Em jogo vibrante, Remo vence e se isola na liderança

REXPA Parazao 2013-Mario Quadros (23)

Por Gerson Nogueira

Um jogo vibrante, aguerrido e ofensivo, como deve ser um grande clássico de futebol. Foram assim os 45 minutos finais do Re-Pa da tarde deste sábado no Mangueirão, diante de 40 mil pessoas. No final, o Remo levou a melhor, por 2 a 1, valendo-se de maior objetividade nas finalizações. O jogo teve um início de estudos, mas logo os ataques mostraram sua força. Primeiro foi o Paissandu, que chegou através de João Neto, mandando um chute de fora da área por cima do gol de Fabiano. Aos 7 minutos, em saída rápida de Galhardo para Fábio Paulista, a bola chegou com perfeição até Val Barreto, que desviou de cabeça para as redes de Zé Carlos. O embate continuou equilibrado, com o Paissandu mais presente em termos ofensivos, buscando a todo custo igualar o marcador. O Remo mantinha-se em seu campo, mas saía de vez em quando em contragolpes perigosos, normalmente puxados por Paulista. O próprio Paulista, cobrando falta, foi protagonista do último grande lance da primeira etapa, exigindo boa defesa de Zé Carlos em cobrança de falta.

REXPA Parazao 2013-Mario Quadros (46)

O segundo tempo começou em altíssima voltagem. O Paissandu, empurrado pela Fiel, parecia mais determinado e, logo de cara, Rafael foi lançado por Eduardo Ramos, mas disparou longe do gol. Apesar da velocidade dos ataques, o Remo só ameaçou de verdade aos 18 minutos, quando Leandro Cearense (que substituiu Val Barreto) experimentou de fora da área, levando perigo à meta de Zé Carlos. O Paissandu dominava a partida, alugando o campo de defesa azulino. Aos 25, quase saiu o empate: em escanteio, João Neto escorou para o gol, mas a defesa azulina afastou. Na sequência, o zagueiro Diego Bispo cabeceou rente à trave.

REXPA Parazao 2013-Mario Quadros (71)

Diante da ascensão do time no jogo, Lecheva lançou o estreante Iarley e ele não decepcionou a torcida. Em jogada que teve a participação de Héliton e Pikachu, Rafael mandou a bola na trave de Fabiano. Iarley aproveitou a sobra para balançar as redes e empatar o clássico, aos 29. Com o gol, o Paissandu se inflamou ainda mais e o Remo se retraiu. O jogo continuou emocionante, mas sem lances claros de gol, até que Fábio Paulista puxou grande contra-ataque pela esquerda e passou para Leandro Cearense marcar o gol da vitória remista, fazendo o Mangueirão estremecer, aos 41 minutos.

REXPA Parazao 2013-Mario Quadros (122)

Com a vitória, o Remo alcançou 12 pontos na tabela de classificação, isolando-se na liderança do turno. O Paissandu, com 7 pontos, continua em segundo lugar. (Fotos: MÁRIO QUADRO/Bola) 

78 comentários em “Em jogo vibrante, Remo vence e se isola na liderança

  1. O que não há remédio, remediado está! Há de se reconhecer a vitória do clube do Remo, se o Paysandu mandou na partida, o CR foi mais preciso nas minimas ações que teve com a bola nos pés, se o jogo terminasse empatado, ou ate com a vitória bicolor, seria justo qualquer resultado pra ambas equipes.
    O Paysandu procurou o jogo a todo instante, mais o CR foi superior na marcação, conseguiu anular todas as principais peças do Papão, contrastando com a inoperância do setor defensivo alvi-celeste, que já tinha se mostrado sombrio nas outras partidas. Contava nesta partita com a superação dos mesmo, com um renascimento do setor defensivo, mais o ditado e certo – pau que nasce torto, nunca se endireita! Praticamente todos da defesa destoaram como era de se esperar, mais o resultado final foi merecido ao clube do Remo.

