O pensamento vivo de Neymar

Trechos da matéria da jornalista Sonia Racy sobre o atacante Neymar, publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo:

“Neymar pai jogou futebol em clubes pequenos, o que lhe rendeu o patrimônio de um terreno. Neymar filho, aos 17 anos, já comprou uma cobertura tríplex em Santos – com piscina, sauna e espaço gourmet dentro do apartamento. Uma jacuzzi com TV de plasma ocupa o banheiro de seu quarto. Lá, a nova e grande estrela do Santos vive há cinco meses com pai, mãe, irmã e um primo – que tenta a vida como jogador.

Uma estante envidraçada com fotos, medalhas e troféus de “Juninho” decora a sala-de-estar da casa da família, onde a coluna foi recebida em dois dias diferentes. No primeiro, o pai e empresário do craque contou histórias inéditas. No outro falou o filho – mostrando-se, em família, um tímido e brincalhão. (…)

Neymar diz que não quer saber de se apaixonar. “Agora não. Quero curtir a vida”, avisa, esparramando-se no sofá. Entrelaçando as pernas em uma almofada, narra seu sacrifício para não cair no canto das marias-chuteiras. “Você tá quietinho e elas é que vêm para cima. A gente tenta dar umas cortadas, mas é complicado. Tem que ser esperto, primeiro conhecer, ver de onde ela vem, no que está interessada, se ela gosta mesmo de você. Daí você investe.”

E o assédio é grande. “Tem mulher mais velha, mais nova, tem de tudo. Tenho que ficar com o olho bem grandão”, afirma, arregalando o seu par verde. Para proteger o filho de companhias oportunistas e de impulsos consumistas, quem administra o dinheiro do craque é o pai. Ele diz deixar apenas R$ 5 mil na conta do moço – valor bem inferior ao salário, que hoje beira os R$ 150 mil mensais. “E cinco mil ainda acho muito, porque o Juninho não precisa comprar nada. Tem contrato com a Nike, ganha roupas, tudo. Parece um polvo, tem mais de 50 pares de sapatos.”

História que o jogador confirma. “Eu acho bom, porque a grana acaba. E sou meio gastão, né? Principalmente em viagens. Compro presente para todo mundo. Até para o cachorro, se deixar.” O jovem também coleciona relógios, perfumes e brincos. “Mandei fazer um brinco de ouro com as letras “NJ” (de Neymar Junior).”

Com ou sem faixa, Neymar, segundo seu pai, sempre foi e continua sendo um fiel contribuinte da Igreja Batista Peniel, de Sãio Vicente. Doa 10% de tudo o que ganha para lá. “O primeiro salarinho dele foi R$ 450. Fizemos esse primeiro contratinho dele no Santos e minha mulher pegava os R$ 45 e dava para igreja todo mês. OK, ainda sobravam uns R$ 400 para pagar as contas. Daí ele passou a ganhar R$ 800. Tá bom, doa R$ 80… Só que Deus começa a te provar, né? Pegamos R$ 400 mil. Caramba, meu, como vamos “dizimar” R$ 40 mil? É um carro! Cara, mas daí você pensa que Deus foi fiel. Pum, dá R$ 40 mil! Mas daí vieram “catapatapum” reais. Meu Deus, não quero nem saber, “dizima” logo isso! (risos). É… Deus te prova no pouco e no muito”, suspira o patriarca da família Silva Santos. E o que pensa disso o jogador? Como revela na conversa que se segue, o dinheiro não lhe faz a menor falta.

(…)

Falando nisso, qual é a parte chata de fazer sucesso?

Ah, não tem parte chata. Eu acho que é sempre legal.

Já foi vítima de racismo?

Nunca. Nem dentro e nem fora de campo. Até porque eu não sou preto, né?

O que gostaria de poder comprar que ainda não tem?

Queria um carrão.

Mas você acabou de comprar um Volvo XC-60, por R$ 140 mil, Não é um carrão?

Ah, é, mas queria uma Ferrari. Nunca andei.

Uma Ferrari ou um Porsche?

Não sei. Qual é melhor?

Não sei, também.

Ah, então eu queria um Porsche amarelo e uma Ferrari vermelha na garagem.

