Prefeito de Manaus insulta moradora paraense

Da Agência Estado

O prefeito de Manaus (AM), Amazonino Mendes (PTB), discutiu hoje com uma moradora de uma comunidade onde morreram uma mulher e duas crianças soterradas sob um barranco.
O prefeito disse que as pessoas na comunidade Santa Marta, na zona norte da capital amazonense, ajudariam a prefeitura “não fazendo casas onde não devem”, ao que uma moradora não identificada retrucou: “Mas a gente está aqui porque não tem condição de ter uma moradia digna”. O prefeito respondeu: “Minha filha, então morra, morra”.

Depois, a moradora disse que, se era assim, “então vamos morrer todos”, ao que o prefeito questiona sua origem. Quando ela responde ser do Pará ele encerra a discussão dizendo: “Então pronto, está explicado”. A discussão foi ao ar na íntegra no da jornal TV Amazonas, filiada da Globo. A assessoria de imprensa da prefeitura não comentou o caso, mas disse que a Defesa Civil Municipal está cadastrando as pessoas na área de risco para providenciar casas alugadas.

O quadrúpede em questão não merece holofotes, mas o abuso discriminatório precisa ser denunciado. Abaixo o video da presepada:

89 comentários em “Prefeito de Manaus insulta moradora paraense

  1. É sempre assim amigos, naquela terra, as “autoridades” pensa em crescer passando a perna nos outros e tripudiando em cima de Brasileiros de origem Paraense, esquecem eles, que aquilo um dia já foi parte do Grão Pará, talvez por isso a mágoa, agora custa-me acreditar em conduta parcimoniosa dos MP’s Estadual e Federal, haja vista, que essas demandas não são de hoje.
    É bom o Sérgio cosme botar as barbas de molho e os jogadores também, ali, tem de jogar muita bola e também sair na Porrada, se for o caso, se não quiser sair de lá, avacalhado.
    Quanto ao prefeitinho de manaus, é bom baixar a bola, pois tem telhado de vidro, esquece ele e as autoridades todas daquele estado, que vivem de renuncia fiscal do Estado Brasileiro, renúncia essa suatentada pela miséria que assola a casa de milhares de Brasileirinhos, de Itacoatiara prá cima e também pro lado do rio negro em diante, uma vez que os incentivos(renúncia fiscal) da Zona Franca de manaus, são exclusivamente, praquela cidade.

    Curtir

  2. O problema é que os amazonenses, mesmo com todos os beneplácitos que lhes são oferecidos para não abandonar a região, sentem-se territorialmente segregados do resto do país e isto os incomoda e muito.

    Tem problemas de identidade não sabendo ao certo se são brasileiros, venezuelanos ou sei lá mais o que. Daí a ira de uma anta como esse tal de Amazonino, que sem ter como justificar publicamente sua incompetência, encontra como saída o achincalhe e o desrespeito a uma cabocla paraense que o peitou.

    Com esse tipo de governante, só posso sentir pena do povo amazonense que quero acreditar não ser tão mal educado assim, mas fica difícil diante das circunstâncias.

    Curtir

  3. “Então pronto, tá explicado”.
    Tá explicado, tá reclamando e lutando por seus direitos, por um moradia mais digna, pq é paraense. Pq se amazonense fosse, teria ficado de bico calado, sem nada falar. Parabéns àquela paraense anônima que peitou aquele cafajeste.

    Curtir

  4. O vereador de Belém Gervásio Morgado é do mesmo time deste prefeitinho, ao se referir sobre os trabalhadores da construção civíl, soltou esta pérola,” quem manda não estudar”. Estes são os políticos que elegemos, só quero saber pra onde eles vão levar o dinheiro acumulados na vida?

    Curtir

  5. Essa corja de safados no poder apenas externam o que muita gente pensa mas não diz. Autoridade (pública) é quem está autorizado – legitimado. Afirmo que não é o caso dessas mandões de currais, reprodutores no Séc. XXI do pensamento político medieval.

    A propósito:
    O famoso inquérito que envolve, entre outros, o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), o governador Simão Jatene (PSDB), o ex-governador Almir Gabriel e o prefeito de Belém, Duciomar Costa (PTB-PA) recebeu novo tratamento.
    O ministro Celso de Mello (STF) determinou “a realização de perícia técnica para verificar se os procedimentos licitatórios foram regulares e se os valores pagos à Engeplan – Engenharia e Planejamento Ltda. estavam de acordo com os preços de mercado.”
    Serão analisados, entre outros, as concorrências e os contratos das obras do Mangal das Garças, restauração e reforma do Presídio São José, o projeto de macrodrenagem da bacia do Una e as obras da avenida Independência.

