Os tamanhos das torcidas de Fla e Corinthians

Por Mauro Cezar Pereira

Na segunda-feira, no Linha de Passe da ESPN debatemos sobre a pesquisa Datafolha, que apresentou Flamengo e Corinthians com praticamente o mesmo número de torcedores. Estranhamente o mesmo instituto, há três anos, apontava uma diferença de 6 pontos percentuais (19% a 13%). E foi o estudo da semana passada que assustou a muitos com o empate em 1% entre as torcidas de Fluminense e Portuguesa de Desportos!

A população do Brasil, segundo o Censo, em 2010, era de 190.732.694. Como a pesquisa de 2009 foi realizada no final daquele ano, utilizemos 190 milhões como número base. Por ela, eram 23% dos habitantes de nosso país sem time, ou seja, aproximadamente 43.700.000 que simplesmente não torciam. Seriam 146.300.000 de torcedores e se 19% apoiavam o clube carioca, o Datafolha então apontava o Flamengo com 27.797.000 de adeptos. O Corinthians, com 13%, teria 19.019.000.

Claro que são números aproximados, mas a diferença há 36 meses era de 8.778.000 torcedores ou algo não muito distante disso. Como tamanha vantagem rubro-negra em tal ranking do mesmo instituto desapareceu em tão pouco tempo? Importante: desde então a população brasileira cresceu em pouco menos de 6 milhões de habitantes. No dia da chegada do Corinthians ao Brasil trazendo na bagagem a taça de campeão mundial eram 196.655.014.

É, parece que o conceituado Datafolha errou em algo. Depois veio uma explicação um pouco mais detalhada, mas ainda assim nada convincente. A liderança ainda seria rubro-negra, mas a diferença entre os dois mais populares times do país teria caído para menos de 1 ponto percentual. E em apenas três anos! Não custa lembrar, era de seis pontos!!! Milhões de fãs simplesmente sumiram?

O instituto deveria revelar quais as 160 cidades pesquisadas e quantas pessoas foram ouvidas em cada uma delas. Sem essa informação não vejo como levar tal resultado a sério, pela diferença abissal em relação aos estudos anteriores, do Datafolha e de seus concorrentes. E talvez o eventual anúncio dos municípios pesquisados torne o resultado ainda menos crível. E o assunto é relevante, pois pesquisas assim podem valorizar ou desvalorizar clubes que tentam obter patrocínios e fechar novos negócios para 2013.
Aliás, a pesquisa em sua nova apresentação, com mais uma casa decimal, mostrou a Portuguesa com 0,51% (acima dos 730 mil torcedores). Mais do que Sport, Náutico, Goiás, Ceará, Fortaleza, Coritiba, Atlético Paranaense, Santa Cruz, Paysandu, Remo, Sampaio Correa, Vila Nova, Criciúma. Avaí, Figueirense… Vários clubes com legiões de torcedores que enchem seus estádios mas sequer aparecem no estudo em sua versão mais detalhada — clique aqui e veja.

Como crer cegamente que esse resultado traduza a realidade nacional? Mais parece um “retrato” de um pedaço do país. Talvez ele seja aceito por aqueles que rotulam o nordestino torcedor de um time carioca como alguém que tem na equipe do Rio um “segundo amor”. Em geral eles são os mesmos que definem os corintianos paranaenses como tão fiéis quanto os paulistas. Algo como uma interpretação conveniente. O mesmo vale para a conclusão de que uma torcida crescerá por causa de conquistas enquanto as outras encolherão. Mas a “Fiel” não encolheu durante o jejum de 23 anos sem título. Coisa mais patética! Futebol é paixão e não tem apenas uma camisa, ou duas cores.
Em São Paulo muitos não engolem o fato de o time mais popular do Brasil não ser paulista, apesar do vigor econômico do Estado. Não por acaso teve enorme repercussão na mídia paulista uma declaração nada científica de um dirigente do São Paulo quando o time ganhou o terceiro campeonato nacional consecutivo, em 2008. O cartola acariciou sua bola de cristal e cravou: em 10 anos o tricolor do Morumbi teria a maior torcida do país. Poucas vezes uma bravata foi tão destacada pela imprensa como naquela ocasião.
Pessoas assim também tentam convencer os mais ingênuos que apenas os apaixonados por determinado times são realmente apaixonados. Como se não bastasse o papo do monopólio do sofrimento, que por sinal há tempos é muito mais verde e branco do que alvinegro. A presença da Portuguesa na lista, à frente de tantos clubes populares em suas respectivas regiões, dá a forte sensação de que as “misteriosas” cidades pesquisadas foram, em grande parte, paulistas e/ou que têm forte influência do futebol de São Paulo, como as do norte do Paraná.
E existem mais pontos para você ler, parar, pensar, acreditar, duvidar… A torcida do Cruzeiro aparece quase 60% maior do que a do Atlético Mineiro e a do Grêmio 50% superior à do Internacional. Os santistas (com 6% da preferência na cidade de São Paulo segundo o Datafolha revelou em outra pesquisa de 2012) desta vez são praticamente tantos quanto os seguidores de Botafogo e Fluminense juntos. Efeito Neymar? Como apenas pessoas com pelo menos 16 anos foram ouvidas, difícil crer que esses já eleitores tenham virado casaca por causa do jovem craque. Pois é…

