comentarista, alias e despreparo mesmo. Agora numa coisa ele tem razao, a globo e a fox vao fazer de tudo para abafar o caso, basta ver o tipo de reportagem que estao divulgando na tv, daqui a pouco vao dizer que o torcedor e quem cometeu sucidio. Te dizer!

  3. Quem não lembra da cusparada do Neto na cara do juiz José Aparecido e do jogo aqui no mangueirão em 1992 contra o papão em que ele maldosamente quebrou a perna do lateral Corrêa?logo dá para perceber o caráter deste cidadão.

  4. Nem deem ouvidos ao Neto!

    As vezes eu me pego reclamando da Globo, mas aí lembro da Band e alguns de seus comentaristas preconceituosos e PARCIAIS, como o Dr. Osmar(que falou para o Milton Neves depois do ultimo clássico que o RexPa de estádio cheio só ocorre uma vez por década) e o Neto baba-ovo(perdão pela expressão) do Andres Sanches. Na Globo pelo menos os caras disfarçam e conseguem ser imparciais.

    Esse chato do Neto só fala bobagem, quando se trata de corinthians ele consegue ser pior que os caras da TV Gazeta, eu hein…

  5. Acho que a melhor punição para o clube é jogar sem torcida.E que o torcedor que soltou o sínalizador seja identificado e responda na justiça.A imprensa também dá muita bola para essa historia de “bando de loucos” como se fosse uma torcida diferente de outras.A paixão de corintiano pelo seu time é a mesma que um torcedor do paisandu,remo,gremio ou portuguesa tem pelo seu clube.Não tem essa de diferentes.

  6. Cadeia neles e nos que os defendem, só que vivemos no país da impunidade e logo logo estará esquecido. A verdade mesmo é que os únicos prejudicados foram a família e a própria vítima!
    Agora imaginam se isso acontece amanhã no clássico em Belém do Pará vão querer banir o futebol paraense para sempre das competições nacionais, anotem!

  7. Vou te dizer, mais esse Neto e uma piada de mau gosto! Somente ele pra defender os “loucos” que no fundo não passam de – vândalos, bandidos, assassinos e salafrários…

    Quem e que não lembra de um jogo envolvendo o glorioso Paysandu e o tal Corinthians defendido com unhas e dentes por esse meliante chamado de NETO, que ocorreu no ano de 1992 no Mangueirão que aquela altura era o Bandolão do Bengola? Pois é, o que quero perguntar aos demais colegas, e se alguém lembra o que ele (NETO) fez durante a partida! Resumindo, ele (NETO) simplesmente na maldade QUEBROU a perna do bom ex-lateral CORREA que saiu de campo aos prantos e o bandido do NETO nem foi pedir desculpas, o que ele fez foi pedir cartão pro arbitro aplicar no lateral por simulação, onde o mesmo saiu de campo com FRATURA EXPOSTA.

    Ele NETO, deveria ficar preso no lugar desse torcedor fogueteiro, já que ele tanto defende essa quadrilha conrintiana, um bando de bandidos e não de loucos! Só espero que as torcidas aqui de Belém não queiram fazer o mesmo amanhã no super-clássico…Cadeia em todos seu policia!!!!!

  8. É o que dá botar torcedor (Neto, o ex-goleiro Ronaldo e o insuportável Osmar de Oliveira pelo Corinthians; Denilson pelo Palmeiras e Milton Neves – embora sejam os dois últimos mais galhofeiros e menos hostis – pelo Atlético MG e Santos) pra ser comentarista de futebol. Os corintianos então são muito responsáveis pelo que dizem nos programas de “debate” esportivo, pois alimentam a rivalidade irascível ao desdenhar de clubes contrários e de suas conquistas. O tal “Dr” Osmar vive a dizer que Santos e São Paulo, por exemplo, não são campeões do mundo pois ganharam a “copa do jipe”. Se fosse em tom de brincadeira ou sarro se poderia dar um desconto, mas os caras falam à vera mesmo, com convicção e cara feia. Alguém lembra da declaração polêmica do Luciano do Vale à época da decisão Sport Recife x Corinthians pela Copa do Brasil 2008, dizendo que seus próprios colegas de emissora estavam criando um clima de guerra entre pernambucanos e paulistas? Daí que se vê…

