O esperneio do coronel

Por Gerson Nogueira

Por ser incomum, merece destaque especial a mensagem enviada pelo presidente da Federação Paraense de Futebol protestando junto à CBF pela exclusão de clubes paraenses da recém-criada Copa do Brasil de Futebol Sub-20. Antonio Carlos Nunes de Lima, um dos mais longevos cartolas brasileiros, interpela José Maria Marin, novo sumo-sacerdote do nosso pobre futebol, questionando as razões de o Pará e a Região Norte terem sido limados da nova competição.

Argumenta, com razão, que a Copa do Brasil de futebol profissional e a Copa do Brasil de futebol feminino incluem todas as regiões. Observa que a ideia da competição é muito boa, mas que a CBF fez um gol contra ao adotar um formato tão excludente, principalmente em relação ao apaixonado torcedor nortista.

O coronel da FPF reivindica uma revisão especial no aspecto técnico, propondo que a CBF reanalise a escolha dos participantes. Infelizmente, levando em conta fatos anteriores, é quase certo que a entidade não irá alterar seu planejamento, visto que o torneio foi concebido há vários meses e houve tempo suficiente para pesar todas as possibilidades. Se o Norte não foi contemplado é porque, acima de tudo, a CBF quer evitar maiores despesas com deslocamentos de equipes.

Será, como tantas outras iniciativas, um projeto destinado a beneficiar apenas os clubes do Sul e Sudeste, justamente aqueles que garantem faturamento e fornecem jogadores para as seleções de futebol sob controle da CBF. Não deixa de soar estranho, porém, que a entidade desconheça o imenso potencial do futebol nortista, principalmente nas divisões de base. Se a intenção real é descobrir talentos, há uma contradição embutida na formulação da Copa Sub-20.

Ocorre que estamos falando justamente da CBF, entidade movida a contradições e cuja prática não prima pelo bom senso ou busca do mérito. Ao contrário, quase todos os negócios e projetos envolvendo a confederação revelam profundo desinteresse pelo lado lógico das coisas.

Não é, portanto, surpresa que o novo torneio discrimine a parte superior do mapa. Sempre foi assim e, ao que parece, levará ainda muito tempo até que isso se altere. O esperneio do coronel cairá no muro das lamentações, sem direito a atenção maior, visto que o próprio jamais se impôs como um defensor das causas regionais.

—————————————————————

Caso a velha tradição se confirme, o Remo precisa se cerca de cautelas com o goleiro do Mixto, adversário de domingo pelo mata-mata da Série D. O guardião chama-se Perereca. Como é de conhecimento público, os times paraenses costumam se atrapalhar com jogadores de nomes exóticos, como Bilau, Cabixi, Bimbinha etc. O ponto positivo é que Perereca não é atacante, mas, se a lógica prevalecer, pode vir a fechar o gol contra os azulinos.

No ataque, um paraense é a maior ameaça ao time de Marcelo Veiga. Nonato, que foi ídolo no Bahia na década passada, é o artilheiro do Mixto, que tem ainda Paulo Almeida, volante no Santos de Robinho e Diego. Outro nome conhecido é Ley, lateral que despontou no Rio Branco e esteve cotado para defender Remo e Paissandu. O técnico é Everton Goiano, que também já passou pelo futebol paraense.

—————————————————————

Alceu, volante que já rodou por uma dúzia de clubes, alguns de primeira linha, é o novo reforço do Remo. Desconfio de times que centram esforços na proteção e na cautela. Dos seis volantes que estão hoje no Baenão, bastariam quatro para uma competição como a Série D. Útil mesmo seria trazer pelo menos um armador qualificado, capaz de estabelecer a ligação entre meia-cancha e ataque.

—————————————————————

Depois da desatinada ideia de lançar uma camisa rosa, o Botafogo tirou a quinta-feira para brindar sua apaixonada torcida com nova exibição de bagunça tática e ausência de agressividade. O contemplado da vez foi o São Paulo de Ney Franco, que não se fez de rogado e sapecou 4 a 0. Poderia, com algum apuro, ter construído uma goleada até mais elástica. Jefferson, porém, foi figura destacada na partida e evitou pelo menos três gols certos.

