Se arrependimento matasse…

25_MHG_watergate-2

Dois ex-jornalistas do New York Times revelam, 35 anos depois, que tiveram acesso às informações sobre o escândalo Watergate antes de seus colegas do Washington Post, perdendo de mão beijada um dos maiores “furos” jornalísticos de todos os tempos. O repórter Robert M. Smith conta que soube do roubo de documentos da sede do Partido Democrata, no edifício Watergate, por partidários do presidente Richard Nixon durante almoço com um agente do FBI. Smith foi até o NYT e contou a história ao seu editor, Robert H. Phelps, que anotou e gravou a conversa. O ex-editor Phelps confessa, aos 89 anos, que não lembra o destino da fita e das anotações. Mas relata o episódio em seu livro “Deus e o editor: minha busca por significado no NYT”.

Na foto, os repórteres Carl Bernstein e Bob Woodward conversam na redação com o lendário editor-chefe do Post, Ben Bradlee, no auge da cobertura de Watergate, que daria origem a livros e a pelo menos um belo filme, Todos os Homens do Presidente, de Allan J. Pakula, estrelado por Robert Redford e Dustin Hoffmann.

6 comentários em “Se arrependimento matasse…

  1. Gerson

    O caso Watergate foi um dos casos de espionagem – palaciana, diga-se de passagem – mais emblemáticos do século XX. Talvez seja somente menos nebuloso do que o mistério em torno do atirador que assassinou Kennedy em Dallas. O mais curioso é que o tal “Garganta Profunda”, a fonte de Bernstein e Woodward, só revelou sua identidade – e desconfio muito que seja realmente quem disse ter sido a fonte – em 2005: o ex-vice-presidente do FBI W. Mark Felt, no que os jornalistas confirmaram tal afirmação. Será Gerson!?

    O caso dos jornalistas do NYT é um pouco parecido com o de Pete Best, primeiro baterista dos Beatles. Ah se ele soubesse no que ia dar…

    Abraços!

