Governo abre licitação que prevê pagar R$ 700 milhões a mais por ônibus escolares

Uma licitação bilionária do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) pretende realizar a compra de ônibus escolares com preços discrepantes dos encontrados comumente no mercado. Os documentos foram apontados pela instância de controle e da área técnica do fundo. O valor dos ônibus está em R$ 480 mil, quase duas vezes o valor máximo, que é de R$ 270,6 mil.

A operação foi feita dentro do próprio FNDE, que concentra a maior parte dos recursos destinados a investimentos na área de educação. O atual presidente do fundo, Marcelo Ponte, foi indicado pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira.

A licitação faz parte da aquisição de até 3.850 veículos como parte do programa Caminho da Escola. O preço total da compra pode ir de R$ 1,3 bilhão para R$ 2,045 bilhões, um aumento de 55%, cerca de R$ 732 milhões.

Documentos obtidos pelo jornal O Estado de S. Paulo mostram que há a atuação direta de um dos diretores do órgão, Garigham Amarante. Ele foi indicado para o cargo por Valdemar Costa Neto, presidente do PL, partido cujo qual o presidente Bolsonaro faz parte.

O diretor determina, nos documentos, que o processo deverá ser dado prosseguimento, com pequenos ajustes, mas mantendo os preços inflacionados, mesmo com os alertas. O pregão foi iniciado por ordem de Garigham, que é diretor de Ações Educacionais do Fundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s