Palavra de boleiro

De Giancarlo Buffon, goleiro da Juve e da Azzurra:

“Num momento de crise econômica, certos valores de contratações causam perplexidade. Se fosse a Juventus que tivesse gasto esse dinheiro, estaria feliz. Mas apoio a maneira cautelosa como o time vem se reforçando. Nós jogadores também vivemos em sociedade, e ficaríamos desconfortáveis caso quantias como essa circulassem no Campeonato Italiano num cenário de crise mundial. Nem sempre o mais rico vence. Um pouco de moralidade é sempre necessária. Certas cifras são um pouco descabidas.”

4 comentários em “Palavra de boleiro

  1. Ele tem que entender que futebol é negócio, e o Florentino Peres não iria investir essa grana toda sem a certeza de um retorno. Realmente o mais rico nem sempre ganha, não ganha títulos, mas dinheiro quem tem mais sempre ganha muito mais.

    1. Talvez seja isso mesmo, Acácio. O Buffon, como todo mundo, está é com uma pontinha de inveja da gastança do Real.

Deixe uma resposta