    Curtir

  6. A birra dos amazonenses é principalmente com quem mora na região que quer se tornar o Estado do Tapajós. Por ser a região mais pobre do estado muitos vão para o Amazonas, principalmente Manaus. Só um exemplo: o ex-governador Eduardo Braga é de uma daquelas cidades da região extremo oeste.
    Ele é o Jader Barbalho de lá. É envolvido em um monte de maracutaia, mas o povo sempre vota neles. Pobre dos eleitores paraenses que votam no Amazonino e no Jader.

    Todo eleitor mal iformado tem seu Jader e seu Amazonino. Bem feito!

    Curtir

  7. já que estamos perto do recorde de um milhão, alguém ou o próprio Gerson poderia me informar qual assunto teve recorde de comentário e qual foi esse assunto?

    Curtir

  8. Qualquer semelhança com o Justo Veríssimo, do Chico Anysio, não é mera coincidência – “eu quero é que pobre se exploda!”. Só que dessa vez esqueceu que tinha uma câmera ligada. Pilantra!

    Curtir

  9. Não se deve lançar ira aos amozonenzes por revolta a uma figura pública mal preparada. Somos todos nortista e temos que somar forças.

    Curtir

  10. Tb sempre escutei historias de preconceito contra os Paraenses, e nunca escutei um Paraense ofender algum Amazonense, quando vejo um tanto faz pra mim. Tb queria saber pq eles têm uma birra com a gente?

    Curtir

  11. Não, não posso entrar nessa. É vil, é baixo, não merece respota. Fiquei estarrecido quando tomei conhecimento. Devemos continuar receptivos como sempre fomos com todos os que aqui chegam, até porque o Brasil não termina no Pará, basta olhar a Bandeira Brasileira. Respeitemos os dotes$ politicos do alcaide manauara que nascido em Boca do Acre vem a$$ombrandoo na politica amazonense.

    Curtir

  12. Concordo, mas penso que não irão se indispor, Berlli, um dia podem precisar desse pilantra para um desses conchavos políticos. Os daqui não olham nem pro nosso sofrido interior, salvo em época de angariar votos. A bola talvez esteja com a imprensa, uma nota de repúdio, um edital, não sei…

    Curtir

  13. “…Depois, a moradora disse que, se era assim, “então vamos morrer todos”, ao que o prefeito questiona sua origem. Quando ela responde ser do Pará ele encerra a discussão dizendo: “Então pronto, está explicado”. …”

    Acho engraçado ainda darem ibope pra esse verme chamado Amazonino Mendes, pessoa que simboliza tudo o que há de pior na política do Brasil.

    O que tá explicado? pela nossa irmã paroára?

    – Que o melhor governador que o Amazonas teve foi um paraense?

    – Que foi um paraense que implantou a primeira fábrica da zona franca (Max Teixeira), a Brinquedos estrela? Já que antes era apenas um hiper-mega-super-camelódromo?

    – Que a refinaria da Petrobras leva o nome de um paraense que a construiu (Issac Sabbá)?

    -Que a maiora do corpo Tecnológico das fábricas são formadas por mineiros, paulistas cariocas e PARAENSES? Com excessão das fabricas de quintal e da Brastemp?

    Ora, pessoal, morei em Manaus, e é claro a discriminação com os papa-xibés. Eles se encomodam até com o nosso chiado na fala, motivo esse que me fazia arrastar mais ainda o esse(S)!
    Só que o paraense não se intimida, e eles sabem disso, e como nada podem fazer apelam pra ofensa. Coisa típica de colonizado!
    Quanto ao Amazonino, em Manaus todo mundo sabe que ele não gosta DAS paraenses, mas DOS paraense e dos GogoBoys de são paulo ele adora!

    Manaus? Aquilo é outro mundo. Aquilo é a vanguarda do atraso!

    Ou como dizem os mineiros : Manaus é a sucursal do inferno!

    Curtir

  14. Elas por elas. Em toda a região sul do nosso estado existe um preconceito enorme com quem vem principalmente do MT e GO. São chamados principalmente de forasteiros. São também arremedados pelo sotaque, quem vem do Sul é chamado de gaúcho, tratamento igual ao nordestino que em SP é chamado de paraíba. Não sei porque tanta raiva. Por aqui fazemos o mesmo, sem contar com os nordestinos que em algumas cidades do nosso estado é conhecido como arigó, pão duro, sovina, e por aí vai.