    – Parabéns aos torcedores do cachorro de peruca, afinal de contas a única alegria dessa turma e contar bafo quando vencem o Paysandu, tirando isso, só resta choro, lamuria e decepção! Não e uma simples derrota que irá por por terra o projeto bicolor no ano de 2013, e esse resultado negativo no meu entendimento veio em um bom momento, pois já da para saber que essa defesa e goleiro do Paysandu não valem o que o gato enterra, hoje ate mesmo o Yago Picachu deixou a desejar, mais por méritos do marcador azulino, que por conta própria, ate porque todos sabemos da capacidade e qualidade técnica que o mesmo tem. Agora espero que o glorioso Wandick e sua diretoria, possam tomar providências a respeito dessa derrota, achar os culpados e sanear as carências do time, pois afinal de contas o time deu mostras de que não daria nem o cheiro com esse time em uma serie B, pois o maior rival que não tem lá esse time todo, conseguiu se suplantar em alguns momentos frente ao Paysandu, que o diga um Palmeiras e outros da segundona.

  2. É bem mais fácil ser efetivo no ataque quando se tem pela frente uma zaga fraca como a do MAIS AMADO PAPÃO. Paysandu é ofensivo, a zaga, enfraquecida ainda mais com a presença do tal remista raul, só não levou mais gols por que encontrou um adversário que se propõe a jogar retraído.

  3. Acredito que um dos principais méritos desse novo CR seja o Flávio Araújo. Ao contrário de alguns técnicos que passaram nos últimos anos no baenão, o Flávio não inventa moda e sabe trabalhar com as peças que tem a disposição. O CR, com as devidas limitações no meio-campo, é um time prático e objetivo. Mereceu a vitória de hoje, embora tenha levado sufoco do Paysandu em boa parte do 1o tempo.

  4. O interessante e que o meu Leao quando resolve ir para frente, os jogadores se destacam e levam muito perigo a defesa adversaria, a habilidade dos atacantes sobre sai a falta de um jogador para ajudar o Galhardo, tavez quando o Ramon se recuperar fisicamente e o Jonathan entrar de volante, o passé melhore e ai meu amigo vamos ter um time, forte na defesa e forte no ataque, por enquanto o meu Leao parece a selecao do Mano, se defense como pode e aposta na individualidade dos jogadores do ataque. Valeu Valotelli mostrou mais uma vez que e oportunista, enquanto teve folego deu muito trabalho a zaguinha do papinha, e o Paulista o craque do jogo deu duas assistencias perfeitas. Parabens Leao!

  5. Achei tanto Remo quanto Paysandu limitadíssimos e ambos me pareceram inferiores aos times do ano passado. Para as competições em nível nacional, terão de se reforçar, e muito!

  6. Caro Heleno, e como eu disse acima camarada, o Paysandu perdeu quando podia perder! Perdeu de forma merecida pro rival, o CR expôs toda fragilidade da retaguarda bicolor, com isso, penso que o Wandick e sua trupe, irão tomar providências durante a próxima semana, a primeira delas a meu ver, será a vinda de um “matador de verdade” penso que o Dennis Marques – ex-Sta Cruz possa ser a bola da vez, mais além dele, deverá desembarcar em nossa capital, pelo menos 3 novos zagueiros pra entrar no time de cara, pois os que aqui estão, estão longe de honrar está gloriosa camisa.

    Quanto ao zagueiro Raul, não quero ser leviano, mais aquele gol perdido por ele no segundo tempo, quando o PSC ainda estava perdendo a partida, foi no minimo entregação, pois a bolo sobrou a feição pra ele cabecear pro fundo das redes, mais ele deu uma de “zagueiro” e cortou por sobre a trave, acho que se fosse qualquer um outro zagueiro “pereba” da defensiva bicolor teria feito aquele, mais agora não adianta, poque o leite já foi derramado, e a casa ta desarrumada, o que tem de ser feito e juntar os cacos, e tomar a derrota como lição e buscar o returno, pois confio que se o Paysandu trouce um artilheiro nato, e pelo menos 3 bons zagueiros ao estilo do Fábio Sanches, ninguém, falo ninguém segura o Paysandu, mesmo sendo treinado pelo razoável Lecheva. Está e a minha conclusão de tudo…

  7. A torcida modinha até q compareceu hoje né? Mas depois dessa partida ela vai sumir de novo. Acho q agora ela só vai aparecer de novo no REXPA. #200PESSOASDENOVONACURUZU.

