Gaúcho já é do Grêmio, dizem italianos

Segundo o jornal italiano ‘Gazzetta Dello Sport’, Ronaldinho Gaúcho já decidiu que vai defender o Grêmio em 2011. A publicação afirma que o anúncio da volta do jogador ao clube que o revelou para o futebol será feito nas próximas horas. No fim de 2010, o Tricolor afirmou que estava mesmo muito próximo de recontratar o atacante, que saiu em 2001 para o Paris Saint-German sem nenhum lucro para o clube gaúcho. Segundo o presidente Paulo Odone, aliás, essa seria a oportunidade de Ronaldinho se redimir com a torcida gremista. Porém, nos últimos dias, cresceram as especulações da ida do atleta do Milan para Flamengo ou Palmeiras. Enquanto o time carioca teria a ajuda da Traffic para a contratação, os paulistas formalizaram a maior proposta, segundo o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani. (Da ESPN) 

4 comentários em “Gaúcho já é do Grêmio, dizem italianos

  1. Taí algo que é preocupante, quase um impasse existencial: será que Ronaldinho vale tanto investimento? Pela bola que vem jogando nos últimos anos, não valeria nem 10 milhões de euros. Muitos citam o exemplo do Corinthians que repatriou Ronaldo como uma justificativa para a arrojada(?) operação de contratação do dentuço. Porém a custo-benefício seria maior que os riscos? Ronaldo, por exemplo, alavancou as vendas de camisas, os patrocínios e a exposiação da marca Corinthians a nível global (embora esta exposição ainda seja, nestes níveis, tímida se comparadas à exposição das marcas dos grandes e médios clubes da Europa), ajudou o alvinegro paulista a consuistar dois títulos (um regional, sem muito peso, e o segundo maior torneio de clubes do país, a Copa do Brasil) mas nos últimos 18 meses tem sido um “peso morto”, uma despesa grandiosa que não gera “lucros” na seara esportiva, que são os títulos, que é o que realmente importa para a torcida e que realmente expõem as marcas.
    De hábitos parecidos com Ronaldo, e até com o mesmo nível de motivação e envolvimento “com a causa” dos clubes (ou seja, são mínimos e meramente financeiros, pois o que ganham “sem jogar” lhe proporcionam vidas igualmente hedonistas, glamourosas e cheias de excessos), Ronaldinho pode vir a ser “uma grande cartada” de marketing/empresarial/financeira, ao mesmo tempo, um “retumbante fracasso” esportivo para quem o contrate. Pode até ser que dê um certo “retorno” ao contratante, com algumas boas exibições e um, dois, ou até três títulos. Mas, por Ronaldinho ser “tão Ronaldo”, este “retorno” tem um curto prazo de validade, como demosntra o dentuço artilheiro das Copas do Mundo há aproximadamente 18 meses .

  2. Não tenho dúvidas de que vai arrebentar por aqui. O Brasileirão pode ser o mais disputado do mundo, o mais difícil de ganhar, mas não de enganar, pois tecnicamente é fraco, haja vista o sucesso de Zé Roberto, Adriano, Robinho, Ronaldo, Roberto Carlos, Ricardo Oliveira, etc, todos refugo do profissionalismo europeu, sem falar nos hermanos que não decolam em seu país.

    1. Concordo com vc Mauricio! Voltarei a falar novamente, dos beneficios em ter um jogador do quilate de Ronaldo Gaúcho, em seu elenco. Com o mesmo, como o próprio Daniel acima, citou faz com que o clube venda mais camisas, consegue atrair um maior número de patrocinadores, além doque o clube que ele estiver jogando, sairá do ostracismo e novamente será motivo de manchestes em todos os telejornais, jornais escritos, rádios, revistas e, com isso quem ganha e o clube. Agora tem o lado atleta do Ronaldo Gaúcho, que com certeza não e mais o mesmo! Tudo porque, hoje ele e um jogador viciado! Falo no sentido de, ter vicios fora de campo tipo, adora baladas, bebidas, festinhas regadas a muitas Marias chuteiras, ou seja de longe a vida de atleta profissional se acabou com essas atitudes.
      Mais tudo tem seu preço nessa vida e, o dele e essa fabula que o Milan está pedindo. Agora resta saber, se ele será mais um problema, ou a solução para quem o contratar.

Deixe uma resposta