Grandes de São Paulo criticam Marin

11085249A CBF, que tinha o São Paulo como seu principal aliado entre os clubes, está prestes a perder este apoio. O presidente Juvenal Juvêncio está revoltado com medidas adotadas por José Maria Marin e diz já ter ouvido Andres Sanchez sobre a criação de uma liga de clubes, de oposição à entidade. O são-paulino ataca os salários de mais de R$ 100 mil pagos pela CBF a Ricardo Teixeira, agora consultor: “É um absurdo. Isso fere a seriedade do futebol.” A informação é da coluna Painel FC, assinada por Bernardo Itri, deste domingo. Leia a íntegra do texto aqui. “Tem que cancelar o contrato com o Ricardo Teixeira. Quem paga esse salário não é a CBF, é o futebol brasileiro”, argumenta Juvenal. Questionado sobre se já se considera oposição à CBF, o são-paulino afirma: “Ainda não. Por enquanto, é apenas um queixume”.

Ele diz que se encontrou com Andres Sanchez recentemente e que conversaram sobre a ideia do ex-diretor de seleções de criar uma liga de clubes. “Acho importante existir a oposição, esse contrachoque, no futebol”, explica o cartola. O presidente do São Paulo dispara também em relação à falta de prestígio da seleção brasileira. “Antes, a convocação da seleção era manchete de jornal, mobilizava o povo. Agora você tem que dar ingresso de graça para o torcedor ir à partida da seleção. É uma loucura”, aponta. (Da Folha de SP)

2 comentários em “Grandes de São Paulo criticam Marin

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s