  8. Se eu fosse remista ( graças a deus que não sou ) estaria muito feliz, afinal de contas, eles ganharam do MELHOR TIME DO ESTADO DO PARÁ, o único do Norte na 2° divisão NACIONAL, e o que no final do campeonato será CAMPEÃO COM FACILIDADE.

    Comemorem, pois lá na frente a choradeira será do tamanho das férias de vcs. De nooooooooooooooooooooooooooooovo, como sempre!

  9. Nas jogadas dos dois gols, Paulista passou como quis pelo seu marcador e serviu com maestria para Val Baiano e Leandro Cearense.Vitória conquistada e partir de 2 ataques mortais do time com maior torcida do Norte do Brasil. Valeu, Leão!!!

  10. Choraa Édson hoje é livre fique a vontade, seu time é freguês do Remo pode estar em qualquer série hushsuhaushuahsua, choraaa secadoorrrrrrrrrrrrr

  11. Os remistas estão perecendo pinto no lixo, mais calma ai que isso vai ter volta, e como vai! Todas as derrotas, são tiradas as lições, o Papão como qualquer outro clube, saberá reagir no momento certo, comendo esse ponto que está no lixo e sagrando-se campeão paraense, e o melhor que ainda irá eliminar o cachorro de peruca, para que o mesmo fique por mais um ano e meio sem divisão. Papãooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo seus bostaaaaaaaaaaaaaaaassssssssssssssssssssssssssssssss

  12. Faltou 500 e poucas cadeiras do lado remista e ainda querem ser a maior torcida? do lado do Paysandu todos ingressos foram vendidos quem é a maior azuletes??

  13. Amigos bicolores,saibamos reconhecer que, na tarde-noite de hoje,o Remo mereceu a vitória,não por ter sido melhor nos 90 minutos,porém,pela inteligência de seu treinador,ao saber armar seu time que foi extremamente objetivo.

    O Paysandu está no caminho certo,pois,aos poucos vai arrumando a casa e ,com certeza,Vandick e diretoria saberão contornar os problemas que virão.

    Ainda sou mais Papão !

  14. Se fosse bicolor (e graças a Deus que não sou) reconheceria que o GRANDE LEÃO AZUL DO NORTE mereceu a vitória, que nem é um evento tão importante, pois vencer do paysudam é rotina. É apenas mais um passo para sair do poço.

  15. Kkkkkkk me divirto lendo os comentários sem noção de quem não entende nada de futebol, um dia li aki um sem noção chamr o corinthians de time medíocre, sendo q foi campeão de tudo, outro colocou o papinho como favorito, kkkkkk agora os grandes entendedores de futebol viram o limitado time dos bananas jogar melhor, não sei se são ingênuos ou incoerentes…pior cego eh aquele q não quer ver, o papinho Eh limitado e seu técnico tb, nenhuma novidade, o Remo tb eh mas temos um time de guerreiros e um técnico q além de mais competente, tem estrela, espero q vcs continuem achando q tem um time bom.

  16. Ao meu ver o Payssandu perdeu uma grande oportunidade de ganhar do Leão Azul ontem. Digo isso pq pegou um Remo ainda em formação, diferente do Payssandu que manteve a base do ano passado. No segundo turno quando esperamos ver o Remo mais entrosado e já com todos os seus jogadores a disposição a coisa vai ser bem mais dificil para o bicolor. Concordo com o Wilson, foi um bom treino pricipalmente para o Leão que se deu o luxo de poupar jogadores como o Ramon por exemplo.

  17. Amigos estive no Mangueirão e pude constatar: Val Barreto é bom atacante sim. Tem bom porte físico e velocidade, além de técnica, sem falar que pegou uma zaga fraca. No seu gol, entretanto, o Capanema foi de uma ingenuidade incrível ao dar o bote de primeira no Paulista. No segundo tempo, comentei com meu filho ao ver a mexida do Lecheva, que era muito cedo pra trocar volante por atacante – Capanema por Iarley. Iarley fez o seu, mas o Remo só não fez o segundo mais cedo por não ter articulado bem os contra-ataques. No fim, era pra se conformar com o empate e segurar a bola, que o Remo também iriac se acomodar.