    Curtir

  15. Pô Saulo, até que tu tens razão, mas um prefeito fazendo isso cara a cara com o cidadão pobre?! Não é de indignar, não?

    Curtir

  16. O pará, por suas autoridades constituídas, precisa tomar duas atitudes: (a) dirigir um protesto formal ao Amazonino; (b) procurar dar o bom exemplo, tratando melhor os paraenses.
    A propósito, o paulista também é bicho que se acha. Teve um, certa vez, que num acesso preconceituoso, se referiu a certo time paraense tachando-o de núvem passageira para a gargalhada dos outros que lhe acompanhavam.

    Curtir

  17. A parada é seguinte: trabalhei em uma empresa na qual Manaus fazia parte de minha gestão, então uma semana por mês estava em manaus, só vcs estando lá pra ver como eles disccriminam o paraense, chega a dar porrada e morte.1 em cada 5 moradores de manaus é paraense isso dá cerca de 250.000 paranses morano lá, a maioria vai em busca de emprego naa zona franca, pois até bem pouco tempo atrás éramos melhor formado que eles ( não sei como esta agora ), ou seja, muitos paraenses eram chefes de amazonenses, isso era de fuder pra eles. mas é claro que nem todos os paraenses tinham sorte e muitos caim na criminalidade. Em 19 e tralálá havia um programa em manaus do tipo que o Wlad tinha na rauland, e esse radialista fez divulgação de uma suposta pesquisa no maior presídio de manaus e o mesmo disse que a amioria dos presos eram daqui do Pará, isso foi o estopim pro desague de brincadeiras em dizer que toddo paarense é ladrão ( esse é o mote das incarnações ) .

    Isso é tão escancaradpo que enjoa ( e olha que eu sou tranquilo tranquilo ). Em 2006 fui assistir S. raimundo e america-rn pela segundona e o arbitro era o domingão, quando anunciaram o nome dele seguido de sua naturalidade, meus amigos foi uma vaia uníssona, e toda marcação dele contra o s. raimundo ele era chamado de paraense em detrimento a ladrão. e eu lá muito puto, sorte que neesse dia o papão meteu 6 na portuguesa lá no canindé e eu agitava com a camisa do bicola dizendo que aqui no Pará é q tinha time ( em quee pese o emo ) ma te digo s um amazonense vier falar mal do Pará, nem que seja do emo, o bicho pega, não fico calado mesmo. ô povinho recalcado.

    Curtir

  18. Continua a mesma coisa muitos paraense continuam sendo chefes, e até dono de indústrias, eu tenho dois amigos que são donos de fábricas lá no PIM (pólo industrial de manaus) todos de Belém, todos estão ricos, e todos geram muitos empregos, inclusive pros próprios amazonenses! os mesmos amazonenses que chamam os paraenses de ladrão!

    Curtir

  19. O Amazonino está ofendendo o paraense, Senador Eduardo Braga, politico mais ilustre, atualmente, do Amazonas e que se fala “será candidato a prefeito em 2012, impedidndo a reeleição de Amazonino”. Certamente Eduardo Braga se elegerá e comandará Manaus na época da Copa do Mundo em 2014. Entenderam a bronca de Amazonino contra os paraenses . . .

    Curtir

  20. Saber provocar ou contar piada exige um minimo de inteligencia e nem todos tem essa virtude tornamdo-se assim ridiculos. Há quem faça genero e por isso torna-se hilário. Já diz o velho ditado : ” não vá o polichinelo além das sandálias “. É o que detecto em algumas postagens.

    Curtir

  21. Quando a “emenda é pior que o soneto ” é como entendo as justificativas do Amazonino. Democracia é democracia, semple plena.

    Curtir

  22. O cara que fez isso é amazonense ?? Tá explicado. Traz ele pra cá, a gente põe ele com uma camisa do TIME SEM HISTÓRIA no meio da Terror Bicolor.

    Curtir

  23. Penarol e não Peñarol é a grafia e a pronuncia, certas, do clube amazonense. A intenção foi homenager o clube uruguaio mantendo nosso léxico.