41 comentários em “O pensamento vivo de Neymar

  1. Lí a intrevista completa. Mesmo para um “garoto” de 18 anos, é um verdadeiro Idiota. Um alienado. Em termos de falar besteira superou até o Pelé. Melhor ficar só jogando bola. Já diria o Romário: “Calado ele é um poeta!”

    1. De fato, Cláudio. A entrevista mostra o Neymar como um típico jovem desses tempos alienados no Brasil. Só pensa em jóias, grana, carrões etc. Tem tudo para ser um novo Robinho.

  2. Se fosse um jogador do São paulo, qualquer um, inclusive se o Neymar jogasse lá eu aposto que o trecho destacado seria o que ele fala que depila as pernas, faz sombrancelha, essas coisas. por muito menos o marcelinho paraíba já foi motivo de piada nesse mesmo bloger.

    1. Emerson, a matéria é longa, por isso pincei alguns trechos, que considerei mais expressivos. Contudo, ao contrário do que avalia, acredito que as partes destacadas não deixam uma imagem muito simpática e positiva do Neymar, muito pelo contrário. Por outro lado, lamento que uma simples brincadeira tenha lhe causado tanto desagrado. Não esqueça apenas que isto aqui é um blog e, por natureza, não rezo pela cartilha do politicamente correto. Humor é válido, sempre.

  3. É Gerson tem muitos pra pouco e poucos pra muito, se eu tivesse um pouco mais de “cabeça” tinha me dedicado mais a jogar futebol, hoje depois de 5 anos de Universidade, 25 anos, tive que vim morar no Espirito Santo, pra poder ganhar 10% do dízimo dele.
    Mas creio que fiz a melhor opção!!!

  4. Sobre Deus não dar asas as cobras é isso ai.
    Um cara completamente alienado e com uma rara habilidade que os caras antenados e granados admiram e pagam prá ver.

  5. Acho neymar muito fraco ainda como jogador e principalmente como pessoa agora, ele vai ser o maior marketeiro do mundo esse tal de oculos que inventaram agora para ele jogar domingo isso ele vai usar pra sempre isso dara mais marketing para os jogos de video games estão estragando a carreira de um jogador que poderia chegar a ser um dos melhores de todos os tempos mais com esses pensamentos ele não ira chegar muito longe, por isso tiro o chapéu para o messi que é argentino mais e milhões de vezes mais humilde do que esse neymar.

  6. O que mais me chamou a atenção foi o “alívio” dele em não ser preto e por isso escapar do racismo.
    A grande maioria dos nossos craques são alienados e deveriam se policiar mais em vez de falar certas coisas.
    Sei que falarão que isso não interessa e coisa e tal, mas a verdade é essa.

  7. Calma gente, o garoto não tem maldade nenhuma e está apenas retribuindo (segundo a religião dele) as suas conquistas que lhe foram dadas através de graças divinas.

    Não sou lá dos maiores defensores dessas igrejas, não pela igreja e seus seguidores, mas pelos pastores corruptos e sempre famintos e insaciáveis.

    Agora, não podemos condenar um garoto de 17 anos por pensamentos consumistas, com o tempo ele vai mudando de atitude, o próprio futebol com a disciplina que tráz acaba fazendo isso.

    1. Concordo, falou pouco mas muito bem. O Kaká, por exemplo, tem outra formação, o berço conta, e muito, conta pro comportamento, pro uso das palavras, pra escolha das companhias, pra visão do mundo e do futuro. Tem apenas 17 anos, de família humilde, é natural uma certa alienação e deslumbramento, só não pode se perder quando adulto, maduro e seguir os péssimos exemplos de muitos de seus ídolos. Quanto às religiões, sou católico, mas não discuto absolutamente nada sobre o tema…afinal de contas, não esqueçamos as barbaridades que pipocam na mídia e envergonham o Vaticano.

  8. O Neymar não é o primeiro a dizer que não se considera negro, o Ronaldo também já falou que é branco, pode? Acho que ele raspava o cabelo pra esconder a orígem afro, em vão.