  18. O que aconteceu no jogo…. desta vez temos que concordar com o amigo cláudio, o Remo fez os dois gols do mesmo jeito na mesma jogada( jogada essa utilizada durante o jogo todo) e o ” brilhante” aspirante a técnico do Paysandu em nenhum momento fez algo para impedir essa jogada.
    O Clube do Remo teve o controle do jogo, até quando o Papão atacava, pois atacava sem atacante R.O. não tem fundamentos é apenas um jogador esforçado, vejam os seus gols! é um Zé Augusto mais novo e sem a sorte do terçado.
    Se era para colocar o time no ataque que tirasse um lateral, até mesmo o Yago, que foi impiedosamente marcado. Nunca deveria tirar o Capanema.
    O Remo Venceu porque foi melhor, defendeu melhor e as poucas vezes que atacou também o fez com mais competência.
    Destaques: Remo > O goleiro, Zé Antônio, T. Galhardo (bom jogador), Fábio Paulista e L. Cearense.
    Paysandu> Raul, jogou para ser titular, Capanema, o único que marcou alguém, Gaibú melhor jogador do time e Yarley, faro de gol.

    No jogo ficou claro que além de bons jogadores o Paysandú precisa de um Bom e Experiente TÉCNICO. até para o Lecheva aprender.

  19. Esse filme já venho vendo há mais ou menos 5 anos .Cavalo de bandido;sai sempre na frente e depois empaca.Pior que os desesperados indivisíveis ainda não se acostumaram.Voltam a se empolgar,mesmo que o time ganhe na marra ou na sorte.Como já disse em outros comentários ,isso é carência.Chega de frustração não é azulinos ? Ainda acreditam em Papai Noel ? Aguardem e verão a reprise do “Vale a pena ver de novo !

  20. será que a torcida do papinha vai sumir de novo.
    vamos tentar adivinhar o publico do proximo jogo.
    eu acho que não passa de 1.0000 infieis torcedoras.

  21. Muito bom esse jogo treino que o Paysandu fez!
    Vai permitir que o nosso Papão melhore técnica e taticamente, quando tiver de enfrentar times de futebol que realmente signifiquem alguma coisa de expressão no cenário em que o PSC já é acostumado a frequentar!

    Obs: o rEMO tá legalzinho!! Rsrsrs! Pena que não vai chegar em lugar nenhum!

  22. Cláudio, embora eu ache que o goleiro não tenha falhado, ontem, penso que ele, ao menos ainda, não é de confiança. Aquele quem terminou jogando a série-C era visivelmente melhor. O tal de F. Alvim ?! Sinceramente, se o cara não tá machucado, como entender que ele demorar tanto para estar em condições de jogar ?! Só espero que o Vandick não seja teimoso e queira manter o Lecheva até a série-B. Mas eu acho que é exatamente o que irá acontecer.

  23. Meus pitacos sobre a partida:

    1) Flávio Araújo deu um nó tático em Lecheva muito competente. Anulou Yago, Ramos e Gaibu, e com isso obrigou a Capanema e Esdras (depois Vanderson) a serem responsáveis pela armação do jogo.

    2) O Remo tem dois centroavantes definidores: Val Barreto e Cearense. O Paysandu não tem nenhum.

    3) A zaga do Paysandu é nitidamente fraca. Bispo não tem arranque, e tanto Raul quanto Thiago Costa cometem vacilos juvenis ao quererem jogar mais do que sabem. Tem que fazer apenas feijão com arroz.

    4) Capanema marca muito, mas é afoito. Entrar de primeira num ataque a beira da linha de fundo chega ser coisa de jogador amador.

    5) Raul também foi de uma ingenuidade incrível no primeiro gol. Se marca sempre o homem, não a bola.

    6) Fábio Paulista foi um verdadeiro achado da diretoria azulina. Já dava pinta nos jogos anteriores que será um dos jogadores mais importantes do Remo no Parazão. É a válvula de escape do ataque azul marinho.

    7) A contusão de Esdras foi boa para o Paysandu, pois Vanderson entrou muito melhor no jogo. Acalmou o time e organizou a distribuição das jogadas. Ficou muito claro, que nos momentos de aperto na zaga, a bola ia para os pés dele. Especialmente no 2º tempo. Capanema e Vanderson é a melhor dupla de volantes que o Paysandu pode ter no meio de campo.

