Senado aprova plebiscito para criar Tapajós

Como combinado, o plenário do Senado aprovou na tarde desta terça-feira o projeto que prevê a realização de plebiscito sobre a criação do Estado de Tapajós, que seria uma divisão do Estado do Pará. A matéria já foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Em 5 de maio, o plenário da Câmara já havia aprovado um decreto legislativo que autoriza realização de plebiscito sobre a criação de Tapajós, a oeste do Pará, ocupando cerca de 58% da área total do Estado. Ao todo, 27 municípios estão previstos para o novo Estado, que teria Santarém como capital. Após a promulgação da proposta pelo presidente do Congresso, José Sarney (PMDB-AP), o plebiscito pode ser realizado em até 6 meses, de acordo com a organização da Justiça Eleitoral. Como se sabe, Sarney é parte interessadíssima no fracionamento do Pará.

A sorte está lançada, paraenses. Chega de hesitações e disfarces: é questão de ser a favor ou contra o esquartejamento da terra em que nascemos. Existem aventureiros ávidos por se apossar deste Estado, usando os mais diversos pretextos. Os verdadeiros paraenses não podem se omitir.

23 comentários em “Senado aprova plebiscito para criar Tapajós

  1. AS LIDERANÇAS POLITICAS DO PARÁ SAO FRACAS OU SAO CORRUPTAS DEMAIS….QUEM RESPONDE ESSA DIFICIL QUESTAO….

    Curtir

  2. Rosivan, não podemos ficar na dependência dessas tais “lideranças políticas” – institucionais. As forças vivas da sociedade civil devem se mibilizara agora. Sem vacilação.
    O que pensam as entidade ambientais?
    O que pensa o movimento estudantil? Onde estão os Centros Acadêmicos, os DCEs? Onde está a UPES/PA e a UEE/PA?
    O que pensa o movimento sindical (de produtores diretos e patronais)? CUT/PA, Força, Federação da Indústria, do Comércio etc.?
    O que pensa a OAB/PA, o CORECON, o CREA, o CRC, o CRM?
    O que pensam os trabalhadores e os donos da mídia comercial?
    O que pensa a academia? O que pensam as lideranças intelectuais?
    O que pensam os artistas locais?
    É hora de saber se esse pessoal todo pensa!!!
    Precisamos de uma articulação entre trabalhadores rurais e urbanos para tomar o Pará nas mão – como fizeram os Cabanos históricos. Agora com um projeto de integração e gestão territorial, voltado para a inclusão social e econômica!
    Onde e quando teremos a primeira manifestação de massas?
    Por um Pará integrado e íntegro!!!

    Curtir

  3. Os “Jack” estão mobilizados e articulador e o povo?
    O que pensam as forças vivas da sociedade civil do Estado?
    Qual vai ser a posição do movimento ambiental do Pará?
    O movimento estudantil do Pará vai assumir alguma posição?
    O que pensam os Centros Acadêmicos, os DCEs, a UPES, a UEE/PA?
    O movimento sindical do Pará vai assumir alguma posição?
    O que pensam a CUT/PA e a Força?
    Qual vai ser a posição dos conselhos profissionais?
    O que pensam a OAB/PA, o CREA/PA, o CRM/PA etc?

    Onde e quando teremos o primeiro núcleo de mobilização do Pará Integrado e Íntegro?

    Curtir

  4. “Todas as lideranças (dos trabalhadores rurais) no Pará já foram ameaçadas de morte”, disse um dirigente “jurado” do MST.
    Com a tal divisão do Estado “o bicho vai pegar” mais ainda. Os eufemisticamente chamados ruralistas – autênticos empresários da destruição florestal – vão se sentir com mais liberdade para desenvolver suas atividades criminosas. Não tenhamos dúvidas: a impunidade vai aumentar para esse tipo de gente.

    Curtir

  5. Alem do Pará querem dividir também:
    Amazonas, Maranhão, Piauí, Mato Grosso, Bahia e transformar Oiapoque no Amapá em TF.

    Ou é muito amor ou muita ganância. Eu hein!!!

    Curtir

  6. Já não basta o nosso minério que o Sarney desviou para o Mara-
    nhão,e agora quer as terras,também?!Onde estão o Jáder,o Flecha,o Vic,a D. Elcione,o wlad,o Mário Couto,e tantos que dizem que amam o nosso Pará?..

    Curtir

  7. É isso aí, André. Viva o Pará unido, abaixo o esquartejamento. Vamos atropelar os aventureiros.

    Curtir

  8. É muito oportunismo, meu caro Edson. Os líderes da insurreição são todos forasteiros, gente que se abrigou aqui no generoso Pará, enriqueceu e – não satisfeita – quer enriquecer ainda mais. Deveriam voltar para os Estados de origem e propor divisões por lá. Mas aqui no Pará, não.

    Curtir

  9. Tocou na questão crucial, Vicente. A mobilização tem que partir das forças populares. Sem isso, a batalha será inclemente.

    Curtir

  10. Parece até proposital, Vicente. Não se vê ninguém articulando comitês, núcleos de reação e conscientização, debates etc… A briosa OAB prefere se submeter a falsas mobilizações e faz que não vê a ameaça que bate às nossas portas. Se o esquartejamento for aprovado, o Pará simplesmente desaparece como Estado, fica reduzido a 25% do território atual, herdando a parte podre da partilha. Todas as principais entidades seguem mudas e inertes, ninguém estrila. Quando se abrir os olhos, pode ser muito tarde.

