Jogadores da Seleção pressionam a CBF contra participação na Copa América

O capitão Casemiro, do Real Madrid, representou os atletas em reunião com o presidente da CBF, Rogério Caboclo -  (crédito: Lucas Figueiredo/CBF)

Tite e os jogadores não confirmam, mas convocados europeus teriam pedido ao técnico e ao presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, para não disputar a Copa América a partir do próximo dia 13, no Brasil. A informação foi revelada pelo jornalista Mendel Bydlowski, da ESPN, na entrevista para a partida desta sexta contra o Equador, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela sétima rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Qatar-2022. A saída dos “europeus” do elenco pode ocorrer depois da partida de terça-feira contra o Paraguai, em Assunção, ou seja, cinco dias antes da estreia dos atuais campeões do torneio continental contra a Venezuela, no Mané Garrincha, em Brasília.

A Seleção virou anfitriã da Copa América depois de Argentina e Colômbia serem vetadas devido a crises sanitárias e políticas nos dois países vizinhos. Cogita-se duas possibilidades nos bastidores: a Seleção ser representada somente por atletas vinculados a clubes do país, o que atrapalharia o Campeonato Brasileiro, ou pelo elenco Sub-23, hipótese mais provável. O grupo comandado pelo técnico André Jardine ensaia para os Jogos de Tóquio.

Tite se manifestou hoje (3) a respeito da mudança de sede da Copa América para o Brasil, medida que surpreendeu a comunidade do futebol sul-americano nos últimos dias. O treinador da seleção revelou que os jogadores pediram uma reunião com o presidente da CBF, Rogério Caboclo, para debater sobre a participação no torneio e prometeu externar a posição pessoal sobre o tema após a rodada dupla das Eliminatórias da Copa do Qatar, que começa amanhã, contra o Equador, em Porto Alegre.

“Nós temos uma opinião muito clara e nós fomos lealmente, numa sequência cronológica, eu e Juninho [Paulista, coordenador da seleção] externando a nossa opinião. Na sequência pedimos aos atletas para trabalharem e ficarem focados na nossa preparação para o jogo contra o Equador. Nos atenderam nessa solicitação. Na sequência solicitaram uma conversa com o presidente [Rogério Caboclo] direta e lealmente falando a ele as suas opiniões, porque está muito clara, muito limpa, muito clean, e foi externada em conversa pessoal com presidente e comissão técnica”, afirmou Tite.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s