    8) Lecheva foi corajoso ao trocar um volante por um atacante, mas com isso expôs em excesso a defensiva bicolor. O Remo poderia ter feito 2×0 antes mesmo do Paysandu empatar. Depois que empatou ele se viu na situação de não ter como recompor o esquema, pois já tinha queimado as 3 substituições.

    9) Talvez, teria sido mais prudente tirar Gaibu para por o Iarley.

    10) Dizer que o Paysandu por causa da Série C tem um time já entrosado, beira a burrice. Dos 11 que iniciaram ontem, 6 são peças novas no time, que poderiam ser 7 se Iarley entrasse jogando ou até mesmo 8 caso Rodrigo Alvim fosse relacionado/escalado.

    11) Está dando pinta que este ano teremos muitos Re-Pa’s com direito a finais de turnos e de campeonato, como há muito tempo não vemos no Parazão.

  24. Jogar contra time pequeno sempre é mais complicado, tremenda pelada de pouco tempo de jogo corrido. Esse time do Remo é pior que o Paragominas que levou peia jogando em casa, mas jogou como time grande. Quando o efeito da droga passar eles voltam ao normal.

  25. Israel Pegado, você foi perfeito em sua excelente analise do clássico de ontem…Matou todas as charadas neste seu comentário de número 53, meus parabéns, chegou a superar o Cláudio Santos, que hoje tá mais preocupado em achar culpados (os técnicos caseiros), do que analisar o jogo por completo.

  26. Caro Heleno, só pra responder a sua pergunta em relação do Rodrigo Alvin, eu ontem anoite falei com o Vandick pelo Facebook, e ele me disse que o Rodrigo Alvin já estreia no próximo jogo do nosso Papão, e ele me assegurou que já está com conversas bem encaminhadas com um zagueirão de qualidade pra chegar e resolver a parada aqui no Papão, além de investir tudo no Dennis Marques que está encostado lá no Sta Cruz de Recife. Penso que se realmente isso acontecer, o time já poderá ser outro com a entrada do D. Marques no ataque, e o tal zagueirão na defesa, além do retorno do goleirão Paulo Rafael no gol bicolor, o time já será outro, com certeza já terá uma cara melhor que a atual.

    1. Amigo André, a derrota no Re-Pa não pode tumultuar as coisas no Paissandu, que vem se estruturando corretamente para a Série B. E imaginar que o Ruim Marques é a solução já me soa como algo desesperado. É preciso ir com calma nesses momentos.

  27. Aos trancos e barrancos, mas com dois gols de bela feitura, o Remo mandou o favoritismo do rival para o espaço. VALEU LEÃO!

  28. Caro André, que ótima notícia a da vinda de um bom zagueiro. Será que é mais um, além do F. Sanches (cf. o Cláudio já havia anunciado) ?! Agora, respeito, evidentemente sua concordância com o tal de Denis Marques, mas esse cara é MUITO RUIM. É só tu veres os gols que ele perdeu no jogo, em Recife, entre Sta Cruz x PSC. Égua, prefiro o Ricardinho do S. Francisco, o Rafael Paty, o Fábio Oliveira (rs), o Fernando Caranga, mas esse D. Marques, sem condições… Até o MUM-RÁ EDIL, acho que se sairia melhor que D. Marques. rs

  29. Meus parabéns aos torcedores azulinos pela vitória de ontem, inclusive aos que teimam, com seus apelidos e pseudônimos conferidos ao contrário, desrespeitar ou achincalhar o Paysandu Sport Club. Complexo de inferioridade ou necessidade de alto-afirmação perante as desilusões recentes?

    Quanto ao jogo de ontem, destaco alguns pontos que observei ontem e que são:

    1) O Paysandu toca bem a bola, envolve os adversários e impõe seu jogo, no entanto carece de objetividade. Têm atacantes que possuem um desempenho anêmico nas finalizações. Rafael Oliveira e João Neto (jogava onde esse camarada? Respondam-me pois até hoje não sei) são ciscadores, sendo que o primeiro é lento em demasia.