A derrota não surpreende, mas a goleada é dolorosa. O Botafogo, que investiu muito na contratação de Seedorf, não consegue dar ao holandês um time decente para jogar. Depois de quase 60 minutos de bom futebol, apesar de poucos companheiros a ajudá-lo, o veterano craque deixou o campo, extenuado e lesionado.

A partir daí, o Botafogo entregou definitivamente os pontos, com uma defesa completamente banguela e um meio-de-campo sem forças para resistir aos contra-ataques comandados por Lucas, Luiz Fabiano e Cícero. Se no meio e na zaga, o time é sofrível, no ataque simplesmente não há nada. O Botafogo é o único time do campeonato que joga sem atacantes. Difícil ter esperanças.

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta sexta-feira, 31)

19 comentários em “O esperneio do coronel

  1. Gerson e amigos, acredito que, no objetivo de dar mais qualidade à Copa do Brasil, a CBF fez o correto.
    – O Nunes reclamar da CBF, para inclusão de clube(s) do Pará, num campeonato de base, dá até pra rir. Por aqui, onde ele manda, o mesmo não consegue criar um campeonato de base decente, que dure pelo menos 6 meses(no último campeonato, cada clube fez 4 jogos.Pode?), não busca competições fora do Pará para que as bases dos principais clubes de Belém possam participar.
    – A única coisa que o Nunes faz e, ERRADO, é limitar contratações de jogadores para os times profissionais, para forçar os clubes a utilizarem seus garotos da base, nos clubes profissionais. Coisa de quem está perdido e não sabe o caminho correto para o bem as divisões de base Paraense. É bom lembrar, que tal atitude, partiu de grande parte da mídia, os dirigentes foram atrás e ela, concordou, o que não é de se estranhar…
    – furlan e Nonato, são os dois “matadores” do Mixto e o Remo precisará ter todo cuidado do mundo com eles, além do ala Ley, que já conhecemos.
    – Se o Alceu estiver mesmo bem, fisicamente, como falou o P.Físico do Remo, ele entra fácil na vaga do Jhonatan e dará mais consistência ao meio/defesa, do Leão. O problema aí, é o ritmo de jogo.

    – O São Paulo, já tinha um time montado e está crescendo na competição, com o bom técnico Ney Franco, enquanto o Botafogo, está montando um time, durante a competição. Aí, reside a grande diferença entre esses dois times, talvez por isso, a derrota.

    – É a minha opinião

    Curtir

  2. Aliás, sobre o técnico Dado Cavalcanti, do Líder Luverdense não dar coletivos e somente treinos Táticos. Diferentemente de muitos técnicos, comparo isso, ao pedreiro, que nos dias de hoje, ainda usa barro para rebocar uma parede, ou seja, ainda não se atualizou, nesse quesito. Isso, contudo, não quer dizer que um seja melhor que o outro.
    – Um exemplo:
    2 técnicos, com apenas 10 dias de trabalho, um ministrando apenas coletivos e o outro, apenas treinos táticos, ao se enfrentarem, com o mesmo tempo de trabalho, você perceberá no time do técnico que só faz táticos, mas organização em campo e com mais chances de vencer a partida.
    No treino tático, você ganha tempo e desgasta menos o jogador. Você pode, por exemplo, fazer a parte física e ministrar o tático, sem o jogador sentir tanto, diferentemente dos coletivos, que simulam uma partida de futebol.
    – Elementar…

    Curtir

  3. Vi o “Mau dia Brasil” de hoje e confirmei a campanha ostensiva que a Globo vem fazendo, não de hoje, para a convocação de L. Fabiano para voltar à seleção de Mano e Marin.

    Posso crer que a Brahma e outros estejam por trás disso. Leandro Damião e outros que se cuidem. Hulk é certo.

    Curtir

  4. Perereca não é o maior dos problemas, vai pesar muito é a secação do pastor nos azuis. Dizem por lá que esse Mixto é quente.

    Curtir

  5. Tô com o amigo Cláudio Santos e não abro. Como esse coronel quer fazer com que a CBF inclua times do Pará se nem aqui temos um campeonato da categoria minimamente decente? Eu hein!?

    Curtir

  6. Se o Nunes está certo ou não, pra mim isso é de menos, até porque o seu esperneio é jogo de cena.

    O nome do troneio é Copa do Brasil, logo todos os estados deveriam estar representados.
    Como sabemos da falta de estrutura dos clubes, logo saberiamos que dificilmente daria pra que todos os estados se fizesse representar.
    Cbaeria a CBF com alguma boa vontade mandar oficio e perguntar do interesse de cada federação neste torneio nacional.

