Pode sobrar, de novo, para o consumidor

O Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec) acredita que a aprovação do Cadastro Positivo vai aumentar a taxa de juros para o consumidor, já que os bancos partiriam dos patamares atuais de juros para calcular as taxas dos bons pagadores e aumentariam as taxas de juros para os consumidores com resultado não tão bom no referido cadastro.

“É cultural dos bancos brasileiros arrumarem subsídios para aumentar seus ganhos, nunca diminuir”, afirma José Geraldo Tardin, presidente do Ibedec.

“É o mesmo que aconteceu no mercado de seguros, onde mesmo nos últimos anos quando aumentou a segurança dos veículos, com rastreadores via satélite, sistemas de freios ABS e controle de tração – tudo que minimiza os riscos a que os veículos estão submetidos – mas não houve nenhuma redução no preço dos seguros”, continua Tardin.

4 comentários em “Pode sobrar, de novo, para o consumidor

  1. Com relação ao mercado securitário, o que “mata” é o grande número de fraudes contra as seguradoras. Nós, os honestos, pagamos mais caro porque vários espertos fraudam sinistros para receber as indenizações que somos nós mesmos que pagamos.

  2. Sylvio,
    É a velha farsa das elites brasileiras, responsáveis pela maior parte dessas gatunagens. E fica por isso mesmo, porque o chamado zé-povinho nem se dá conta dessas tramóias.

Deixe uma resposta