    2) O Remo, guardadas as devidas proporções, importou o estilo de jogo corintiano. Defende-se atrás até com certa competência e sai na boa, em contra-ataques velozes. F.Paulista, Galhardo e Val Barreto são os principais responsáveis pelas jogadas ofensivas azulinas. A objetividade tem sido a tônica da equipe azulina, pois nos dois clássico até agora foi envolvida (Tuna e Paysandu), mas saiu vencedora.

    3) O Yago Picachú é uma das melhores alternativas ofensivas bicolores, mas pode ser também o calcanhar de aquiles alvi-celeste. Lecheva deve encontrar uma alternativa para liberar o jogador, guarnecendo a sua retaguarda. Os gols azulinos, não por acaso, sairam por aquele setor.

    4) É incrível como o nosso futebol ainda padece com alguns conceitos ultrapassados. Para nós, volante marca, zagueiro espana bolas e atacante ataca. No futebol moderno, o meio-campo bicolor não poderia ser considerado um setor desguarnecido defensivamente após a saída de Capanema, mas como ainda se pensa o nosso futebol e se treinam nossas equipes como há 40, 30 anos, podemos dizer que o time bicolor ficou defensivamente descompensado. O futebol moderno não comporta mais conceitos ultrapassados. Em qualquer jogo de futebol nos países do primeiro escalão do esporte, uma substituição como a que foi feita pelo Lecheva não deixaria uma equipe tão exposta como ficou o time bicolor após a saída do volante, mas, como pra nós atacante ataca e volante marca…

    5) Tanto Remo como Paysandu têm zagueiros pesados. Não sei se o gramado pesado influenciou no rendimento dos zagueiros, mas são lentos. O sistema defensivo azulino, bem como seus zagueiros, é claro, pareceram bem mais seguros. Mas penso que essa segurança é mais proveniente do esquema adotado por Flávio Araújo do que por atuações individuais impecáveis, haja visto que mesmo assim, alguma brechas foram encontradas na zaga azulina, sobretudo no segundo tempo. A zaga bicolor dispensa maiores comentários. É um setor fraquíssimo, com zagueiros que marcam a bola e que dão carrinho de primeira sem conseguirem recuperação. Precisa melhorar muito.

    Será um ano campeonato de muitos RexPa’s creio eu. O futebol paraense sente falta disso…

  30. O jogo de ontem foi o seguinte: O Remo marcou os dois atacantes do Paysandu e mais os dois meias-atacantes, estratégia de Flávio Araújo. Deu certo, e só podia dar certo porque o Remo sempre tem jogador na sobra. O Pikachu não jogou, pois faltou quem jogasse com ele e ele foi bem marcado pelo Berg [melhor apresentação dele no campeonato], quando precisou. Quando entrou o Heliton, saiu a jogada do gol chorado. Nessa hora, a sobra da zaga remista não funcionava, estava batendo cabeça com um atacante a mais. Problema resolvido, mais um contra-ataque mano a mano, entre Paulista e a defesa bicolor. Além disso, o Remo fez pelo menos umas seis ou sete jogadas nas costas do Pikachu, duas resultaram em gols. O Remo está no caminho certo e, apesar de não aprovar, o Endy jogou bem, o time está de parabéns. O NAta precisa ser mais disciplinado.

  31. Já reparei que esse André barrigudo não respeita ninguém aqui no blog! Só o dono que não viu, será que tá igual ao Lula kkkkkk

  32. Infelizmente, amigo André, o Paysandu, pela lerdeza de seus diretores, perdeu 2 grandes atacantes: Marcelo Nicácio, que caiu nas graças da torcida do Vitória e a bom a fazer gols e o Dênnis Marques, que talvez o Vandick nem saiba, mas acertou sua permanência por 1 ano, no Santa Cruz e se apresentou hoje ao clube, já que ele não tinha mais contrato com esse clube e cansou de esperar pelo Papão, assim como o M. Nicácio… Te dizer..

  33. Ei Cavalcante sofredor! Lhe pergunto o que te fiz? Porque, vocês remistas tiram sarro a torta e a direita, mais quando encontram alguém que retruca as provocações você se sente ofendido. Se não tá satisfeito mano, saia fora, vai posta no blogue da Ana Maria Braga, talvez você se sobressaia com algumas receitas de bolo podre.

