Vasco já é oitavo na Segundona

650ed351-bb47-3f90-a9d8-874536fcc26e

As últimas cinco rodadas da Série B do Campeonato Brasileiro sem vitória não havia prejudicado tanto o Vasco, que até então continuava próximo ao grupo das quatro primeiras equipes que sobem para a Série A. Depois de uma derrota e quatro empates, porém, o Alvinegro voltou a ficar longe dos três pontos contra o Bragantino, na última terça-feira, pela nona rodada da competição: empate por 0 a 0. E desta vez os demais resultados não tiveram ‘piedade’ dos cariocas.

Neste sábado, encerrada mais uma semana da Segundona, o Vasco encontra-se em oitavo lugar. Mesmo se acabar com o jejum de vitórias no próximo sábado, em casa, contra a Ponte Preta, o time de São Januário não voltará já na décima rodada ao G-4. A diferença para o Atlético-GO, quarto colocado, é de três pontos, mais os goianos levam vantagem no número de vitórias – cinco, contra três dos vascaínos.

O Guarani, sensação do campeonato, continua invicto e na liderança – empatou com o Vila Nova-GO nessa sexta. O Brasiliense, que também empatou – 1 a 1 com o Duque de Caxias, na última terça – ainda é o vice-líder.

Enquanto o Cruzmaltino ‘cochila’, a Portuguesa aproveitou a oportunidade de receber no Canindé o ameaçado Paraná, nas últimas posições, nessa sexta-feira. A Lusa venceu por 1 a 0 e chegou ao quinto lugar, atrás da Ponte e do Atlético-GO. O Tricolor de Curitiba continua mal, mas pelo menos deixou a zona de rebaixamento para o Juventude, que perdeu feio para a Ponte Preta neste sábado, 3 a 0. 

O Atlético-GO suou, mas conseguiu empatar com o São Caetano fora de casa por 2 a 2 e segue no G-4, empatado com Ponte Preta e Portuguesa, mas perde dos campineiros no saldo (9 a 3) e ganha dos paulistanos no número de gols marcados (17 a 12). Já o time do ABC vai mal e fica na penúltima colocação com apenas cinco pontos conquistados.

Neste sábado, Figueirense e América-RN surpreenderam fora de casa, chegaram mais perto do G-4 e causaram estrago nos seus adversários. Os catarinenses venceram o Bahia por 1 a 0 e chegaram ao sétimo lugar. O Tricolor de Salvador, em 11°, demitiu o técnico Gallo. Os potiguares, em sexto, foram à Paraíba e bateram o Campinense, lanterna, também por 1 a 0. Após o jogo, o técnico e ex-zagueiro Argel pediu demissão.

Também no sábado, Fortaleza e Ceará fizeram o único clássico da rodada. O duelo terminou sem gols, e ambas equipes continuam perto das últimas colocações.

Deixe uma resposta