Conmebol pune Corinthians pela ação da torcida

O Corinthians disputará suas partidas da Taça Libertadores sem o apoio da torcida em consequência da morte de um jovem boliviano de 14 anos que foi atingido por um sinalizador disparado por um membro da torcida do time paulista durante a partida de quarta-feira contra o San José, informou a Conmebol. A medida é cautelar. Significa que vai ficar valendo até que se tome uma decisão final, o que deve ocorrer, segundo a entidade, em até 60 dias. “As partidas do Corinthians como mandante serão disputadas de portões fechados. Nos jogos que o clube disputará como visitante, seus torcedores não terão acesso a ingressos”, disse nesta quinta-feira o porta-voz da Conmebol, Nestor Benítez.

622_b9952ccc-adee-305d-b150-7be5ad81be22Trata-se da primeira medida tomada pela entidade desde a morte do jovem Kevin Beltrán (foto), que foi atingido no olho por um sinalizador disparado desde o setor reservado para a torcida do Corinthians. O clube já vendeu 82.500 ingressos para os três jogos da fase de grupos que fará em casa em 2013 – o primeiro é na quarta, ante o Millonarios. A equipe ainda não se pronunciou, mas deixou claro que tem condições de ressarcir todos os torcedores que compraram ingressos. Até as 23h desta quinta-feira, o Corinthians disse que ainda não havia sido comunicado oficialmente, mas na nota já é sabido que o clube terá três dias de prazo para apresentar a defesa.

Jogar com portões fechados era uma punição temida pelo Corinthians, que fez da Libertadores a principal engrenagem para alavancar suas receitas neste ano. Em 2012, o ganho com bilheteria nos sete jogos em casa foi de R$ 14 milhões. Pouco depois do incidente, a policia aprendeu 12 torcedores do Timão que permanecem detidos na delegacia de Oruro, cidade situada a 240 km ao sul da capital La Paz. O polícia boliviana declarou nesta quinta-feira ter fotos que provam que o sinalizador foi disparado foi disparado por um torcedor corinthiano. (Da Folha SP) 

7 comentários em “Conmebol pune Corinthians pela ação da torcida

  1. Infelizmente por causa da ação indevida de poucos torcedores financiados pela diretoria Corinthiana, a maioria vai ser penalizada ao ser impedida de assistir os jogos da Libertadores. Se foi justa eu não sei, mas alguma atitude exemplar teria que ser feita.

  2. isso sim é absurdo , tirar a vida de um jovem de 14 anos , ver essa foto desse rapaz causa até um impacto , jovem na flor da vida ainda , foi ao estadio torcer pelo seu time e morre graças á um fanatico pelo corinthias que se dizem loucos pelo clube , penso que esse assassino ou assassinos deveriam eram ficar por lá , tinham que ser condenados e cumprir suas penas na BOLIVIA mesmo , assim serviriam de exemplo para o resto do mundo., lembro tambem o caso daquele menino torcedor do maesandu que foi alvejado por um bandido organizado que atingiu o mesmo , eu estava presente e perto deste fato e ajudei á denunciar tal mal feitor que infelizmente fazia parte da maior torcida do norte nordeste do pais., Leão azullllll. isso tem que ser rigorosamente apurado e justiça tem que ser feita.

  3. Foi pouco, a eliminação apesar de soar forte, causaria uma maior reflexão sobre esse grave problema que o futebol no Brasil, e estamos apenas a um ano e meio da copa.

  4. O Corinthians fala em recurso… esse time está perdendo uma grande oportunidade de dar o exemplo… no meu modo de pensar. A libertadores deste ano ficou sem clima para o Corinthians e para o San José da Bolivia… os dois times deveriam se retirar da competição… mais parece que o dinheiro é mais importante do que a vida de um jovem de 14 anos. Triste.

  5. punição imposta, com toda justiça pois estes bandidos que se dizem torcedores organizados deveriam ser banidos de todos os estadios do mundo, para que as pessoas de bem possam levar seus filhos aos estadios com segurança e torcer em paz e ordem.

Deixe uma resposta