Onde está o craque que desequilibra?

Por Ricardo Perrone

Desde que assumiu a CBF, José Maria Marin foi aconselhado por seus colaboradores a se livrar de Mano Menezes com mais rapidez do que os mexicanos ao abrirem o placar na final olímpica. No entanto, ouviu sugestões para esperar um momento de revolta popular para anunciar a demissão. E o momento chegou. A perda do ouro olímpico é a bala de prata para a CBF eliminar Mano. Porém, Marin está numa saia justa. Elogiou a seleção e seu treinador durante toda a campanha nos Jogos Olímpicos. Vai ficar feio se demitir Mano agora para trazer Muricy Ramalho ou Felipão. São os dois nomes estudados.

Definir quem vai ser o treinador do time nacional em 2014 não é o maior motivo de preocupação que a derrota em Londres deixa para os comandantes do futebol brasileiro. Se não estão, eles deveriam estar mais preocupados com Neymar. O craque foi um gigante até as semifinais. Na final,  acordou no segundo tempo, mas não foi letal. Foi tão comum a ponto de isolar a bola aos 13 minutos do segundo tempo como qualquer outro faria.

Não se pode jogar nele a culpa pela derrota. Mas o que se espera de um atleta de seu nível é que desequilibre quando o time não vai bem. E ele não fez isso. Como não fez na final do Mundial de Clubes da Fifa, pelo Santos, contra o Barcelona. Também não foi capaz de fazer seu time passar pelo Corinthians na Libertadores. Mano ou quem for o treinador em 2014 precisa descobrir o que acontece. Não parece coincidência. Na Copa, muito mais do que contra os mexicanos , o Brasil vai precisar do Neymar que desequilibra. E ter no banco um técnico que dê conta do recado é mais fácil do que achar um jogador capaz de salvar o time num dia ruim.

18 comentários em “Onde está o craque que desequilibra?

    1. Também acho que Neymar foi prejudicado, deveria ser usado como um jogador de mobilidade. Não creio em Muricy como substituto de Mano. O mais cotado, disparadamente, é Felipão. Só não assume se não quiser.

  1. Muricy recusou a seleção meses atrás porque já sabia que o futebol brasileiro não tem mais bons jogadores. Felipão, que não é bobo, provavelmente recusará também – não tem mais alguns foras de série de 2002. Agora começam a dizer que a solução é mudar de técnico, uma utopia. Mas e o time?

    A geração atual é paupérrima – não temos mais jogadores de destaque mundial. Neymar, este engodo, a cada partida se mostra mais limitado. Foi um jogador comum nesta Olimpíada. Cadê os dribles? Basta ser marcado que seu futebol desaparece… Chamou a atenção como ele, Oscar e Damião eram desarmados facilmente pelos mexicanos. Diante desta turma, o Hulk até parece craque, mas é outro perna-de-pau. Vive da força física, das arrancadas, dos chutes de longa distância. Quando precisa de um drible para “clarear” a marcação, de um lance de efeito, enche-se de pernas. Pato é outra fraude. Se machuca mais que o Ganso, outra invenção da mídia.

    Técnico é o menor dos problemas. Tem gente que fala até em Guardiola, mas com esse elenco não dá. Ainda bem que não terá de disputar as eliminatórias, pois não se classificaria…

  2. Amigos eu não sou tão velho assim, mas sou do tempo que a Seleção não tinha segredos nem p/ os seus adversários, pois todos já sabiam como vinha, só não sabiam o que seus craques iam fazer, pois de tudo eram capazes.

    Hoje o que vimos foi uma Seleção estranhamente mal escalada.

    Como levar o Hulk, jogador com mais de 23 anos pra ficar no banco?
    Como não voltar pro tudo ou nada, se terminou o 1° tempo perdendo ?( o Savoia da Record ainda estava preocupado com prorrogação, te dizer ).
    Oscar estava mal, estava visível isso.
    E o Lucas no banco, sem comentários…

    O Juan com toda sua ruindade ganhou uns pontos, pois aquele lateralzinho de meia tigela, começou errando e terminou fazendo graça, merecia uns cascudos mesmo.