    Mas o critério que usaram foi discriminatório, ou seja times da 1° divisão e os 12 melhores da 2°.

    Excluindo qualquer chance de um time do Norte do país de participar do tal torneio. Antes fosse só do Pará, mas é de toda a região Norte, um absurdo, uma falta de inclusão, falta de respeito sem tamanho.
    Norte é com N e não com M.

    O campeonato se fosse denominado de campeonato brasileiro, tudo bem, mas é COPA DO BRASIL.

    Com essa desfeita que a CBF tome vergonha na cara e mude pra Copa do SUL, SUDESTE, CENTRO OESTE E NORDESTE DE FUTEBOL SUB -20, mas nunca Copa do Brasil, até aonde sei o Norte ainda faz parte do Brasil.

    Critériozinho sem vergonha que vai abrigar a maioria de times de São paulo, Rio, Minas,RGS,Paraná e alguns gatos pingados do Nordeste ( quem eles fingem que gostam ) além do melhor time do Brasil dos últimos tempos, o BOA ESPORTE CLUBE.

    Te dizer!

    Curtir

  7. Malcher, estou de acordo quanto à indecência do campeonato da base. Todavia, não considero que tal seja motivo suficiente para alijar toda uma região de uma competição (copa) que tem a pretensão de ser do Brasil. Aliás, na CB de profissionais, pelo menos até este ano, participaram clubes muito aquém de modestos e que disputam competições regionais (quando disputam) bem mais indecentes que o campeonato paraense da base.

    Enfim, considero uma afronta da CBF e acho que ela merece todos os vitupérios, até mesmo do coronel. Apesar de achar que no caso dele tudo não passa de jogo de cena. E digo isto esperando queimar minha língua como queimaram vários cronistas esportivos de Belém quando reclamaram da suposta inexistência de poder de influência dele ( o coronel) junto à CBF no caso do adiamento do jogo do Remo contra o Vilhena.

    Curtir

  8. Quanto ao Remo, creio que o grande fator de preocupação para o Clube do Remo é o desempenho de seus próprios jogadores. De fato, nada obstante não se pudesse exigir muita coisa daquele autêntico pega a pulso que foi pro jogo na quarta, é de preocupar o destino do Leão, pois o afogadilho continua o mesmo, já que de quarta pra domingo o tempo é super exíguo e há setores do time, como a zaga e a criação, que se mostram bastante deficitários.

    Quanto ao volante contratado, independentemente da quantidade deles no elenco, acho uma irresponsabilidade com o patrimônio material do Clube e com a própria torcida que é a provedora deste comportamento pródigo. Já pensou se o jogador não tiver condições de fazer nenhum jogo destes dois jogos que, a princípio, o Remo ainda tem a cumprir. É, mas o que esperar de uma diretoria que no campeonato paraense contratou uma batelada de jogadores entre o final do primeiro turno e início do segundo e se usou um deles foi muito?

    Curtir

  9. Gerson, se o CR for pegr o Sampaio na 3a e decisiva fase, terá pela frente um tal de Mimica. Se fosse atacante, hein ?! kkk Veja a escalação deles:

    O Tricolor joga com Rodrigo Ramos, Roniery, Mimica, Johildo e Deca; Robson Simplício, Arlindo Maracanã, Eloir e Cleitinho; Célio Codó e Zé Paulo.

    Curtir

  10. Rapaz é complicado analisar o critério adotado pela CBF na Copa do Brasil sub-20, pois a nesma adotou o ranking nacional, os da 1ª divisão mais os doze melhores classificados da segunda divisão, com isto excluiu os times não apenas da região Norte, mas sim de alguns estados da federação brasileira e deixando de ser representativa por todos os estados brasileiros, acredito que com o passar do tempo ela a senhora CBF mude de critério e utilize o mesmo molde da Copa do Brasil principal, onde sim tem todos os estados representados caracterizando assim uma verdadeira Copa do Brasil

    Curtir

  11. Como se não bastasse o Cláudio tentar limar os técnicos paraenses do futebol, agora quer limar também os nossos clubes de representantes na Copa do Brasil sub 20. Eu hein!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s