Chinelinho na reserva

Ás do chinelinho, o meia Roger, ex-Fluminense, Flamengo, Corinthians e Grêmio, hoje no Catar Sports Club, foi campeão da recém-terminada Copa do Príncipe, na Catar. Mas, na reserva.

O jogador teve atuação abaixo do aceitável e é uma das peças do time disponibilizadas para transações. O Catar Sports é treinado pelo internacional Sebastião Lazaroni.

Quem se habilita a contratar Roger, o craque de Caras?

3 comentários em “Chinelinho na reserva

  1. Impressinante como tem jogador que desperdiça o seu talento…Em níveis diferentes podemos citar Roger, Ronaldinho Gaucho, Adriano…

  2. Danilo,
    O pior é que essas figuras não honram outros craques cariocas de respeito, como Zico, por exemplo. E faturam rios de dinheiro, enganando e passando os clubes estrangeiros na lábia. Adriano é o caso mais emblemático.
    Abs.
    Gerson

  3. Roger e Cia LTDA são jogadores de um tipo que podemos chamar, no linguajar acadêmico atual, de “jogadores pós-modernos”: são vitrines e outdoors de si mesmos, desmotivados e melancólicos, que tiveram seus “15 minutos de fama”, como diria o “profeta” Andy Warhol, em um joguinho ou decisão de campeonato qualquer!

Deixe uma resposta