    E o Neymar, estava sem inspiração, parece que algo estava errado com ele, contrariádo com alguma coisa, igualzinho contra o Corinthians, deixou a desejar mesmo.
    Mas esperar que ele jogue, se o resto do time não estava bem, é muito peso.

    Acho que perdemos pro tecnico, mas o fraco rafael deu uma bela colaboração, onde ele joga? Inglaterra, onde se aplaude o feio e vaia o bonito, tá explicado.

  3. Não se pode colocar a derrota na conta de apenas um jogador. O time jogou mal mesmo, não mostrou conjunto e se portou de forma açodada. Some-se a tudo isso a incompetência e a limitação técnica do treinador, aí a vaca só poderia ir para o brejo.

  4. Nossa seleção parece os índices oficiais do governo que medem a inflação. Nunca é real, mas faz transparecer que é boa.

    1. Diogo, não há tempo para uma adaptação de um técnico estrangeiro ao futebol brasileiro. Faltam menos de dois anos para a Copa. Concordo que ideias novas podem ser muito benéficas para o nosso futebol, mas isso requer mais tempo de trabalho.

  5. Nesta em tenho que concordar com o amigo Cláudio. A seleção precisa de um bom técnico de fora e jogadores, também.

  6. Felipão já assumiu a seleção em uma situação até pior do que essa e deu conta do recado.É o melhor nome na minha avaliação.

  7. Uma seleção precisa de tempo para treinar e entrosar o time. Independente de quem vai ficar no comando, juntar em cima da hora não dá.

  8. O problema confrade Rafael é que não temos uma safra digna e nem treinadores de quilate. Felipão recentemente ganhou uma Copa do Brasil com um esquema bate-estaca tal e qual Muricy no São Paulo, Tite no Corinthians e Abel no Fluminense. Mais uma vez volto a dizer que nosso problema é conceitual. E o que é pior, não há um fora-de-série onde a canarinho possa escorar o seu mal futebol. O Savóia e o Romário foram de um extrema felcidade ao afirmarem na transmissão da derrota para os mexicanos que o futebol da amarelinha é o reflexo do fraco e descaracterizado futebol praticado por nossos clubes e defendido por seus treinadores.

  9. Talvez não seja o esporte mais indicado para se fazer uma comparação no atual momento da seleção, mas no jogo de xadrez as peças são as mesmas nas mãos dos adversários, neste caso, o que vale é a cabeça de cada um. O xeque-mate depende da habilidade de deslocar as peças sem dar chance ao adversário do revide!
    Como estamos em cima da hora para a Copa, e temos este jogador de xadrez, na minha opinião é chegada a hora de passar o tabuleiro para o Felipão,ele sabe tirar leite de pedra como ninguém!
    O Palmeiras não é e nem foi esta maravilha na Copa do Brasil, mas o cara, mesmo com um time limitado, conseguiu o seu objetivo, ser campeão e é isso que nos falta no presente!

  10. Não podemos jogar a culpa da derrota sobre o Neymar. O lance do gol relâmpago foi fruto do erro do mais fraco do elenco em campo.
    As qualidades de Neymar são inquestionáveis!, mas colocá-lo em campo quase que totalmente isolado peça esquerda e que ao pegar na bola já apareciam três marcadores e nenhum brasileiro no apoio aí meu amigo fica duro jogar sem mencionar que muitas jogadas foram paradas na base da falta e que a fraca atuação da arbitragem britânica deixou rolar.
    Acredito no futebol de Neymar e com um acompanhamento certo ele renderá mais frutos positivos futuramente!

  11. Desde os tempos de Romário em 1998 em Seul, que a nossa seleção brasileira amarela em uma final olímpica. Após isso, somente outro craque brasileiro poderia quebrar essa escrita, Ronaldo fenômeno, mais mesmo assim em 1996 o mesmo caiu com a seleção frente a forte seleção nigeriana em Atlanta e depois em 2000, perdeu novamente para uma seleção africana, desta vez foi a seleção de camarões e mais uma vez o sonho do ouro olímpico ficou para outra oportunidade.
    Agora foi a vez da seleção de Neymar, o protagonista da vez, mais uma vez deixou a desejar e nada pode fazer para mudar esse melancólica e triste estória para o futebol brasileiro.