    Curtir

  11. Gerson, proponho que senhores como você, Franssinete, Prof. Veiga do Bilhetim, Lúcio Flávio Pinto, Bacana e tantos outros, formassem uma rede blog contra a divisão do Estado. Por aqui passam muitas e muitas pessoas, e a opinião de vocês tem muita força, então, proponho que tal vocês se reunirem e fazer isso? abraços! VIVA O PARÁ!

    Curtir

  12. André, com ou sem rede, já estou a postos aqui nesta trincheira desde o ano passado, quando o bumbo da divisão começou a tocar. Pará unido, sempre!

    Curtir

  13. Os Jack’s são poderosos, estão unidos e determinados. O povo só é o povo, fácil de manipular, por uma cesta básica e umas geladas, tudo morre. As entidades de classe estão desacreditadas e sem lideranças confiáveis, o governador por exemplo, se esconde e diz que não tem opinião formada, então esperar o quê? Eu particularmente sou contra, principalmente do jeito em que está dividido, os Jack’s escolheram o filé e deixaram as vísceras pro futuro Pará.

    Curtir

  14. GERSON VC PODE COLOCAR AQUI NO SEU BLOG A DIVISÃO DE PESSOAS APTAS A VOTAR? POR EXEMPLO ACREDITO QUE 80% DOS ELEITORES DA REGIÃO QUE INTEGRA O TAL PARÁ QUE QUEREM NOS DAR VOTARÃO CONTRA A DIVISÃO E AS OUTRAS DUAS REGIÕES DEVERÃO TER VOTAÇÃO MACIÇA PELO DESMEMBRAMENTO. SEI QUE ANANINDEUA, BELÉM E MARITUBA TEM GRANDES COLÉGIOS ELEITORAIS.

    Curtir

  15. acho que nos do oeste do para temos o direito de reivindicar o estado do tapajos.tendo santarem como capital.

    Curtir

  16. Mais que falação esse bom combate exige muita AÇAO. Mostrar aos habitaqntes dos municpios que estão sendo arrolados, melhor, enrrrolados, para formação do Tapajps e dos Carajás. que a estrurura administrativa dos pretensos estados será montada em Santarem e Marabá . Sendo impossivel mudar a geografia física, esses municipios continuarão distantes das sedes de seus governos. Enquanto me for permitido continuarei com postagens ligeiras mas frequentes.

    Curtir

  17. Que tal ao invés de plebiscito para dividir o nosso Pará, tivessemos os seguintes plebiscitos:

    Voto facultativo? SIM!

    Apenas 2 Senadores por Estado? SIM!

    Reduzir pela metade os Deputados Federais e Estaduais e os Vereadores? SIM!

    Acesso a cargos públicos exclusivamente por concurso, e NÃO por nepotismo? SIM!

    Reduzir os 37 Ministérios para 12? SIM!

    Cláusula de bloqueio para partidos nanicos sem voto? SIM!

    Fidelidade partidária absoluta? SIM!

    Férias de apenas 30 dias para todos os políticos e juízes? SIM!

    Ampliação do Ficha-limpa? SIM!

    Fim de todas as mordomias de integrantes dos três poderes, nas três esferas? SIM!

    Cadeia imediata para quem desviar dinheiro público? SIM!

    Fim dos suplentes de Senador sem votos? SIM!

    Redução dos 20.000 funcionários do Congresso para um terço? SIM!

    Voto em lista fechada? NÃO!

    Financiamento público das campanhas? NÃO!

    Horário Eleitoral obrigatório? NÃO!

    Maioridade penal aos 16 anos para quem tirar título de eleitor? SIM!

    Curtir

  18. Pessoal, concordo com tudo o que é dito contra a divisão do Estado.
    Não, podemos esperar por ninguém.
    A luta tem que começar por nós, paraenses de verdade.
    Vamos entrar no site www,oparaense.com.br e votar contra, para mostrarmos a nossa força.

    Curtir

  19. Ano PASSADO EU POSTEI AQUI QUE ESSA LUTA É INGLÓRIA,O SAPÃO BARBUDO QUER E VAI CONSEGUIR SEPARAR O PARÁ.O G.N TEM RAZÃO O PARÁ VAI FICAR COM A PARTE POBRE.SEM AS RIQUEZAS MINERAIS E COM A MAIOR POPULAÇÃO…VAI SER DIFICIL E TALVEZ ASSIM COM ESSA LUTA OS PARAENSES SE IRMANEM E LUTEM.HORA DE MUDANÇAS PARAENSES…HORA DE SE DESAMARRAREM DAS IDÉIAS NEFASTAS DO ATRASO E LER A REALIDADE .HORA DE REPELIR DURAMENTE ESSA SEPARAÇÃO…PELO MENOS TENTEM…AGORA QUE JÁ SOU CASADO COM UMA PARAENSE E COMO ELA É UMA RARISSIMA EXCEÇÃO NO QUESITO CIVILIDADE E COMPORTAMENTO…POR ELA ,PELA DOR DELA DOU MEU APOIO.AFINAL POR ELA E POR MEU FILHO QUE VAI NASCER EM BUENOS AIRES ,MAS TERÁ DUPLA CIDADANIA ,TALVEZ UM DIA EU ENVELHEÇA EM BELÉM…LÁ NA ILHA DO ALGODÃO…PRAIAS QUASE NATURAIS E PARADISIACAS.LONGE DE CARROS E CELULARES…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s