Por onde a água passa

Capa do e-book Por onde a água passacoletânea de artigos de antes e durante a quarentena,com auto-fotografia do autor e vista panorâmica para a baia da Praia do Itaguá, a partir do antigo do Cais do Porto de Ubatuba, Litoral Norte do Estado de São Paulo. Data: 05/07/2020.

Por Heraldo Campos

“Por onde a água passa produz modificações. Pode dissolver os minerais das rochas e arrastar seus componentes bem distantes para a deposição. Pode formar rios, lagos e oceanos, acumulando um volume considerável de espécies aquáticas. Pode tanto recarregar os aquíferos como transbordar em áreas de inundação e causar prejuízos econômicos em áreas urbanas.”

A introdução acima abria o e-book Por onde a água passacoletânea de artigos e foi a primeira coletânea publicada pelo autor em 2019, que reunia 74 artigos em fac-símiles escritos para o jornal Gazeta de Ribeirão,entre os anos 2006 e 2012, e que procurou divulgar o tema relacionado às Ciências da Terra, com ênfase no Aquífero Guarani.

Essa coletânea encontra-se disponível no repositório de documentos do CeReGAS – Centro Regional para la Gestión de Aguas Subterráneas (UNESCO) [1] e pode ser acessada, gratuitamente, também, através dos sites da Alumni USP [2]  e do Instituto Humanitas Unisinos [3]. A segunda e recente coletânea Por onde a água passacoletânea de artigos de antes e durante a quarentena que reúne 104 crônicas, escritas entre julho de 2019 e maio de 2021, foi motivada pela necessidade de se falar do nosso dia a dia, vivendo a maior parte do tempo em quarentena por causa da pandemia do coronavírus e abrange temas variados como geologia, política, futebol e muitas lembranças de um passado não muito distante. A sua publicação, em outro e-book, disponível no formato PDF, ISBN 978-65-88816-20-2, pode ser acessada, gratuita e diretamente, pela BASE ACERVUS – Sistema de Bibliotecas da UNICAMP [4].

Nesses tempos difíceis que estamos vivendo no Brasil e no mundo, espera-se com esta forma de abordagem dos temas aqui tratados que alguns deles possam estimular, modestamente, mentes e corações, na busca de um caminho mais esperançoso para o nosso país e para a maioria das pessoas. As águas passam e as pessoas também, mas não nos esqueçamos de que as memórias ficam registradas e elas nos movimentam de um lugar para o outro, mesmo que a maré, momentamente, seja contra a maioria.

“Cais do porto / Tenha pena de mim / Já é dia, nem vestígio sequer / Não será cais do porto / Aquela luzinha que lá longe apaga e acende / Fazendo sinal quem sabe pra mim”.

(trecho de “Cais do Porto” de Capiba).

Acessos

[1] CeReGAS – Centro Regional para la Gestión de Aguas Subterráneas (UNESCO)

http://ceregas.org/files/Repositorio%20documentos%20agua%20subterranea/Documentos%20del%20excel/50%20Por%20onde%20a%20agua%20passa%20Heraldo%20Campos%2021%2005%202019.pdf

[2] Alumni USP

http://www.alumni.usp.br/coletanea-de-artigos-por-onde-a-agua-passa-de-geologo-ex-aluno-da-usp/

[3] Instituto Humanitas Unisinos

http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/593968-por-onde-a-agua-passa

[4] BASE ACERVUS – Sistema de Bibliotecas da UNICAMP

http://acervus.unicamp.br/index.asp?codigo_sophia=1165322

*Heraldo Campos é Graduado em geologia (1976) pelo Instituto de Geociências e Ciências Exatas da Universidade Estadual Paulista – UNESP, Mestre em Geologia Geral e de Aplicação (1987) e Doutor em Ciências (1993) pelo Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo – USP. Pós-doutor (2000) pelo Departamento de Ingeniería del Terreno y Cartográfica, Universidad Politécnica de Cataluña – UPC e pós-doutorado (2010) pelo Departamento de Hidráulica e Saneamento, Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo – USP.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s