O campeonato sabotado

POR GERSON NOGUEIRA

O presidente do TJD, Mário Celio Alves da Costa, comunicou ontem à tarde que o tribunal vai julgar na próxima segunda-feira, 14, os pedidos de revisão (apresentados por Bragantino e Águia) nos casos dos atletas Hatos e Guga. O julgamento deve, ao que tudo indica, reinstaurar a normalidade e derrubar o ato que paralisou o Campeonato Paraense.

Hatos e Guga, que tinham sido julgados à revelia e suspensos por seis partidas em 2021, atuaram no Parazão deste ano por Bragantino e Águia, respectivamente. Sabedor do fato desde o começo do ano, o Paragominas resolveu denunciar os dois clubes a fim de tentar recuperar pontos e fugir do rebaixamento à 2ª Divisão estadual.

Independentemente de ter ocorrido nulidade de algibeira, figura jurídica que significa que alguém está ciente de uma ilegalidade e só protesta quando lhe é conveniente, o Parazão deve ser reiniciado com a constatação pelo TJD de que as suspensões de Hatos e Guga são nulas de pleno direito.

Sim, quando alguém não recebe notificação oficial e é julgado à revelia – como no caso dos atletas citados –, a sentença é considerada nula. Por esse motivo, como exposto aqui ontem, as solicitações de revisão apresentadas por Bragantino e Águia deverão ser acatadas pelo tribunal.

Além dos aspectos de natureza legal e dos muitos prejuízos financeiros, a paralisação do campeonato se tornou um imenso problema no calendário do futebol paraense. Caso a situação se prolongue, as datas do Parazão irão montar com as da Série C, afetando diretamente a PSC e Remo.

A confusão é tão séria que, mesmo que o problema seja sanado na segunda-feira pelo TJD, o campeonato só irá recomeçar no final de semana seguinte (19 e 20) porque PSC e Tuna têm jogos marcados pela Copa do Brasil para o meio da semana.

Esta segunda interrupção é vista por especialistas de marketing esportivo como um episódio que desvaloriza ainda mais um campeonato que já é deficitário. A alteração de datas e a insegurança quanto ao prosseguimento da competição configuram um quadro de caos generalizado, atribuído por quase todos que acompanham o Círio a omissões e erros da FPF.

Para espanto geral, a entidade que comanda o futebol paraense não arquiva boletins de inscrição e punições de atleta, algo imperdoável na era da informatização e da transmissão eletrônica de dados. Um simples banco de dados atualizado evitaria o festival de erros visto nos casos Hatos e Guga.

Por mais duro que possa parecer, é fato que um campeonato de pelada é melhor organizado do que o certame estadual, sem permitir tantas falhas administrativas em sua disputa. Torna-se urgente a adoção de providências para impedir que a bagunça se instale de vez.

Os clubes, que costumam reclamar sempre que se sentem prejudicados, precisam agir coletivamente e tomar uma atitude quanto à eleição da FPF, que seria inicialmente em dezembro, foi suspensa pela Justiça e já está postergada para uma data qualquer em abril.

O futebol profissional não pode conviver com atitudes amadoras e a entidade que gerencia o Estadual não pode continuar a sabotá-lo.  

Vitória do Real confirma a evolução de Vini Jr. 

Grande coadjuvante na noite de Karim Benzema, Vinícius Jr. saiu aclamado do gramado do Santiago Bernabéu após a espetacular virada do Real Madrid sobre o Paris Saint-Germain, pela Liga dos Campeões. Além dos aplausos da torcida, Vinícius e Benzema, autor dos três gols do Real, foram glorificados nas redes sociais do clube.

É justo. Depois de um início ruim, quando viu o PSG forçar o jogo com o trio Mbappé-Messi-Neymar até chegar ao gol no final do primeiro tempo. Com a vantagem de 1 a 0 no primeiro jogo (Mbappé aproveitando passe perfeito de Neymar), o time francês exibia segurança e sua trinca de craques fazia sua melhor apresentação na temporada.

Tudo parecia se encaminhar para uma noite terrível para os merengues, mas, de repente, a dupla Benzema-Vinícius Jr. começou a jogar em alta rotação, com luxuosa colaboração de Modric e Rodrygo. O duelo se tornou realmente eletrizante. Com velocidade pelos lados, o Real acuou o PSG e começou a criar chances.

