Por 7 a 0, TSE mantém Jatene inelegível

Imagem

Em julgamento realizado na tarde desta quinta-feira, 21, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou por 7 votos a 0 um recurso que tentava reverter a condição de inelegível o ex-governador Simão Jatene (PSDB). Com a decisão unânime, Jatene segue inelegível pelo período de oito anos (até 2022) por abuso do poder econômico e político nas Eleições 2014. O tucano foi condenado pela utilização indiscriminada e eleitoreira do Programa Cheque Moradia, que distribuía recursos em troca de votos para a chapa por ele encabeçada.

Jatene, como se sabe, vive fazendo lives alegando inocência e apontando o dedo contra seus adversários políticos. É óbvio que padece de um tipo de amnésia conveniente, relativamente comum em tucanos paraenses.

Vale dizer que ele segue inelegível por outra decisão do próprio TSE, não extinta ainda, e pela rejeição de suas contas pela Assembleia Legislativa.

Deixe uma resposta