    Curtir

  2. Eu era assim com meu irmão mais novo, maltratava ele e também o agredia…
    Acho que fazia isso por ciúme ou inveja…
    Hoje sinto o peso de tudo que fiz, não falo com meu irmão há 2 anos. Moramos juntos, mas não trocamos uma palavra, só nos dirigimos a palavra quando é algo importante. Agora parece que nem somos irmãos, primeiro porque não temos nada em comum, nenhum assunto nem nada.
    Sofro com isso mas também sei que foi por minha causa que tudo aconteceu…queria tanto voltar a falar com ele, você não faz nem ideia…
    Até que o destino mudou tudo quando o meu irmão começou a perceber algo errado com ele. Ele estava jogando futebol com os amigos quando sentiu o braço e a perna formigarem, o meu irmão começou a se contorcer de dor, caiu e começou a dar um grito, os amigos dele se desesperaram e ligaram para a ambulância. Aí o meu irmão foi levado urgente para o hospital, lá ele fez os exames e os médicos comprovaram que ele tinha um grave problema de saúde. Eu e meus pais ficamos em choque e aí o meu mundo desabou quando descobri que o meu irmão com apenas 19 anos de idade estava com aquela doença triste e maldita. A chamada Síndrome da Guillain-Barré. Meu Deus do Céu. Eu me desesperei, eu estava na recepção porque o meu irmão queria receber apenas os meus pais, porque ele não queria me ver pintado de ouro. A minha mãe chorou muito e o meu pai ficou arrasado. Essa doença é fatal, pode levar a morte se não for tratada a tempo e infelizmente não tem cura. Meu irmão quando descobriu ele desabou a chorar e ficou desesperado. Ele perguntou ao médico se iria morrer. Aí o médico explicou que a doença tem tratamento, mas que existe a possibilidade de ele voltar a andar um dia, pois o pior é que os braços e as pernas ficaram paralisados. É muita crueldade para um jovem de 19 anos, poxa, o meu irmão estava bem, saudável, de repente ele é surpreendido e castigado de uma forma inesperada, a vida e a saúde dele ficam em risco, ele tem uma vida toda pela frente, aliás não é a primeira vez que ele sofre esse tipo de crueldade. Aliás, quem deveria ter tido essa doença era eu, não ele. Queria tanto trocar de lugar com ele, só pra sentir na pele o que é sofrer, eu daria a minha vida por ele. Mas sei que nada vai mudar o que eu estou dizendo, porque afinal ele não quer a minha ajuda. Ele ficou mais umas duas semanas internado e depois voltou pra casa e aí ele começou a iniciar uma nova batalha pela vida. Ele começou a depender da minha mãe, iria preso a uma cadeira de rodas, afinal, ele não mexia mais os membros do corpo, quem o visse daquele jeito, iria se apavorar, ele parecia um robô, um boneco de porcelana, um manequim, ele voltou a ser criança. Eu estava muito mal. Minha mãe começou a cuidar dele, a dar banho nele, enquanto o meu pai passou a me tratar feito lixo, ele chegou a me culpar pela doença do meu irmão que é quatro anos mais novo do que eu, eu tenho 23. Realmente o meu pai tinha todo o direito de me humilhar, disse que eu não tenho coração, que eu sou egoísta e que eu só gosto de mim mesmo. Ele ainda me disse uma última coisa que se o meu irmão não resistir a essa doença maldita, eu iria arcar com as conseqüências e me sentir culpado pra sempre como um castigo. Eu mereço mesmo esse castigo, mais uma vez meu irmão está sofrendo por minha culpa! Se eu não tivesse feito o que fiz, nada disso teria acontecido com ele! Por isso acho que devemos dar valor as pessoas que a gente ama. Os meses foram passando até que o meu irmão foi reagindo bem ao tratamento e que começou a mover um dos braços. Realmente era uma alegria pra mim, mas que tudo vai continuar na mesma assim que ele se curar. E foi o que aconteceu, meu irmão voltou a andar, foi uma vitória pra nossa família, meus pais ficaram ainda mais emocionados. Ele conseguiu vencer essa doença, mas a alegria durou apenas um mês quando o meu irmão passou por mias um obstáculo. Ele estava voltando da faculdade quando foi surpreendido por um bandido armado e acabou levando um tiro. Meu Deus do Céu! Uma covardia que fizeram com o meu irmão. Ele nem reagiu, nem fez nada e mesmo assim recebeu o que não merecia. Eu e meus pais ficamos desesperados e fomos pro hospital acompanhar o meu irmão que tinha acabado de passar por uma cirurgia. Eu comecei a rezar para que ele saísse dessa, pois o estado dele era muito crítico, a bala pegou no abdômen. Minha mãe ficou desesperada e meu pai em estado de choque. Horas depois nós recebemos a pior notícias das nossas vidas. Meu único irmão tão querido e que eu fazia mal, não resistiu na mesa de cirurgia e acabou falecendo. Ele só tinha 19 anos de idade, tinha uma vida toda pela frente. Minha mãe se jogou no chão desesperada, meu pai tentava acalmá-la, eu saí do hospital desnorteado e disse pra mim mesmo que era pra eu ter morrido, não ele. Foi horrível e difícil e pra se ter uma ideia, minha mãe ficou trancada em casa durante semanas e foi aí que tudo ficou horrível pra mim. Meu pai passou a ter raiva de mim, me culpou pela morte do meu irmão e pelo sofrimento da minha mãe, que eu acabei não só com uma vida, com duas. Ele tem todo o direito de ter raiva de mim, disse que eu nunca tinha gostado do meu irmão de verdade. E eu estou sofrendo com isso!