Um vacilo do goleiro Donnarumma na saída de bola permitiu que Benzema fosse buscar o empate. A partir daí, o estádio se empolgou com a reação do time, que precisava de mais um gol para forçar a prorrogação. Vinícius perdeu gol aos 28 minutos, mas Benzema não vacilou na mesma jogada. Após passes de Modric, saiu o segundo do goleador.

Grogue, o PSG foi cedendo espaços e até o sempre seguro Marquinhos acabou envolvido. Benzema, implacável, aproveitou o momento e fez o terceiro batendo de primeira após desarme infeliz do zagueiro brasileiro.

Enquanto Vinícius e Rodrygo colecionam elogios pela atuação, Neymar saiu de campo sem marcar um golzinho sequer. É a primeira vez que isso ocorre desde que ele começou a disputar o torneio.

No segundo tempo, Neymar e Messi não conseguiram mais  escoltar Mbappé, que disparava em contra-ataques, mas não tinha com quem dialogar quando se aproximava da área. Esse cenário, aliado ao apagão defensivo, ajuda a explicar a eliminação do PSG.

Com Vinícius e Rodrygo voando, em franca evolução técnica sob a batuta de Ancelotti, Tite deve ter se animado. São opções óbvias para renovação do repertório da Seleção a sete meses da Copa. Ao mesmo tempo, com Neymar em baixa, o técnico sabe que talvez o escrete precise girar em torno de outras referências ofensivas. 

(Coluna publicada na edição do Bola desta quinta-feira, 10)

4 comentários em “O campeonato sabotado

  1. Real e PSG foi daqueles jogos imperdíveis para os apreciadores do bom futebol. Não tenho nenhuma simpatia pelos dois clubes, mas o peso do Real e o elenco estrelado do PSG foram convites para acompanhá-los numa contenda direta. O jogo deixou algumas lições e evidências. É preciso saber jogar campeonatos com mata-matas e o Real é especialista nisso. Não adianta ter um time estrelado do meio pra frente, no caso do PSG, e ter uma defesa fraca e um goleiro ridículo. Abro aqui um parênteses para falar do eficiente Navas, colocado na reserva, sem maiores explicações, desde que o atual goleiro, que entregou o jogo, chegou ao PSG (o técnico do PSG vai ter que gastar muita saliva pra se explicar). Vinícius Jr. realmente evoluiu muito como jogador, deixando de ser o expanador e bobo da corte do seu antigo clube para ser um jogador eficiente com o diferencial de ser habilidoso. Não há como negar que aí tem a mão dos técnicos com os quais trabalhou e trabalha.

    Curtir

  2. Essa evolução de Vinicius Jr já rendeu mudança de nome, agora é chamado de Vini, e alguém lá de dentro do Marca reivindicou que fosse tratado como atleta da base do Real, pois quando lá chegou era apenas uma foca com a bola nos pés.
    Com 21 anos de idade e um aproveitamento sensacional na presente temporada, tornou-se o jogador mais valorizado da atual temporada, mais caro que Haaland e principalmente que Mbappé, já que este tem contrato somente até o meio do ano com o PSG e pode assinar pré contrato sem custo.
    Quanto ao jogo, Seria exagero afirmar que Ancelotti teve mais sorte que juízo, pois já devia ter voltado do intervalo com Camavinga, no lugar do blasé Kroos; e Rodrigo na vaga de Ascencio. Houve um momento que os franceses trocaram mais de trinta passes e os madrilenhos apenas assistiam quedos ao controle do jogo pelo adversário.
    Não sei ainda o porquê de Pochettino sacar do time Paredes, só sei que o resultado foi desastroso para os parisienses. O jogo ficou eletrizante depois que o árbitro tolerou falta de Benzema em Donarumma, daí saiu o primeiro gol, o Santiago Bernabeu incendiou-se, os entediados Neymar Jr e Lionel Messi desapareceram e o PSG com apenas nove jogadores dispostos a lutar pela posse de bola tornou-se refém da fúria espanhola.
    Não chegou a ser uma lição, apenas o recorrente exemplo que o futebol sempre dá, de que o espetáculo proporcionado por um time é obra coletiva.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s