8 comentários em ““Glória do desporto nacional…”

  1. Foi uma bela conquista, apesar de ontem o Inter não ir tão bem como foi no primeiro jogo. Parece que tentou experimentar como seria o confronto no ritmo que o Chivas joga e quase se deu mal. Se tivesse cadenciado o jogo, talvez tivesse o controle da partida como ocorreu no México. Buscar surpreender o adversário através da correria improdutiva do Tyson só permitiu que o time mexicano gostasse do jogo e virasse para o segudo tempo em vantagem.
    Na base do toque, a bola chegou ao Cléber que deu um cruzamento milimetrado para o Sóbis empatar e devolver ao Colorado o domínio do jogo. Daí em diante, o Chivas desesperou-se e mostrou ser um mau perdedor, aqueles três socos que o capitão mexicano deu no Sóbis, a dois metros do decadente e ajeitador Amarilla era caso de expulsão, o que só foi acontecer já quase no final do jogo quando a pancadaria era iminente.
    O título premiou o time mais eficiente da competiçao, que soube suportar a pressão fora de casa e soube exerce-la dentro. Agora, é aguardar como essa experiência será útil diante de Diego Milito, Eto’o, Maicon, Lúcio e outra feras da Internazionalle de Milão.

  2. PARABENS COLORADO PELO BI CAMPEONATO
    VAMO VAMO INTERRRRRRRRRRR

    OBS:Proibido comentar sobre a materia quem nunca disputou uma Libertdores.

  3. Uns com tanto, outros com nada! Os vermelhos sempre em alta! E a final interclubes será de fato internacional. Só faltará o som do hino proletário. De pé, ôh vitimas da fomes! De pé ……….

Deixe uma resposta