Fujam para as montanhas!

O músico baiano Carlinhos Brown promete lançar um “disco de Copa” para o Mundial de 2014 a ser realizado no Brasil. “Estamos com oito músicas prontas. Vamos lançar um ano antes, em 2013, senão ninguém vai saber as músicas quando a Copa chegar”, ameaça o agitadíssimo presepeiro baiano. 

Te contar…

18 comentários em “Fujam para as montanhas!

  1. Com a devida licença do Gerson informo a quem interessar, que este blog é reproduzido na integra no site da ACLEP onde encontramos materias assinadas pelo Castilho, Expedito, J.Cunha,
    Claudio e este amigo de vcs. Quem quiser contribuir basta acessar
    aclep@aclep.com. br “

  2. Não concordo com vc GN, o CB é sim um músico da afromusic baiana e brasileira, contestá-lo, seria o mesmo que falar mal do rock americano.

    1. Meu caro Otávio, não questiono gostos musicais e respeito quem goste de Brown. Comparativamente, não é pior que Michel Teló, breganejos em geral ou mesmo o axé velho de guerra. A música brasileira comporta tantas vertentes e caminhos que toda e qualquer manifestação deve ser acatada. Mas que ninguém me obrigue a gostar das presepadas de Brown.

  3. Crio coragem e entro no rock da madrugada pedindo ao Gerson , se possivel, executar ” WHAT D’I SAY ” com Ray Charles ou Tony Sheridan. Vale recordar.

  4. Falando em michel teló assisti o clipe de “ai se eu te pego” no youtube e fiquei tonto de ver tanta mulher bonita no bailão em que o clipe foi feito.

    porra se as baladas de lá forem daquele jeito aquele fdp do josiel até que tem razão de dizer que as paraenses são feias.

    aliás perto daquilo as paulistas, as baianas, as cariocas, as candangas, as americanas, as francesas, as …, as…..

    é muita gata junta numa balada só. hehehehehe

    tem uma loira lá que é uma deusa.

    vale conferir.

  5. ah, sim…Afromusic bahiana…de uma importancia fundamental pra arte conteporânea. nem dá pra comparar com rock ‘americano’; tá a anos luz de distaancia

    1. Rosivan, pega leve, meu camarada. Minha crítica não tem qualquer ranço de ordem racista, nem faria sentido. A questão é de gosto musical mesmo. Se serve de consolo, desgosto igualmente de Teló, Brown, Lenine, Bel Marques, Vanessa da Mata, Cráudia Leite, Jorge Vercilo & cia.

  6. Jornalista tem sim direito de exprimir suas preferências, até porque blog é blog, algo meio informal feito pra isso, também. Só que rock do bom é o britânico, e dos antigos de preferência. Desculpem mas é a minha opinião, como diria o Columbia (como diria o pastor)…

  7. Fiquei muito surpreso com o desgosto do Gérson pelo Lenine.Não que esteja discordando dessa preterição do Gerson,é porque ele é um compositor que em geral encontra boa aceitação entre um público com um gosto mais refinado como é o caso do escriba baionense..

    1. Rafael, considero o pernambucano um excelente marqueteiro de si mesmo, nada mais que isso. As músicas são fracas, as letras ruins. Não consigo ouvir nada feito pelo Lenine, tenho anticorpos. Mas, por razões de pluralidade, respeito a opinião de quem curte o cara.

Deixe uma resposta