Teixeirão vendeu a Seleção Brasileira até 2022

Por Juca Kfouri

No dia 15 de novembro de 2011, quatro meses antes de renunciar à presidência da CBF, Ricardo Teixeira assinou, em Doha, no Qatar, um novo contrato com a International Sports Events (ISE), dando à empresa da Arábia Saudita, com sede no paraíso fiscal das Ilhas Cayman, o direito de organizar amistosos da Seleção Brasileira até o final da Copa do Mundo de 2022. A revelação está na Folha de S.Paulo de hoje, assinada por este blogueiro.

Desde 2006 a ISE é responsável pelos amistosos do time da CBF que não estiveram contidos no contrato com a Nike, num acerto que vigoraria até 2010 e que foi alterado em março daquele ano para contemplar mais 10 partidas da seleção. Teixeira assinou o novo contrato pela CBF e, pela ISE, um tal Moheyddin Kamel, que teria sido apresentado por Sandro Rossel, presidente do Barcelona.

Então, já era dada como certa a saída de Teixeira da CBF.

Rossel é investigado pelo Ministério Público do Distrito Federal por seu envolvimento no amistoso entre as seleções do Brasil e de Portugal, em 2008, quando recebeu R$ 9 milhões para organizar o jogo. O novo contrato da CBF/ISE prevê o pagamento de uma taxa fixa de US$ 805.000 pelos jogos ainda referentes ao contrato antigo e de US$ 1.050 pelo acordo que vigorará até 2022.

15 comentários em “Teixeirão vendeu a Seleção Brasileira até 2022

    1. Bem, aí o amigo terá que incluir praticamente todos os títulos do Fla, clube ao qual Teixeira era vinculado como sócio e torcedor.

      1. KKKKKKKKKKKKKKKK

        Você não perde uma né? Se ele o que você diz, então porque o mesmo não empossou o Fla campeão de 87, já que o mesmo era “torcedor, sócio e tudo mais” no Flamengo. Além disso, ele e uma pessoa extremamente autoritária e prepotente, que era o Sport Recife para reivindicar o título na gestão de Teixeira?

  1. Ei André! Só porque o Flamengo conseguiu ganhar do Vasco estais com toda essa posse? O Corinthians sempre teve time e torcida para ganhar títulos em campo. Nunca precisou dividir como aconteceu com o Sport Recife este sim legítimo campeão brasileiro de 1988.

  2. Auto lá, Gerson, não concordo. Sou antiflamenguista mas dizer que todos os titulos do FLA foram ganhos com a ajuda do Sujeira Teixeira é muita injustiça. Assisti passo a passo as conquistas dos brasileiros de 80, 82, 83 e 87 e quem assistiu viu que todos esses foram mais que merecidos porque o Flamengo tinha um timaço, invejável comandado pelo ZICO, um dos melhores camisa 10 da seleção em todos os tempos que jogava com muito amor pela S Brasileira quando estava em forma. E foi o mais injustiçado no futebol mundial porque não ganhou uma copa do mundo como merecia. Um dos culpados disso foi o arbitro do jogo Brasil e Italia , Copa 82, que desmarcou gol legitimo dele de cabeça aos 44 do segundo tempo que certamente levaria a Seleção Brasileira, a decisão e conquista do hexa e ao primeiro mundial dele. Então Gerson o Fla mereceu esses titulos. Porém se vc disser queo Flamengo escapou de pelo menos 03 rabaixamentos ja certos com a ajuda do sujeira teixeira eu concordo contigo plenamente, sem contestação.

    1. Não estou afirmando que TODOS os títulos foram roubados, Edilson. Seguramente não foi assim, mas alegar que nenhuma conquista rubro-negra foi alvo de maracutaia também já é forçar a barra.

  3. Ei Edilson Costa, obrigado pela ajuda! Afinal de contas eu só tenho 35 anos, então não me lembro de toda a história de títulos do Flamengo, mais com certeza e como você mesmo disse no início de sua fala – o Flamengo e o clube mais odiado do Brasil, assim como você disse ser anti-flamenguista, assim como o Gerson e outros aqui do blogue.
    Mais pelo menos você reconheceu que o Flamengo foi campeão sem a ajuda da arbitragem, o contrário de alguns certos times alvi-negros, sendo um do Rio de Janeiro e outro de São Paulo, este segundo e o clube mais ajudado do mundo, só perde para os times italianos e só.
    O Botafogo para mim, soa como café com leite neste embate, lhe deram um carioca encima do meu Flamengo, onde o ex-jogador e finado Mauricio fez o gol do título empurrando o defensor flamenguista e o gol foi validado, além do título mais importante da história do glorioso que foi feito pelo Em-Túlio completamente impedido contra o Santos em 1995.

    Agora eu reconheço que o Flamengo já foi salvo da degola para a segundona, mais se formos analisar a fundo, quantos e quais clubes brasileiros não já foram salvos da mesma forma?

    1. Não é bem assim, amigo Diogo. Apenas rivalidades normais expostas aqui no blog, mas tudo dentro do respeito que temos um pelo outro.

  4. Claro, claro, apenas quis realçar a perseguição que ambos fazem ao Timão e que agora trocam idéias pelo mesmo motivo em nome de seus clube de coração. Nada mais.

Deixe uma resposta