  9. Somente a responsabilização penal e civil de pessoas envolvidas com atos que ceifam vidas será capaz de modificar a realidade atual, na qual torcedores são afastados de campo pela violência resultante de grandes jogos. Agora, a torcida organizada do Corinthians vai apresentar um menor como o autor do disparo do rojão que matou o garoto no jogo da Libertadores… os responsáveis, em boa parte, são os Dirigentes do Clube, pois são aqueles a quem cabe a representação e a direção da Associação Desportiva.
    O Paysandú deve agir o quanto antes contra a utilização de fogos e as práticas violentas em seus estádios, sob pena de responsabilização dos dirigentes. Em Belém, já tivemos um garoto que veio de Castanhal para Belém assistir seu primeiro Clássico da Amazônia e voltou para sua cidade Natal dentro de um caixão, pois tombou em decorrência de um rojão que continha esferas de aço. Até hoje não soube de nenhuma responsabilização criminal ou civil, ainda que isso não represente muita coisa diante da perda do bem maior que é a vida.
    Tenho conversado com o Gérson e com os Amigos do Blog sobre o futebol ser algo importante em nossas vidas, porém, em alguns casos, no qual o que se passa em torno do esporte passa a tirar vidas, temos de refletir, de pensar e de agir em torno de uma solução.
    Porque se organizar em torno de temas violentos, estruturar-se para batalhas, marcar confrontos como se estivéssemos na Idade Média em que os duelos eram comuns e não havia um poder central para estabelecer o Direito e impedir tais ocorrências.
    Vivemos uma época em que ou se modifica o atual estágio de coisas ou talvez em alguns anos não tenhamos mais futebol como espetáculo esportivo, mas apenas como forma de uns poucos acumularem riquezas incalculáveis, muitos sofrerem com as consequências violentas dos insandecidos e o velho e bom futebol, que consagrou astros como Pelé, Gérson, Zico, Sócrates, Falcão, Maradona, Platini, Zidane, Van Basten, Romário, Ronaldo, Messi, passe a contar apenas com gladiadores que correm, marcam, mas não sabem fazer um passe decente, um lançamento certeiro, uma jogada de letra, pois o lúdico e a estética estão limitados pela força física e pela violência generalizada, dentro e fora de campo.
    O futebol, em todos os sentidos, precisa de mais humanidade. Vivemos tempos sombrios, mas ainda acreditamos: futebol sim, violência não.
    Um bom Clássico da Amazônia a todos, independentemente de resultado.
    Excelente domingo a todos os Amigos do Blog.

  10. Amigo Daniel Malcher você tá certíssimo, mais jamais o Cú-rinthians irá sair da Libertadores pelo ocorrido! Outra coisa, esses ex-jogadores que hoje são comentaristas da BAND, tem de tomar umas AULAS com o comentarista JUNIOR CAPACETE da Rede Globo, este jogou 200 anos pelo FLAMENGO, porém exibe a IMPARCIALIDADE com um simplicidade, digna dos bons costumes.
    Se você analisar hoje a programação esportiva da Rede Bandeirantes, pode constatar que e uma BAGUNÇA SÓ, onde todo mundo fala ao mesmo tempo, todos querem ser os donos da verdade, todos torcem para seus respectivos clubes do coração na cara de pau, no entanto, nenhum deles demonstra humildade.
    Outro ponto, a Rede Bandeirantes de Televisão, falo em SP, e um emissora 100% corintiana, todos devem saber disso aqui no Blogue, ate a minha filha filha que tem apenas (9 anos) de idade, já fez um comentário à respeito disso.
    Enquanto a Rede Globo puxa um pouco para o meu Flamengo, a Band puxa e exalta o Cú-rintians…

    Cadê a tal da imparcialidade????

  11. No meio disso tudo gostei do que disse o Reanato Mauricio Prado, o mesmo também gostaria que o SanJose também fosse punido, pois como permitem que torcedores entrem no estádio com essas verdadeiras armas?

    Sobre o Neto, acho que ele foi infeliz, mas é a opinião dele.

    Aqui em Belém teve um jornalista que já foi cartola do Remo e hoje é colunista de um jornal, que escreveu neste jornal que o narrdador de PSC e São Francisco dizia que o Papão iria pintar de novo o 7 numa tela azul.
    Ao fim do seu comentario, disse que a torcida do Remo ia dar o troco nele. Que troco é esse? Pra mim foi uma ameaça.

    Portanto esses tipos de jornalistas quando deixam suas paixões falarem mais alto e pra agradar seus fieis suditos cometem essas aberrações. Pra mim não dou a miníma.

    Quem tem boca fala o que quer.

  12. Ao invés de a maioria das grandes emissoras vincularem matérias a fim de que os fatos verídicos viessem à tona e com maior seriedade,sem a parcialidade descarada que evidenciam,talvez conscientizassem e inibissem ,de certa forma,estes atos deploráveis por parte de alguns bandos organizados. Vale ressaltar que autoridades e órgãos públicos responsáveis devem ser mais incisivos e rígidos ,com penas severas e coercitivas realmente eficazes,ao ponto de dar fim a este problema vergonhoso que afeta pessoas honestas e cidadãos inocentes.

    Quantos Felipes,Kevins,dentre inúmeras pessoas idôneas que perderam e,porventura,pagarão com a vida,devido a crueldade e a barbárie desses vândalos e marginais,sem que haja uma conduta implacável de nossa justiça?!

    Isso tem de ter um fim,e os clubes tem de tomar vergonha na cara e tomar atitudes radicais ,com a finalidade de extinguir a maioria dessas facções que só trazem danos e desgraças à segurança da população e à vida dos bons cidadãos.

  13. Edson, também tive a mesma impressão quando li ainda agora a pouco a Coluna do RMP, sendo de registrar que ele também opina quanto a punição que considera mais justa, qual seja, impedir o acesso aos Torcedores nos jogos Corinthians. Interessante que neste mais recente episódio de estupidez das organizadas, tem ocorrido o que ocorre muito raramente comigo, que é ter opinião semelhante a certos cronistas do futebol brasileiro. Antes foi com o Juca, agora com o RMP.

Deixe uma resposta