Inter conquista a América, de novo

O Internacional, pela segunda vez em sua história, conquistou a Taça Libertadores da América, derrotando o Chivas (México) por 3 a 2, na noite desta quarta-feira, em Porto Alegre. Nervoso nos primeiros minutos, o Inter custou a encontrar seu jogo e permitiu que o Chivas criasse algumas situações de perigo. Fabian abriu o placar para os mexicanos, aos 42 minutos do primeiro tempo. Na etapa final, Rafael Sóbis empatou para o Inter logo no recomeço da partida, aproveitando cruzamento de Kléber. Depois, Leandro Damião desempatou, em grande arrancada desde o meio-campo. Giuliano ampliou para 3 a 1, em grande jogada individual. Nos acréscimos, após cobrança de falta, Bravo descontou para o Chivas.

A conquista colorada quase foi obscurecida pela violência dos mexicanos, que se dedicaram a provocar e caçar os jogadores do Inter desde o primeiro tempo. O zagueiro Reynoso passou o jogo distribuindo tapas e pontapés nos atacantes colorados. No segundo tempo, agrediu Rafael Sóbis com socos nas costas, a apenas dois metros do árbitro colombiano Oscar Ruiz, que nada fez. Em função do antijogo do Chivas, os jogadores acabaram se envolvendo em tumultos ao fim da partida e os mexicanos receberam suas medalhas pelo vice-campeonato escoltados pela polícia, sob vaias dos 56 mil torcedores presentes ao estádio Beira-Rio.

Um comentário em “Inter conquista a América, de novo

Deixe uma resposta