  34. Caro Cláudio, e ai que você se engana meu amigo! Ontem mesmo falei com o Vandick e ele me confirmou que está negociando com o Dennis Marques, mais o problema que ele pediu pra vir pro Paysandu 100 reais mensais, sendo que ele recebe no Santa Cruz míseros 50 mil reais. O que você me diz sobre isso? Você pensa que e fácil trazer bons jogadores sem ter receita no cofre? Será se você acha que o Paysandu estivesse montado na grana, iria ter esses jogadores e teria o Lecheva comandado os mesmos? Raciocina um pouco mais Cláudio, me desculpa, mais eu to achando que você ta querendo encontrar chifre em cabeça de cavalo meu caro.
    O Remo deu sorte nas contratações que fez, mais poderia ter dado azar com as mesmas, pois você mesmo já criticou aqui no blogue o excesso de contratações tanto do teu Remo, quanto a do meu Papão, o problema e a lisura que esses dois clubes vivem amigo.

  35. Cláudio, eu não bebo amigo! Outra coisa, seria sacanagem falar de alguém que nunca fez ou disse alguma coisa contra outra, mais você sempre fez duras criticas ao Lecheva, assim como já fez também ao Charles Guerreiro e Sinomar. Ora amigo, você também tem que aceitar as criticas, ate porque você critica pessoas que nem aqui estão para se defender.
    Concordo que o Lecheva não e técnico para o meu Paysandu, eu sei que ele e limitado, mais “cada um da o que tem”, o Lecheva conseguiu o que muitos renomados treinadores tentaram e não conseguiram frente ao Papão, então e melhor deixar com que o próprio presidente do clube resolva esse ou aquele problema…Aqui no Blogue ta cheio de gente cheia de razão, falam o que querem, mais não gostam de ouvir, te contar!

  36. Há que isso, elas estão descontroladas…kkkkkkkkkkkkkkk. Calma gente foi apenas um REXPLAY neste clássico quase centenário. Olha o coração!

  37. 100.000 tb acho q eh papo furado, nunca esse jogador vale isso, qt a sorte nas contratações creio q foi muito mais competência do Flávio Araújo q sorte.

  38. Pois é amigo Daniel! No futebol moderno, ocupam-se os espaços, faz-se a marcação com os atletas que se tem em campo, independente da posição de origem deles. O conceito de futebol total que a Holanda impôs ao mundo em 1974.

    Porém, no Paysandu o que se viu com a saída de Capanema foi um imenso buraco no meio de campo. Fora o fato de que, em muitas situações ele fazia tanto a cobertura do Yago quanto do Pablo. Haja pulmão para o jovem do Salgado. Aliás, não sei se a opção por ele também pode ter sido pelo desgaste físico.

    O fato é que o Paysandu passou a marcar com apenas 5 jogadores de linha, pois nem Gaibu, Ramos, Iarley, Héliton e Rafael recuaram para recompor o posicionamento defensivo do time. Rafael inclusive parecia tão esgotado que nos 10 minutos finais chegava a ficar 15,20 metros impedido.

  39. Vou fingir que nem li o comentário de número 77!

    Amigos Daniel e Pedro, apenas estou falando o que o presidente bicolor me disse ontem, se e verdade ou mentira, a informação e dele, se ele estiver fazendo o mesmo joguinho do ex-presidente, com certeza a sacanagem será desmascarada mais a frente. Prefiro dar por enquanto credito ao Vandick, pois acho o mesmo um pessoa muita sensata, já tive a oportunidade de conversa pessoalmente por mais de uma vez, e em nenhuma deles ele se mostrou de leviano ou hipócrita em sua palavras. O problema e acreditar nos “homens”, prefiro acreditar em Deus.

  40. André não não me referi a vc e sim acho que foi papo furado do presidente sim, esse meio vive de especulações. Conheço o Vandick e procuro diferenciar o dirigente da pessoa, como presidente tem q agradar a gregos e troianos, eh muito mais cômodo dizer q o cara pediu esse absurdo.

Deixe uma resposta