Copa Verde: Remo sofre, mas arranca bom resultado na casa do adversário

O Remo conquistou um bom resultado diante do Manaus pela semifinal da Copa Verde. Empatou em 1 a 1, após sofrer um gol logo aos seis minutos de jogo em falha coletiva da defesa. Pressionado pelo placar adverso, o time lutou muito, mas a dificuldade que o ataque teve para finalizar a melhor jogada produzida na segunda etapa dá a dimensão dos problemas apresentados pelo time de Paulo Bonamigo na tarde deste sábado, na Arena da Amazônia. O lance aconteceu aos 43 minutos, quando os azulinos lutavam para chegar ao empate. Dioguinho recebeu excelente passe de Felipe Gedoz, mas chutou em cima do goleiro. A bola passou e encontrou Wellington Silva livre na pequena área para completar em direção às redes.

A rápida jogada do Manaus logo aos 6 minutos surpreendeu o sistema defensivo do Remo. Após erro de Marlon, Elivélton trocou passes com Gabriel Davis, que passou para Diego Rosa finalizar, quase caindo. A bola entrou no canto direito de Vinícius, que saltou e quase evitou o gol. A partir daí, o Leão se lançou ao ataque, mas patinava nos próprios erros e na incapacidade de superar o jogo truncado, cheio de faltas.

Manaus x Remo

Felipe Gedoz manobrava com certa liberdade, mas errava passes e chutes a gol. Na lateral esquerda, Marlon não reeditava suas melhores atuações. Na direita, Wellington Silva se movimentava bem, mas Hélio Borges enfrentava marcação dupla. Um grande momento foi a chegada em cruzamento da esquerda para cabeceio de Lucas Siqueira, com grande perigo. Depois, Augusto foi lançado duas vezes e quase marcou.

Nos contra-ataques, o Manaus ameaçava, com jogadas bem construídas por Douglas Lima e avanços de Elivélton. Vinícius Barba quase marcou o segundo em arremate bem defendido pelo Vinícius remista.

Para a segunda etapa, o Remo veio com tudo. Kevem cabeceou rente à trave desviando falta cobrada por Gedoz. Depois, Wallace recebeu livre e bateu rasteiro para grande defesa de Rafael. Aos 10 minutos, Tiago Spice, que já havia distribuído pontapés à vontade no primeiro tempo, acertou cotovelada em Hélio Borges e foi expulso.

A partir daí, o confronto se transformou em ataque (do Remo) contra defesa (Manaus). O problema é que faltava serenidade e organização aos azulinos, que erravam passes e precipitavam jogadas. O Manaus, mesmo inferiorizado numericamente, defendia-se com competência, encurtando espaços, fechando setores e aproveitando a afobação remista.

Sem sofrer muitos riscos na defesa, o time ainda ameaçava com finalizações de fora da área. O Remo já tinha Dioguinho em campo, mas Augusto parecia cansado e sem inspiração. Gedoz tentou chegar aos 36′ com dribles junto à linha de fundo, mas bateu em cima do goleiro. Finalmente, aos 43′, em jogada improvável pelo meio da povoada zaga, Dioguinho, chutou e Wellington Silva aproveitou o rebote de Rafael para deixar tudo igual.

Ainda houve chance de virada. Aos 46′, Augusto trocou passes com Marlon e invadiu pela esquerda, mas tentou a finalização direta e facilitou a defesa do goleiro.

A partida de volta será na quinta-feira, às 16h, no estádio Jornalista Edgar Proença, em Belém.

(Fotos: João Normando)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s