“Velhos Baionaras II” tem exibição gratuita hoje no Líbero Luxardo

Será lançado nesta segunda-feira, 21, o documentário “Velhos Baionaras II”, de Stéfano Paixão, em duas sessões no Cine Líbero Luxardo (Centur), com entrada franca. As sessões serão às 19h e às 20h30. Gravado em Baião, na região do Baixo Tocantins, o documentário integra um projeto de resgate e mapeamento dos dos elementos que compõem a complexa trama da identidade cultural amazônica no município, que é um dos mais antigos do Estado.

O doc oferece uma comovente experiência visual e linguística, reunindo um leque de histórias de resistências e respeito à cultura nativa. O produtor executivo Stefano Paixão começou a fazer o inventário histórico de Baião, em 2011, contando histórias através do espetáculo de rua “Contadores Aluados e sua Carroça de Estrelas”. Foi o embrião dos dois documentários “Velhos Baionaras”.

Stéfano partiu então para o projeto “Velhos Baionaras, Tesouros Vivos”, que foi submetido ao antigo Instituto de Artes do Pará (IAP). “Obtivemos a bolsa para a produção do documentário e, com uma maravilhosa equipe montada, partimos em mais uma incursão, agora para transformar o espetáculo em filme. Neste turbilhão, o trabalho recebe a Menção do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e então vieram as Mostras de Cinema Paraense na cidade de Baião”, explica o diretor Dario Jaime.

“Velhos Baionaras II” é, de certa forma, um complemento de “Velhos Baionaras, Tesouros Vivos”. Sem seguir as réguas da escola cinematográfica tradicional, o doc envereda por uma linha mais afetuosa e terna. “São histórias lindas, memórias de pessoas que vivenciaram coisas absurdas para o nosso senso comum”, resume Dario.

Exibição de “Velhos Baionaras II

Data: hoje, segunda-feira (21)

Horário: 19h e 20h30

Local: Cine Líbero Luxardo – av. Gentil Bitencourt, 650 – Nazaré

LANÇAMENTO

Nesta terça-feira, Stéfano lança o livro “Lá onde o rio se parte em dois – Memórias, patrimônio cultural e tombamento na cidade de Baião”. Será na Cafeteria Chez Nous, na rua Jerônimo Pimentel, 188, às 18h.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s