    1. Olá Luis, vc acaba de fazer uma observação muito equivocada, pois eu não sabia que nós reconhecíamos as pessoas negras ou brancas pelo tipo de cabelo, sou de uma família muito grande e de muitas misturas, e aqui nós temos negros de cabelo liso, ruivos de cabelo duro e brancos beiçudos (detalhe um desses brancos, é loiro, de olhos azuis, com nenhuma descendencia negra, porém seus labios são tão grandes que o chamamos de “beiçudo”.), como diz o Hélio de La Peña, aqui no Brasil os negros são classificados por seus cabelos (entrevista ao Lance, papo com Benja) e o correto seria pela cor da pele, porém esse rapaz diz que não é negro e vc o compara ao celo do Ronaldo, que vergonha, né?
      Porém, gostaria de fazer mais uma pegunta, sou branca, meu marido é negro e meus 2 filhos são brancos (não que isso faça diferença) de bochechas rosadas, vc acha que quando questionados eles devem dizer que são negros, por terem cabelos cacheados, mesmo sendo registrados como brancos?

      1. negros puros não tem cabelos lisos ou levemente ondulados, vá ate a africa e procure algum negro de cabelo liso ou cachos moles vc nunca ira encontrar. negro de cabelo liso??? me desculpe então não é negro é mestiço!!!

      2. Dois filhos brancos?? Acho que devem ter a pele clara, mas brancos, fala sério!!!, pois como aprendi na escola, branco + negro = é mestiço.

  9. Mudando de assunto, Gerson, fale do ranking de torcidas segundo o Datafolha e publicado hoje no globoesporte.com, e dê um toque pro Paulo Xateado…a do leãozinho nem aparece!

  10. Ei Mauricinho, não sonha!… O Leão tem mais de 5 milhões de torcedores. O “Data da Folha” (segundo o PHA) tem se mostrado o órgão que mais divulga pesquisas furadérrimas.
    Quem sabe um dia vocês chegam lá…

    1. Calma Serginho do BBB (brincadeira, véio, não podia deixar passar), a pesquisa foi publicada e não tem como provar que é falsa…aliás, a do leãozinho da cabeça chata – Fortaleza, nem aparece também. Papãaaaaao!!!

  11. Ronaldinho diz que “é branco”: um lamentável “fenômeno”

    Declaração do jogador é lamentável exemplo de um dos piores “fenômenos” que atinge a maioria da população negra brasileira: a negação ou distorção de sua identidade racial

    Há pouco mais de uma semana, o jogador Ronaldo Nazário, o Ronaldo “fenômeno”, do Real Madrid e da seleção brasileira, ao fazer um comentário sobre a discriminação racial nos estádios de futebol, lançou uma inacreditável “pérola”: “Acho que todos os negros sofrem (com o racismo). Eu, que sou branco, sofro com tamanha ignorância”.

    O absurdo da frase foi alvo de comentários irônicos em toda parte. Mas, na verdade, a história toda só seria realmente cômica se não fosse expressão de uma verdadeira tragédia: a dificuldade que negros e negras têm em assumir sua negritude. Uma dificuldade que muito tem a ver com a história deste país.

    Apenas para citar um exemplo “histórico”, basta lembrar o resultado do censo de 1980, quando depois de anos nos quais o item raça/cor era excluído da pesquisa pela ditadura, cerca de 50% da população respondeu à questão com 136 “cores” diferentes.

    O absurdo arco-íris incluía coisas como “acastanhada”, “alva escura”, “branca morena”, “morena bem chegada”, “pouco clara” ou “puxa para branca”. Auto-definições que, como constatou o livro “Retrato do Brasil”, de 1985, demonstram que “o brasileiro foge da sua verdade étnica, procurando, através de simbolismos de fuga, situar-se o mais próximo possível do modelo tido como superior”, ou seja, o branco.

    Evidentemente, o caso de Ronaldinho, hoje, é um tanto mais grave e complexo do que aquilo que foi constatado há 25 anos. Primeiro, porque de lá para cá, houve um significativo avanço da consciência racial no país, graças à luta constante do movimento negro. Segundo, porque, diferentemente do conjunto da população negra, o jogador, membro estelar da elite nacional, não só é notoriamente reconhecido como negro, como também não teria nenhuma pressão objetiva para fugir de sua negritude. Aliás, queira ele ou não, seu nome foi citado com destaque na recém lançada “Enciclopédia da Diáspora Africana”, organizada por Nei Lopes, como um expoente negro brasileiro.

    Sua postura, lamentavelmente, parece estar muito mais próxima do batalhão de jogadores de futebol, artistas, músicos e profissionais liberais negros que, ao atingirem a fama e a fortuna, simplesmente omitem-se diante da questão racial, “fingem” que a história não é com eles ou, ainda, fazem verdadeiros malabarismos para se “embranquecer” e, conseqüentemente, serem “melhores” vistos pelos seus pares da classe A e B.