    Curtir

  24. ENTÃO ESTÁ EXPLICADO! Claro q está explicado, com essa declaração, o desprezo q os amazonenses nutrem pelos paraenses. Isso de há muito tempo. Não é de agora que o povo amazonenses discrimina, tenta ridicuilarizar, sacanear o povo do Pará. As raízes do problema são as diferenças culturais (artes. música e principalmente, o futebol, cuja rivalidade sempre foi o pomo de discórdia).Manaus ficou por muito tempo esquecida do poder executivo federal, eis q uma cidade encravada na selva amazônica, de difícil acesso, a não ser via aérea e nas diversas vezes em que visitei a capital baré, observava como os amazonenses nos olhavam com desconfiança, rancor, desprezo e até ódio. Toda aquela manifestação é fruto do atraso cultural, de mentalidade retrógrada a q foi submetido o Estado do Amazonas durante um largo período de nossa história. E não me venham os amazonenes contestar porque sabem q estou falando somente a metade da verdade. A escolha de Manaus como sub sede da Copa do Mundo, foi um acontecimento extraordinário na vida daquele sofrido povo amazônida. Não pelo fato do que vai acontecer de benefício à cidade ou à população de um modo geral. O acontecimento referido diz respeito à vitória que obtiveram sobre Belém, preterida na escolha Só isso lavou a alma empedernida do povo, ainda insuflada por uma mídia provinciana e pela discriminação genética, eis que as empresas amazonenses quase sempre rejeitam paraenses qdo candidatos a empregos. E por ironia do destino, o governador deles nasceu no Estado que mais odeiam: PARÁ. O Amazonino Mendes não é um imbecil, um idiota, como muitos dizem. É um amzonense. Está explicado!

    Curtir

  25. Eu quero demonstrar a minha indignação contra este senhor p/ sua declaração infeliz e quero dizer que todos os amazonenses que moram em belém são tratados com dignidade por isso cabe a este senhor rever alguns conceitos arcaico.

    Curtir

  26. Mas acontece que nem todo time se forma uma nuvem, logo foi uma nuvem passageira que passou realmente nas cores azul e branco, então verdade. isso considerando a local de difícil acesso em que se encontrava o maior do norte. Já o Leãozinho coitado.

    Curtir

  27. O papa títulos vingará a situação criada pelo baré, aliás o único clube paraenseno no momento que pode cumprir essa missão.

    Curtir

  28. Em função do ocorrido eu sugiro que a equipe do Paissandu entre em campo, contra o time do Amazonas, com uma faixa de protesto diante das palavras do prefeito de Manaus, e que esta faixa seja exibida para o Brasil inteiro, mostrando nosso repúdio e indignação.

    Curtir

  29. Não é isto..precisamos mostrar que somos como eles, e nós estamos indignados com esta atitude do prefeito, em Manaus os paraenses são discriminados sim, são humilhados, tratados como ladrões..no orkut existem comunidades de piadas , criadas pelo amazonenses, contra os paraenses. No Amazonas paraenses já foram assasinadas por serem paraenses. PRECISAMOS ACABAR COM ISSO , REPUDIAMOS TODA E QUALQUER ATITUDE DE DISCRIMINE QUEM QUER QUE SEJA.

    Curtir

  30. A solução para acabar com essa rivalidade seria a criação do Estado de Tapajós, assim o novo estado seria a vítimas deles (dos amazonenses) e não nós.

    Curtir

  31. Caro Luís Antonio, passei um tempo trabalhando na aprazível Santarém – por uns três meses – e fiquei impressionado com a adoração (a palavra é esta mesmo) que o povo de lá devota aos amazonenses. Tocam as toadas do boi de Parintins e enaltecem o “progresso” do vizinho Estado, com um indisfarçado menosprezo pelo Pará. A coisa é tão forte que os santarenos comemoram intensamente a escolha de Manaus como sub-sede da Copa. São questões sócio-econômicas antigas a permear esses sentimentos, eu sei, mas o fato surpreende.

    Curtir

  32. NA verdade, Gerson, isso se deve à distância da capital do estado, e à proximidade com Manaus. A criação do estado do Tapajós é um anseio de longa data pelo povo santareno e região. Esse assunto, eu já abordei por várias vezes aqui neste espaço democrático.
    A referência de Pará para o amazonense é justamente a região de Santarém, e para eles Belém e as demais regiões do estado são a mesma coisa, daí as alusões a costumes ignorados na capital do Pará, mas que são próprios da região do Tapajós; a ojeriza é tão grande a ponto de piadas contra paraenses serem contadas em programas locais de tevê.

