Massa em coma induzido

6c6202de-bebe-3231-9571-01e522a41078

A equipe médica do Hospital AEK, em Budapeste, comunicou que o brasileiro Felipe Massa permanecerá em coma induzido por mais 48 horas. O procedimento é feito para que a atividade cerebral do piloto diminua, impedindo qualquer possível dano ao órgão. Gradativamente, os sedativos serão retirados. O médico pessoal do piloto, Dino Altmann, disse em entrevista à TV Globo que o brasileiro não corre risco de morte após o acidente sofrido sábado, no treino oficial para o GP da Hungria de F-1.

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou que a Renault foi suspensa do GP da Europa, próxima etapa da temporada 2009 da Fórmula 1, em 16 de agosto. Desta forma, Fernando Alonso não poderá correr em casa, na cidade de Valência. A punição foi imposta porque o pneu dianteiro direito de Alonso soltou-se durante o GP. Apesar de a peça não ter acertado ninguém, os comissários julgaram que o ocorrido colocou a vida dos outros competidores em riscos.

O inglês Lewis Hamilton, da McLaren, conquistou a vitória no GP da Hungria de F-1 neste domingo. Após dez etapas de calvário na temporada 2009, finalmente o atual campeão do mundo se reencontrou com o pódio, com um renovado – e muito mais eficiente – carro da McLaren. Hamilton não vencia uma corrida desde o GP da China do ano passado, nove meses atrás.

Completando um cenário parecido ao das corridas do ano passado, o segundo colocado foi o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari. O outro piloto da equipe, o brasileiro Felipe Massa, não disputou a prova após ser atingido na cabeça por uma mola no treino classificatório de sábado.

Deixe uma resposta