    Uma postura que deve ser veementemente condenada, mas também precisa ser analisada dentro de uma perspectiva histórica, para que possamos combater sua existência dentro da maioria da população brasileira.

  12. Para mim, o cara trabalhando para ganhar o dinheiro, não enganando e nem pisando em ninguém já é uma força.

    Também penso que estão pegando muito pesado com o moleque. Se os pais não ensinarem, a vida se encarrega disso.

    Vai dele também querer aprender.

    1. Só lembrando que o proprio neymar foi o jogador que induziu os demais jogadores do santos a ficarem no ônibus no dia da visita na instituição espírita Lar Mensageiros da Luz, que abriga pessoas com paralisia cerebral, assim se diz humilde.

  13. Gerson, eu queria ter cara- de-pau e fundar uma igreja só para pegar 10% desses abestados. O Neymar não é só alienado, ele também é burro: dá 45 mil a esses “pastores” (de dinheiro) por mês e se nega a dar um pouco de alegria aquelas crianças do orfanato. Ele é tão ignorante que pensa que dando esse dinheiro Jesus triplica seu salário. Se ele parasse agora de jogar, o primeiro a abandoná-lo seria o pastor. Eu não dou ponto para o Neymar, dou para esses pastores. Ô gente sabida! Vi uma reportagem CQC, que fizeram uma caixinha para os desabrigados do Rio. Não conseguiram nada dele, mas 0s 45 mil do pastor já estava separado, com certeza. E quando ele estiver jogando nas Oropas, quanto esse pastor vai receber?….. e tem criança morrendo de fome!!!!!!

  14. Neymar joga muitoo teem talento esse leeke
    só daaa A vila Belmiro só alegria,tem gnt que fala mal pura inveja pq ele é um espetaculo SANTOS CAMPEÃO PAULISTA!é noois

  15. Cacete, pôe a pele do Ronaldo no conta gotas do Photoshop, é marrom? Claramente ele estava discutindo o aspecto aparente de sua pessoa na cultura brasileira. Hipocrisia total da sociedade ele não poder falar que é branco. Então se ele é 50% de origem negra e os outros 50 de origem Européia, ele é tecnicamente mestiço. Ele estaria errado do mesmo jeito se falasse que é negro, poderiam falar que ele estava traindo suas raízes brancas.

  16. Nossa!! Como ele é vazio, totalmente sem conteúdo. Conheço pessoas com menos idade que ele, que pensam muito diferente.

  17. Não sei por que vocês falam isso dele. Todos vocês estão falandoo isso porque tem inveja dele, porquê ele tem dinheiro pra comprar muuuuuuuuita coisa que ele quer. E vocês NÃO !
    Então em vez de querer julgar ele porquê não adimitem que tem inveja da carreira do GATO, e que queriam tudo oque ele tem hoje ou pelo menos ainda vai ter. Se ele queria ter mais dinheiro, ou se ele quer ter um Porsche amarelo e uma Ferrari vermelha, NÃO IMPORTA, A VIDA É DELE E VOCÊS NÃO TEM NADA QUE FICAR SE INTROMETENDO NA VIDA DELE.
              Neymar, sou grata á você por estar no SANTOS e não sair. 
    SE VOCÊ ESTIVER LENDO ESSA MENSAGEN, NÃO SAIA DO SANTOS, POR FAVOR, E MAIS UMA COISA FAZ AQUELE PENTEADO LIINDO DE MOICANO DENOVO ? E NÃO TIRA ?

    BJOOS *

  18. Caramba, o cara não consegue ver que é preto? Negão mesmo…puta merda, é o pior racismo que existe, é uma vergonha para os pais renegar a própria origem.

  19. O Neymar é branco sim.
    Ele não é branco leitoso.
    Percebe- se, que ele é na realidade Caboclo ou Mameluco(brancos escuros), descendentes de brancos e Índios.
    Os traços mamelucos de Neymar são notaveis.
    Logo ele é Caboclo e não mulato.

  20. Neymar não é preto? Nossa então eu não sou branco, sou extreme white ao quadrado. Preto tem vergonha de ser o que é, porque a mídia já colocou na sociedade, que ser preto é ser feio.

Deixe uma resposta