    Curtir

  33. Todas as mazelas pelas quais o Pará e seu povo vivem resulta de um certo complexo de viralatas dos paroaras, um despreparo de segmentos da imprensa e, mais profundamente, uma grande incompetência dos governantes.
    Fato é que não sabemos vender o que é nosso. Neste ítem levamos verdadeiro baile de amazonenses, baianos, cearenses, etc.
    O grupo O Liberal e seu clã de bobalhões (pra não dizer outra coisa), como afiliada da Rede Globo, que inegavelmente é o canal aberto de maior impacto na mídia, tem uma imensa parcela de culpa ao fornecer para programas de grande apelo popular como Fantástico, Jornal Nacional, Etc, matérias de péssimo gosto, tipo a mostrar que todo paraense ama aqueles bregões em aparelhagens na periferia, que todo paraense aprecia comer Turu no mangue ou de sair cheio de cachaça e sujo de lama no carnaval. Há de se perguntar: Que turista jovem e endinheirado do sudeste irá sentir desejo de conhecer o Pará ao ver uma matéria sobre a praia de Outeiro e/ou Icoaraci com aqueles cidadãos lambuzados de farofa e caindo de porre?… Não se trata de preconceito, por favor, em todo o mundo existe pobreza (em Salvador, Recife e Fortaleza existe até demais) mas uma matéria de divulgação de turismo tem obrigação de ser seletiva, caso deseje alcançar algum sucesso.
    Quanto aos nossos governantes, chega a ser caso de se lamentar nossa falta de sorte (ou incompetência) em escolher sujeitos tão incompetentes para defender nossos interesses.
    Só pra citar um exemplo, os amazonenses (desnecessário citar a característica imbecil e recalcada desse povo) de tanta inveja dos paraenses não usam o nome correto do fruto Castanha-do-Pará e citam em matérias nacionais como sendo Castanha-da-Amazônia. Nossos políticos bobalhões fecham-se em copas, tudo fica por isso mesmo, e cada vez mais somos desmoralizados.

    Curtir

  34. Meu Deus! E ainda diz que não contribui com suas asneiras. Te contar. Ferra mais os paraenses que o povo amigo do Amazônas. Insensata avaliação por uma uma fato isolado que nem merecia tanta repercurssão.

    Curtir

  35. ACHO que quem dá muita importância à quem detesta é o verdadeiro incomodado. Explico. Na rivalidade (pseudo-rivalidade, para mim) entre argentino e brasileiro, os que mais se incomodam com a gente são os argentinos, e isso se explica pelo fato de no seu íntimo reconhecerem o Brasil superior a eles, daí recorrerem a insultos tipo ‘macaquitos’ e coisas do gênero. Conta-se que até a metada da década de 80, quando nosso espaço aéreo não era devidamente patrulhado, era comum aviões argentinos penetrarem os céus de São Paulo a fim de fotografarem o parque industrial paulista ou coisas assim. O contrário não se verificava, razão pela qual pouca importância dávamos para eles. No RN, há outra rivalidade boba do habitante de Mossoró contra o natalense ao ponto de, na época de natal, desejarem ‘feliz mossoró’ somente para não dizer o nome da capital. Uma grande bobagem isso tudo. Mas que é lastimável ouvir bobagens como essa da boca de uma autoridade, isso é.

    Curtir

  36. Caros, sou amazonense e tenho muitos amigos paraenses, já fui a Belém varias vezes e adoro a cidade e todos seus habitantes. Não vamos tomar este episódio como comportamento normal do amazonense, pois não o é. Nunca, em uma eleição, votei nesta pessoa como representante público. Com certeza ele deve estar muito arrependido pelo que disse.

    Curtir

  37. Até porque se vc acreditar que por causa de uma porcaria de um velho gagá, ladrão, paternalista que adora pão e circo, todo o povo de um estado é mal educado, me desculpe mas vc estará caindo no mesmo erro dele. Nós devemos nos respeitar como humanos e parar com essa briga de quem é o melhor que quem. Assim como tem muito amazonense imprestável, o mesmo ocorre com os paraenses, acreanos, mananhenses, etc.

    Curtir

  38. Ei mané!… Vai dormir, que teu mal é sono e falta do que fazer. Me recuso a trocar palavras com alguém tão inútil. Tchau!

    Curtir

  39. NÃO, não deve estar arrependido não!
    Nunca vi um baré se arrepender de falar essas merdas, e com certeza não vai ser agora!
    Deve ser o X-caboquinho estragado que ele comeu!

    e SIM,é comportamente da maioria dos manauáras. Morei 7 anos em Manaus, e isso chega a tornar-se corriqueiro, pois mesquinho e covarde já é, faz muuuuito tempo!

