Meio caminho andado

POR GERSON NOGUEIRA

Márcio Fernandes busca soluções no Londrina, mas alerta: "Não é o momento  de mudar tudo" | londrina | ge

Márcio Fernandes desembarca nas próximas horas em Belém para abrir a etapa de treinamentos do PSC para o Campeonato Paraense. Se precisasse estrear logo, a formação mais provável seria esta: Thiago Coelho; Potiguar, Marcão, Heverton e João Paulo; Bileu, Christian e Ricardinho; Robinho, Henan e Danrlei.

O time reserva ficaria assim: Elias Curzel; Igor Carvalho, Genilson, Kerve e Ruy (Lucas Marreiros); Denis Pedra, Yure e José Aldo; Dioguinho, Flávio e Marlon.

Com 24 atletas no elenco, o PSC deve anunciar mais reforços nos próximos dias. A intenção é montar um grupo forte, não só para a busca do tricampeonato estadual como para a campanha pelo acesso à Série B.

Márcio, que passou pelo futebol paraense em 2019 comandando o Remo, tentará levar o Papão de volta à Série B após ter obtido sucesso à frente do Vila Nova-GO em 2020. O setor mais carente do elenco é a lateral esquerda, que conta apenas com João Paulo, ex-Confiança.

Falta ainda um zagueiro experiente para compor o número ideal de defensores. Na meia-cancha, falta ainda o camisa 10 de peso, prometido pela diretoria. Volante de origem, Ricardinho será o 8, embora também tenha passado a atuar como meia nos últimos anos.

Tempo de esperança para jovens do Leão

Quando iniciar nesta semana os preparativos para o Parazão, o técnico Paulo Bonamigo deve escalar o Remo com: Vinícius; Ricardo Luz, Kevem, Marlon e Lailson; Uchoa, Lucas Siqueira, Erick Flores e Felipe Gedoz; Vanilson e Ronald (Luan).

Nos treinos coletivos, o time B ficaria assim delineado: Rodrigo Joviasky; Rony, Davi e Paulinho Curuá; Warley, Pingo, Warley, Veraldo e Tiago Miranda; Welthon e Tiago Mafra (Henrique).  

Bonamigo conhece pelo menos dois terços do elenco. É uma vantagem e tanto, que lhe permitirá montar o time titular com base nas informações que reuniu em 2020 e no começo de 2021 quando comandou a equipe.

Em duas palavras, Bonamigo mostra o caminho para o Remo surpreender o Vila  em Goiânia | remo | ge

Os garotos oriundos da base têm motivos concretos para alimentar esperanças, pois o técnico costuma abrir espaço para os iniciantes, principalmente no Campeonato Paraense. Foi assim com Pingo, Ronald, Mafra, Tiago Miranda e Warley durante a recente passagem pelo Baenão.

Dos remanescentes, o trio Uchoa-Siqueira-Gedoz deve ser o ponto de referência da equipe, a partir do qual serão estruturadas as formas de atuação. Na frente, Vanilson e Welthon disputam a titularidade no centro do ataque; Veraldo, Luan e Ronald são as opções de lado.

A prioridade máxima neste início de temporada será a contratação de dois laterais esquerdos. A posição segue carente depois que Igor Fernandes e Raimar se desligaram e Marlon optou pelo meio da zaga.

Direto do blog campeão

“Estou um pouco preocupado com a movimentação do Remo na formação do elenco para 2022. Essa renovação com peças antigas não trará retorno no Parazão, pois realizaram vários jogos com uma preparação inadequada e estão desgastados. Vamos aguardar a movimentação de janeiro”. Bira Corrêa

“Quanto a essas chapas à presidência da FPF, eu, na qualidade de azulino, só tenho a lamentar e a me preocupar. Não há nada tão ruim no Brasil que não possa piorar. Depois de Euclides Freitas e Nunes de Lima, não vejo esperanças de neutralidade aí nesses nomes. Quase a mesma coisa de elegerem o falecido contraventor Miguel Pinho para o cargo”. Antônio Valentim

“Será que vai dar certo (Cruzeiro transformado em SAF)? Ronaldo ‘comprou’ o Valladolid na primeira divisão espanhola e ajudou a empurrá-lo para a segunda divisão. É certo que os clubes brasileiros precisam de um banho de gestão, mas o caminho que estão seguindo parece nebuloso”. Miguel Silva

“Bom, sou torcedor de um clube SAF (Liverpool) e, francamente, não vejo nenhuma diferença. Aliás, vejo que o clube é muito estruturado e muito bem administrado, bem diferente do clube desequilibrado de décadas anteriores, capaz de formar grande time num ano e uma porcaria no seguinte. Se fosse pra defenestrar essas tralhas que há muito afundam o meu Flu, aceitaria de muito bom grado”. Sérgio Soeiro

Uma breve folga para os baluartes

A coluna entra em recesso de 10 dias aproveitando as férias do futebol e também para dar uma folga aos 27 leais baluartes. Até a volta. 

(Coluna publicada na edição do Bola desta segunda-feira, 03)

Um comentário em “Meio caminho andado

  1. Gérson, assistindo um documentário sobre Diego Maradona na Netflix, a qual indico, chamado, Maradona no México, cita a passagem de Maradona treinando um pequeno time da segunda divisão mexicana chamado de Dourados, todos conhecem a história vitoriosa de Maradona esportivamente, gênio.
    Maradona chegar e pega o time na lanterna da segunda divisão mexicana e leva esse time a brigar pelo acesso por duas temporadas seguidas , chegando a final e quase conseguindo o acesso, por caprichos do futebol não subiu, aonde eu quero chegar? Me remeto ao futebol brasileiro, o fortaleza fez isso, após a aposentadoria de Rogério Ceni em 2016, o fortaleza o contratou, Rogério super campeão no são Paulo, e conduziu o fortaleza aonde chegou hoje, convenhamos, é diferente vc ter como ter como técnico o seu João de Piripiri,ou seu Mário de Itapipoca, assim como o Fortaleza, o Dourados chamou um semi Deus do esporte, campeão.
    O que falta para o Clube do Remo fazer o mesmo??? Pq não chama um cara campeonisssimo em que os jogadores o olhem e se espelhem, uma dica, Alex cabeção que tá treinando o Júnior do São Paulo, acostumadi a vencer e ídolo na Turquia com direito a estátua, ou em um futuro próximo, Felipe Luiz que recentemente falou da vontade de ser treinador assim que se aposentar, provavelmente ano que vem, jogador inteligente, acostumado a trabalhar com grandes jogadores e treinadores mundias, como, Mourinho, Simeone, J.J ,um jogador que conhece de técnica e tática estilo europeu, ou também futuramente um Louco Abreu, também inteligentíssimo, o que falta?
    Uns metidos a sábio irão falar ; Haaa é arriscado, e perca de tempo e etc…
    Perca de e tempo é ficar todos os anos arriscando com o seu João , seu Mário e ficar andando em círculos .
    Fica a dica.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s