7 comentários em “Capa do DIÁRIO, edição de quinta-feira, 14

  1. Seja quem for que o Papão pegar na decisão serão dois jogos de muita emoção com certeza!
    Apesar da vitória de ontem temos que refletir sobre a quantidade de gols perdidos pelo ataque bicolor, em especial, 4 ou 5 só com o Rafael Oliveira, será que se fosse o Iarley seria diferente? Creio que sim.
    O Picachú está muito sumido nas partidas o que será?
    Gostei do Djalma, apesar de ser fã do futebol do Gaibu, mas estamos bem servidos!
    O penalty tão discutido não tirou o brilho da vitória do time alvi-celeste a verdade é que se pelos menos 3 das 5 chances perdidas pelo Rafael tivesse entrado ontem o placar seria muito dilatado pondo um pá de cal nas pretensões do São Francisco.
    Será que foi mérito do Jáder ou afobação do Rafael?
    Outra coisa que tem que ser corrigido no Paysandú é o excesso de toques de bola rondando a grande área adversária, terreno fértil para um adversário que sabe jogar no contra-golpe e matar o jogo por ser mais objetivo, já vimos isto no primeiro clássico e espero que seja exorcizado de vez no time da Curuzú, se não…, por ser mais determinado o time azulino conseguiu vencer o primeiro clássico e se bobear vence mais duas em seguida mesmo o Papão sendo superior em campo, no futebol o que vale é bola no fundo das redes!!!
    Abre o olho Papão!

  2. Belém, sempre debaixo d’água, no lugar de asfalto era para existirem os igarapés que foram aterrados e a natureza cobra o seu preço, podem fazer o que for mas alagará!

Deixe uma resposta