    Curtir

  3. Será que eu devo perdoá-la?
    Ontem foi meu aniversário. Eu sempre desejei que a minha namorada me desse um play 3 e algum jogo de luta (pra play 3, óbvio). Só que a BURRA me deu um POLYSTATION!!!
    Eu fiquei com muita raiva dela, eu xinguei muito ela! E ela ainda teve a coragem de me dizer que essas lutas que eu assisto é tudo de mentira. Aí eu me emputeci de vez e comecei a bater nela. Mas eu espanquei pra valer e perguntei a ela se esses machucados nela era de mentira. Ela foi embora chorando.
    Isso tudo aconteceu por culpa dela. Será que eu devo perdoá-la?
    No dia seguinte, um amigo meu me contou uma história absurda sobre a minha namorada. Ele me disse que ela tinha sido agredida e humilhada no colégio. Eu fiquei tenso. Ele foi me falando que quando a minha namorada estava justamente entrando na escola, foi abordada por três meninas encrenqueiras e valentonas que a derrubaram no chão, deram chutes, cuspiram nela e até jogaram areia e lama nela e tudo. Meu pai do céu, foi uma covardia! A galera da escola assistiu tudo e ainda incentivou as garotas a baterem mais na coitada. Minha namorada começou a chorar e pediu para que todo mundo parasse com isso. A confusão só parou quando todo mundo foi para a diretoria e tudo piorou quando a diretora suspendeu a minha namorada e não puniu as meninas. Um absurdo isso. Ela disse que a garota mereceu e que era pra ela engolir o choro. Horas mais tarde, tudo complicou ainda mais quando ela voltou pra casa foi contrariada pela família. A irmã fez a mesma pergunta que eu tinha feito, se os machucados eram falsos, e o irmão debochou que ela tinha aprontando alguma e feito por merecer. Nossa, foi um terrível clima pra minha namorada. Em seguida, os pais a criticavam. A mãe dela jogou na cara da coitada que ela se faz de vítima e que isso o que aconteceu foi pra ela aprender a deixar de ser idiota e o pai falou ainda mais. Disse que ela é uma fracassada, que ela merece sofrer as consequências e que chorar não adianta nada, que as lágrimas são falsas. A família toda pisou nela e a menina foi para o quarto chorando. Foi aí que ela acabou entrando numa depressão, se isolou de todos, a família já nem se importava mais com ela e até foi abandonada pelos amigos. Ela teve que enfrentar a sociedade e ser obrigada a ouvir deles que ela merecia ficar sozinha, que ela merece ficar rodando bolsinha na esquina, foi horrível e eu não estava lá pra ajudar, aliás, eu não estava mais com ela nesses momentos difíceis que ela está passando, eu passei a andar mais com os meus amigos do que com ela. Até que a minha namorada não aguentou mais e fez uma coisa horrível. Ela escreveu uma carta de despedida que não aguentava mais, a vida dela não faria mais sentido, que ninguém se importava com ela, que ela era uma inútil, que ela só nasceu mesmo pra ser humilhada e pisada e acabou tirando a própria vida. Eu nunca mais tive notícias dela alguns dias e só descobri o pior! Agora vou me remoer com essa culpa pro resto da vida, as pessoas me julgam, me chamam de covarde e estou numa depressão e não consigo mais dormir!

    Curtir

  4. Briguei com minha mulher porque ela não queria fazer nada em casa e mandei ela de volta para a casa dos pais dela?
    Agora ela não quer voltar, escrevi uma carta de desculpas para mandar com flores estou com medo que ela não volte a carta diz assim…

    Meu amor,

    jamais pensei que um dia fosse obrigado a escrever uma carta deste gênero, implorando desculpas à pessoa que eu amo e que eu sei que também me ama.

    Mas, infelizmente, tive que tomar esta atitude, pois sei que não tenho te tratado com o carinho que você merece, pois tenho deixado que os problemas e a tensão do dia a dia se coloquem acima do amor que eu tenho por você.

    Sei que tenho sido rude e pouco gentil, mas peço-lhe que esqueça os últimos momentos ruins, pois eu prometo que vou me esforçar para que voltemos aos nossos melhores dias, quando eu tratava você com carinho e lhe dava amor e felicidade.

    Quero de novo me dedicar de coração, corpo e alma a você, e peço-lhe novamente que me desculpe por algumas das minhas ultimas atitudes.
    A gente se difere dos animais irracionais porque pensa e fala, e na maioria das vezes a gente se parece com eles porque fala sem pensar
    Você se foi!
    E agora tudo o que resta são as coisas sem valor. Todos os motivos foram poucos para te manter Qualquer barreira que eu colocasse seria fraca para te deter. Juro, eu tentei…
    Mas descobri que meus braços eram curtos para te abraçar! Minhas mãos eram frouxas para te segurar. Queria que soubesse que me alimento das nossas lembranças.
    E que cada lágrima que cai dos meus olhos leva consigo a última das minhas esperanças.
    Olho em minha volta Parece que tudo aqui morreu Sem você o ouro virou pó.
    Sem você a luz do sol desapareceu. Desde a sua partida toda a alegria virou dor.
    Posso garantir só seu corpo consegue me aquecer. Como eu posso te provar que só ao teu lado consigo viver?!? Peço-te uma última coisa… Volta! Faço de tudo para você voltar.
    E se você ainda duvida vou te fazer acreditar. Por você eu furtaria o canto dos pássaros,
    Derreteria toda a neve do mundo. E se você ainda acha pouco, por fim,
    Eu faria até o planeta parar de girar. Não me deixe continuar a viver assim. Pois de todas as coisas que existem, Eu quero simplesmente Ter você de volta para mim!!!
    desculpas, mil desculpas! Eu sei que errei e que a situação desagradável e desconfortável que enfrento (ou enfrentamos…) foi provocada por mim mesmo. Por isso é que começo com um pedido de desculpas que vai se repetir, com certeza, quando nos encontrarmos
    pessoalmente outra vez, o que eu espero que aconteça em breve.
    Assim, admitindo e assumindo o erro, tenho esperança de que você vai
    reconsiderar. Tenho a profunda esperança de que você não vai ficar
    insensível a este meu pedido de reconciliação, pois que você é muito importante para mim e sei
    que posso ser muito importante para você. Mais do que importante, você é a
    pessoa que eu amo e quero ter comigo para sempre.
    Mais uma vez apelo para o seu perdão e imploro
    por um, dois, milhões de beijos seus!