16 comentários em “Os tamanhos das torcidas de Fla e Corinthians

  1. Quer saber…comparar as 2 pesquisas do mesmo instituto também está errado….a pesquisa anterior estava correta?
    Esse assunto já deu…quem tinha de reclamar era Remo e principalmente Paysandu, que tem mais torcida que vários que aparecem nas 2 pesquisas…

  2. A pesquisa é estranha,sou torcedor do flu e tenho absoluta certeza que o time carioca tem mais torcida que a portuguesa.Alem disso tambem acho que a do flamengo ainda é maior do Brasil.

    Tambem discordo dessa ideia de que alguns torcedores são mais torcedores do que o de outros time,para mim aquele torcedor do paisandu que usa em um cordão com um escudo enorme no peito é tão torcedor quanto um corinthiano do capão redondo ou um torcedor do remo que vai em todos os jogos e sofre junto com o time é tão torcedor como um flamenguista do morro do alemão.

    Não existe essa de que o corinthiano é mais apaixonado do que os outros.Até um o Ibis tem torcedor fanatico.

  3. A Portuguesa esta abaixo de todos os times citados. Moro em Manaus e quando saiu pela rua vejo muitos Bicolores até parece que depois da torcida do Flamerda a do Paysandu vem em 2.

  4. Ah ta explicado…!!!! O jornalista é nascido em Niterói…
    Até quando esses jornalistas “viúvas” do Norte-Nordeste ouvintes da extinta Rádio Nacional onde se narravam apenas os jogos de times da capital Fluminense, irão desprezar o crescimento agudo de torcedores nas três últimas décadas, por times de SP??? Até quando?? Entendo que gosto e torcida não se discute,vide o próprio gosto do nosso amigo Gerson, que vezes aqui, citou jamais torcer por qualquer time da capital Bandeirante e assíduo torcedor do Botafogo, mas não sejamos desinformados e parciais… É fato que infelizmente (já que sou são paulino), será questão de tempo a torcida so Corinthians ultrapassar a do Flamengo… É fato!!

  5. Essas pesquisas encomendadas pela imprensa paulista, mais precisamente a que faz lob para equipe corintiana, perde o tempo a toa, pois todos sabemos que a torcida flamenguista e insuperável, inalcançável, jamais será superada por qualquer time do Brasil…

  6. Na verdade a torcida do Corinthians vem crescendo muito nos últimos anos mais pelo apoio da mídia (rede globo) enquanto que a do Santos cresce pelo efeito Neymar, já a do São Paulo experimentou um grande crescimento na última década mas nada que possa tirar o 1º lugar do Flamengo, que reina absoluto no Brasil. quanto ao Norte do país, a torcida que não frequenta estádios e que ser o que não é, continua sonhando, são pesquisa como essa que enganam esse pobre torcedor listrado.

  7. Valeu, camarada disse que aqui em Manaus parece que a torcida do Paysandu só perde para d do Flamengo e outra que vive iludidos são os azulinos não os Bicolores!!!

  8. Parafraseando também, se somos tão mal vistos assim em Manaus, isso e culpa do Clube do Remo, um time sem história, sem memória, sem vergonha, sem nada! Um time que vive da sombra do Paysandu, que acha que e campeão de alguma coisa, pelo simples fato de uma vez ou outra vencer um campeão como o Papão…Não se fazem campeões de um jogo só…O Remo adora tornar-se campeão em um único jogo, por isso não tem nada a se comemorar.

  9. é verdade andré , voce tem razão , agora eu so queria ver essa tua cara , nos 5 anos que vcs não sabiam o que era titulo estadual , ao qual dá acesso a copa do Brasil e consequentemente á libertadores ., tú falas em vergonha ,o teu time ganhou do boca junior de 1×0 e veio ao pará fazer a maior vergonha da historia sendo goleado com direito á gol contra ainda , sem falar que teve torcedor que nem comprou comida para ver essa maquina que tú diz que é o payssandu e simplesmente foi humilhado aqui em belém, mas como tú tem cara de ser torcedor doente e não conciente , já deve ter esquecido esse fato historico. na verdade tú devia usar fralda ainda., não sabe nada de futebol e fica falando merd… aqui.

Deixe uma resposta