  12. Na minha humilde opinião os verdadeiros culpados por mais esse fracasso da seleção e a amarelão( mustura de amarelo com fiascão) do Neymar em mais uma decisão foram a midia, os contratos milionários do Neymar que o deixaram milionário da noite para o dia, a imaturidade do Neymar, a fraqueza igual caldo de Go desse treinador Mano!!!!???, e principalmente pelo futebol ter se tornado um esporte competitivo, mais coletivo que exige mais preparo fisico dos atletas e esporte milionário ou que pode enriquecer desconhecidos atletas em curto espaço de tempo. E a minha explicação para isso é simples: Craques de verdade no futebol brasileiro como o Rei Pelé precisou mostrar e ganhar muitos titulos e glórias no futebol brasileiro e mundial para se tornar um milionário com o futebol. E isso so ocorreu depois dele ralar muito, jogou nos EUA fazer empreendimentos, investir para conseguir fama e riqueza. Com 17 anos Pelé ja era campeão Mundial contribuindo para decivamente para o titulo de 58. Outros verdadeiros genios igual ele como Garrincha, Didi, Nilton Santos, os craques da seleção de de 1970 e outros mis novos como Zico, Dinamite, Romário ganharam suas independencias fianceiras mas não chegaram nem perto de serem milionários, porém praticaram o verdadeiro futebol brasileiro e ganharam grandes conquistas antes disso. Ou seja, primeiro cresceram para depois aparecerem. Hoje é o contrário disso. Muitos outros gênios ainda no Brasil nunca alcançaram nem vaga na seleção. Mas hoje em dia o que a gente vê são jogadores fazerem belo gol num lance de sorte ou ruindade do adversário ou darem um bom “drible” por mero acaso como aquele que Ronaldinho deu No ja velinho Dunga que a midia ja trata de endeusar e supervalorizar esse desconhecido jogador, o qual através de empresários inescrupulosos consegue assinar contratos milionários com os clubes, ficando rico da noite para o dia sem ainda merecer tanto. É o caso do Neymar , Ganso( o rei da contusão), Pato, Ronaldinho Gaucho, Kaka e CIA. A lógica se é que ela existe é um promissor jogador se dedicar, aperfeiçoar e se preparar no futebol para ganhar titulos, conquistas e a partir daí merecidamente ganhar riquezas. Se jogadores como Neymar conseguiram tudo isso sem mostrar ou ganhar quase nada, não tem tem lógica esses jovens atletas suarem no futebol e se arriscarem em contusões sérias para conseguirem riquezas que ja possuem Ou ganharem vagas reservadas excusivemnte na seleção que eles também ja possuem. Quem não é capaz de lembrar a pressão sobre humana que fizeram para o Dunga convocar Ganso , Neymar Ronaldinho Gaucho e Pato para a Copa da Africa? e como ele ……acertadamente não convocou( o tempo prova que ele estava certo) foi fritado e envenenado junto a nação brasileira por toda a imprensa nacional. Dunga podia não ser o treinador ideal para a seleção mas era comprometido com nosso futebol e se foi mal na copa concerteza não passaria da primeira fase se convocasse esse trio como a midia queria a todo custo. Porém se o novo treinador não levar esse trio para a Copa 2014 ele tmbém será fritado e tido como um antipatriota. Romario falou nas entre linhas direcionado a quem comdará a seleçao na Copa 2014 após a derrota para o Mexico uma coisa que parece alerta: ” Temos jogadores atuais que podem ser aproveitados na Copa 2014 como ocorreu após as olimpiadas de 84 em Los Angeles, mas se até la aparecerem melhores, tem de ser feita a substituição ou a inclusão”. Pelo meu entendimento, Romário na sua experincia e pelo que viu, mesmo citando alguns nomes que podem ser aproveitados, não confia muito nesse grupo e não considera nenhum com vaga reservada garantida para a Copa 2014. Eu faço a mesma idéia que ele

Deixe uma resposta