    No dia seguinte eu recebi uma notícia inesperada. Minha ex e os pais foram despejados da casa onde moravam. Foi muito triste, ela ainda implorou para os responsáveis pelo despejo não os colocassem pra rua, mas nada foi resolvido. A família teve que seguir o destino por três dias para casa de um parente que ficava em outro estado, mas antes estavam abrigados na casa do avó da minha ex. Então eu acabei dormindo na casa de um amigo, porque na casa em que eu vivia com ela não iria mais ficar, porque eu não dormiria sem ela. No outro dia, estava saindo pra trabalhar quando encontrei com uma amiga dela e ela me entregou uma carta, pedindo pra eu abrir e ler. Quando eu comecei a ler, fiquei perplexo com as palavras que minha esposa escreveu:

    “Querido, eu lamento que nossa história tenha acabado desse jeito. Eu não lhe dei valor, não lhe dei respeito, amor, carinho, tudo o que eu deveria ter lhe dado. Agora que eu sumi da sua vida, você pode fazer o que quiser da sua vida! Desejo também que você seja feliz e encontre um novo amor! Eu sonhava muito em ser a mãe dos seus filhos, mas agora infelizmente não irei realizar mais esse sonho! Eu sei que você escreveu uma carta pra mim implorando pra eu voltar, mas eu não sei se isso será possível, porque não vai mais voltar a ser como era antes e agora vou me embora com os meus pais pra bem longe e não pretendo voltar, vai ser melhor assim! Eu vou seguir a minha vida e você vai seguir a sua! Eu sei que é difícil, doloroso pra nós dois, mas vai ser melhor pra mim e mais eu tenho problemas e dificuldades em quase tudo e talvez esse seja o meu último recurso e sua última chance, porque talvez eu não estarei mais aqui! Eu também peço desculpas por algumas coisas incertas que eu fiz, por não ter sido a melhor esposa, a mulher dos seus sonhos, por não ter sido imperfeita e por não ter te agradado nesses últimos dois meses, isso tudo foi porque eu não tinha me acostumado com a vida de casada! Eu lamento também por ter vivido com você por esses apenas dois meses, era eu deveria ter feito de tudo pra salvar o nosso casamento, mas falhei! Por isso tomei essa decisão muito difícil e fiz o que achei melhor pra mim! Eu espero que você entenda! Mas nunca se esqueça que eu te amei um dia! Eu sempre te amei! Mas agora que você se livrou de mim, você nunca mais vai me ver, nem ouvir falar de mim! E se acontecer alguma coisa comigo, não se preocupe, tenho certeza de que vou ficar bem!”.

    Eu fiquei arrasado com as palavras que ela me disse na carta. A amiga dela ainda me aconselhou a ir atrás, mas isso seria possível, pois eles já estavam longe. Mas eu tentei mais uma vez, fui até a rodoviária, mas quando cheguei, já era tarde demais. Ela já tinha partido pra bem longe. Eu contei tudo pro meus amigos e eles disseram que foi melhor assim e me aconselharam a esquecê-la. Disseram que foi melhor ela mudar de cidade e que aqui nada faria bem pra ela. Realmente ela me esqueceu de vez. E agora o que eu faço? Devo seguir o meu destino ou começar tudo de novo?

    Curtir

  5. Humilhei minha noiva no dia do noivado! E agora?
    Eu a humilhei em frente a família dela e a meus parentes, eu disse que ela tinha um passado sexual muito sujo e que eu não me casaria com uma mulher que foi usada por malandro! Não me caso com produto usado e agora como ela deve estar se sentindo? Ela chorou muito ontem.