    Curtir

  40. acacio eu concordo plenamente com voce esse prefeito é uma anta e ele sem querer pode começar a icentivar uma guerra entre paraenses e amazonenses o prefeito abestado te liga e respeita os paraenses são educados mais não são lesos não .

    Curtir

  41. Alberto parabens meu amigo pelo seu comentario, é isso mesmo obrigado pela defesa em alto nivel .

    prefeito te liga você é um nada ……

    Curtir

  42. É verdade Berlli. Até porque se o leiãozinhu morrer de quem nossa nação bicolor vai tirar sarro!!
    VIVE LEIÃOZINHO!!..VIVE!!!…rsrsr

    Curtir

  43. Prefeito de Manaus de 1983 a 1986
    Em 1983 Amazonino assumiu a PMM.Estudantes e opositores foram às ruas, mas o movimento foi violentamente reprimido pela PM.
    Governador do Amazonas de 1987 a 1990
    Durante a campanha de 1986, Amazonino fez apologia ao crime ambiental prometendo dar uma motoserra a cada caboclo do interior do estado.. Chegou a distribuir 2.000 motosserras aos eleitores, as quais acabaram vendidas a madeireiros a preços irrisórios.
    Em 1989 Amazonino atentou contra a Constituição Federal extinguindo a Polícia Civil,
    Governador do Amazonas de 1995 a 1998
    Em 1997, os professores da rede estadual fazem uma manifestação.Amazonino vai pessoalmente ao encontro dele.A PM cumpriu à risca a ordem e 25 professores foram parar nos hospitais de Manaus e ainda foram presos.
    Envolvimento com Compra de Votos
    Foi acusado de ser o principal articulador da compra de votos para a emenda da reeleição de FHC.200 mil reais para cada deputado federal em troca da aprovação da emenda.
    Destaque na Mídia Nacional
    Em 21 de maio de 1997- revista Veja-: “Na Amazônia governada por Orleir Cameli e Amazonino Mendes, poder,negócios e escândalo se misturam”.
    No dia 4 de junho a revista Veja publicou “Pororoca de Escândalo”. Na materia a revista levanta várias acusasões estar ligado ao assassinato do empresário Samek Rosenski, dono da fábrica de relógios Cosmos
    Em 6 de agosto é a vez da revista Isto É publicar a matéria “Faroeste Amazônico” onde acusa Amazonino de envolvimento com o narcotráfico na região norte.

    Governador do Estado do Amazonas de 1999 a 2002
    Em 2001 sua mansão de 2.500 metros quadrados avaliada em mais de 1,3 milhões de reais e a manchete em diversos jornais e revistas do Brasil
    Sua candidatura à prefeitura de Manaus em 2008 pelo PTB foi criticada por instituições como OAB e o Ministério Público do Estado do Amazonas, pois o mesmo, estaria respondendo a processos de crimes da lei de licitações, crimes contra o sistema financeiro nacional e crimes contra a ordem tributária
    Outra crítica sua candidatura foi referente as promessas de campanha impossiveis de serem cumpridas como a criação de mil creches, instalação de carretas para distribuição de internet gratuita a população carente da Zona Leste de Manaus.
    Prefeito de Manaus de 2009 a 2013
    Seu inicio de mandato foi agitado devido a acusação de que seu vice-prefeito Carlos Souza e o o irmão deste teriam envolvimento com narcotráfico, formação de quadrilha e assassinato

    Aahhhh!!
    ENTÃO TÁ EXPLICADO!!

    Curtir

  44. esse cara pra min e um safado, que não tem um pouco de carater como um governado no qual ele foi eleito pelo povo, eu sou do pará e fiquei com muita raiva desse filha da puta!!!!!!!!

    Curtir

  45. olha prefeito nós também somos cidadaõs sabe porque ?
    vou responder é aqui que damos nossos votos e prestamos o nosso serviço,serviço de qualidade de quem veio aqui em busca de oportunidade porque coragem temos de sobra,não somos como certos”preguiçosos”.

    Curtir

  46. kkkk… esses paraenses se Belém fosse melhor acho só acho que sediaria a COPA DE 2014!!! KKKKKKKKKKKKKKKKK MORRA!!!

    Curtir

  47. Eles nao tem escolha..trabalha q nem burros d carga p que?me respondam….p enche os bousos desses canalha e esse povo ai q da mais lucro p os politicos sao eles sao mais escravos do nós pq nao tem nunhum tipo d conhecimento p lidar o com esse tipo de gente canalha…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s