Série B: denúncia contra o Avaí pode beneficiar o Remo

Clube do Remo pode ser beneficiado no processo

Uma denúncia apresentada por sete atletas do Avaí pode causar uma reviravolta no Campeonato Brasileiro mexendo com a composição das Séries A e B do ano que vem. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) recebeu, nesta quinta-feira (30), denúncia contra o Avaí por atrasos salariais recorrentes por parte do clube catarinense.

Diego Renan, Edilson, Iury, João Lucas, Jonathan, Rafael Pereira e Ronaldo procuraram o Sindicato dos Atletas Profissionais de Futebol do Estado de Santa Catarina (SAPFESC) e notificaram a agremiação sobre o ingresso com uma Notícia de Infração no Tribunal do Futebol. Os atletas citados já haviam notificado o Avaí sobre atrasos desde agosto e não foram ressarcidos desde então.

Avaí x Vitória - Série B

Com a denúncia, o Avaí tem, se for comprovado como clube devedor, 15 dias para cumprir suas obrigações com os sete atletas. Caso não consiga, a sanção será a perda de três pontos por rodada disputada desde a primeira denúncia, em agosto, o que tiraria o acesso do Leão da Ilha para a Série A – classificando o 5º colocado, CSA – e o rebaixando para a Série C de 2022 – no caso, o Remo, 17º, se salvaria.

O Artigo 17 do REC diz o seguinte: “O Clube que, por período igual ou superior a 30 (trinta) dias, estiver em atraso com o pagamento de remuneração, devida única e exclusivamente durante o CAMPEONATO, conforme pactuado em Contrato Especial de Trabalho Desportivo, a atleta profissional registrado, ficará sujeito à perda de 3 (três) pontos por partida a ser disputada, depois de reconhecida a mora e o inadimplemento por decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD)”.

Caso perca os pontos, referentes a todas as partidas em que os jogadores citados atuaram com salários atrasados, a equipe ficaria com 42 pontos, um a menos que o Clube do Remo, primeiro time dentro da zona de rebaixamento. Já o CSA-AL, que terminou a Série B em 5º, iria para a 4ª colocação e subiria para a Série A.

O STJD, porém, está de recesso até o dia 20 de janeiro de 2022, o que dá mais tempo ao Avaí para se manifestar e resolver as pendências. O clube ficou em quarto lugar na última Série B, conquistando o retorno para a elite do futebol brasileiro na última rodada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s