    E o pior aconteceu quando todo mundo do trabalho dela descobriu e ela acabou sendo demitida por esse motivo. Minha ex noiva foi tentando tocar a vida, fez várias entrevistas de emprego, mas nenhuma dessas não deu certo, porque ela foi rejeitada por causa do passado dela. O pior é que o amigo espalhou pra cidade inteira o segredo dela. Ela acabou apanhando na rua, teve o rosto desfigurado e foi muito humilhada. Foi aí então que minha ex noiva ficou dias dentro de casa trancada no quarto e não queria nem comer, ela foi se acabando, se entregando a uma tristeza enorme e a aparência dela foi ficando irreconhecível. Uma amiga dela foi falar comigo no meu trabalho dizendo que ela sofreu uma crise nervosa e foi parar no hospital por conta da magreza excessiva. Ela pesava 38 quilos, o rosto, os braços e as pernas dela estavam finas, os ossos estavam aparecendo muito e para ter uma ideia ela ficou cinco dias sem comer. Os médicos informaram que ela está com anorexia nervosa, mas ela insiste várias vezes que se acha gorda e que nenhum outro homem vai mais querê-la. Me senti muito culpado e com remorso quando soube. Depois de descobrir que foi diagnosticada com essa doença, ela chorava todas as noites, passou a ficar mais fraca e sensível, sem forças para reagir e não quer fazer o tratamento para a anorexia de jeito nenhum, disse que prefere morrer logo do que sofrer do jeito que ela está sofrendo. Meus amigos ficaram horrorizados comigo, jogam na minha cara que ela está sofrendo de doente todos os dias por minha causa e que nenhuma outra garota vai me querer mais, um deles me deu a maior lição de moral dizendo que eu não me passo de um machista, mal-caráter, sujo e inconsequente e que um dia vou me arrepender e procurar por ela. Eles tinham toda a razão, eu fui muito cruel, meu coração ficou cheio de ódio, rancor e maldade. A amiga dela me deu um sermão no outro dia quando me encontrou outra vez na rua, dizendo que eu tenho um coração duro e gelado e que ele vai contaminar o coração de outra mulher. Até que eu recebi uma notícia muito triste, minha ex noiva morreu. Segundo a tia, ela tomava muitos calmantes e remédios pra dormir, até que no outro dia ela não acordou mais, foram encontrados veneno de rato na cômoda perto da cama dela. Ela tinha acabado com a própria vida por conta da depressão e da anorexia. Ela vomitava todos os dias e não comia quase nada. Todo mundo da minha família e da família dela, as amigas e os meus amigos me culpam por essa tragédia. Eu acabei sendo deixado pra trás, todos eles me viraram as costas e nunca mais falaram comigo. Eu acabei sentindo esse peso enorme e vou carregar essa culpa pro resto da minha vida. Minha ex era muito jovem, tinha apenas 28 anos e uma vida toda pela frente, mas me disseram que ela não queria mais viver, que pra ela o mundo era cruel, imundo e cheio de pessoas más.

    Curtir

  6. Agressão a mulher gravida, como esconder as marcas no corpo?
    Cheguei em casa tonto ontem e minha mulher que esta gravida de 3 meses começou a me xingar, dei umas boas porradas nela, mas ficou marcas como faço pra esconder essas marcas, e como faço pra bater sem deixar marcas???

    Aí ela teve uma sangramento, levei ela ao hospital, o médico disse que não tinha mais jeito, ela tinha perdido o bebê, aí ela surtou, saiu correndo pra rua, eu fui atrás dela, ela foi até o posto de gasolina e ameaçou colocar fogo no próprio corpo, eu disse que ela não era louca de fazer isso, então ela foi até a passarela e ameaçou se jogar de lá de cima! Eu mandei ela parar com essa loucura, mas ela estava irredutível e não me escutava! Aí ela acabou sendo levada para o psiquiatra, recebeu calmantes e foi sedada! Ficou alguns dias lá e eu fiquei na casa da minha mãe! Ela me apoiou, disse que não é culpa minha, que a minha mulher é louca e quer que eu seja preso. Descobri alguns dias depois que ela está com transtorno bipolar e agora tem uma mania terrível de tentar arrancar a própria pele pra se livrar das marcas!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s