3 comentários em “Som na madrugada – Otis Redding, (Sittin’ On) The Dock Of The Bay

  1. Diferenças de administração entre nosso Pará e outros estados.Sonho o dia em que no Pará as leis sejam respeitadas ou se desrespeitadas as pessoas sofrerem as sanções cabíveis.

    “Policiais militares ambientais multaram duas pessoas em R$ 10 mil ontem à noite em Campo Grande/MS durante operação para combater a poluição sonora provocada, principalmente, por veículos com sons de alta potência.

    De acordo com a Polícia, durante a operação dois veículos foram flagrados estacionados em frente a um estabelecimento comercial, na Praça Agenor Carrilho, no centro de Miranda, com som automotivo acima do volume permitido por lei.

    Uma caminhonete GM S-10 e um Fiat Uno foram apreendidos e os motoristas presos. Eles foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil. A pena para o crime de poluição é de um a quatro anos de reclusão. Cada um dos infratores foi multado em R$ 5 mil.”

    Curtir

  2. Mais notícias que deveriam ser copiadas pelo Zenaldo aí em Belém:

    “A alegria dos ouvintes de música em alto-falante dentro de ônibus está com os dias contados em Campo Grande. Lei sancionada pelo prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) e publicada hoje no Diário Oficial determina que as músicas só poderão ser ouvidas mediante o uso de fones de ouvido.

    A mistura de ritmos, desde o funk ao sertanejo, nos celulares ou nos populares “radinhos” portáteis é uma reclamação constante dos usuários de ônibus. Agora, a lei determina que cada um pode ouvir sua música, mas sem compartilhar com os demais passageiros.

    Quem desrespeitar a lei poderá ser advertido verbalmente, obrigado a deixar o ônibus, perder o benefício de isenção de tarifa, como no caso de estudantes que utilizam o transporte gratuitamente, e ainda pagar multa de R$ 50. Em caso de reincidência, o valor dobra.

    No caso de infratores menores de idade, a multa será encaminhada aos pais ou responsáveis.

    A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) deverá colocar placas informando a proibição em todos os ônibus. A Prefeitura tem 90 dias para regulamentar a lei, que entra em vigor a partir de hoje.”

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s