Lula repudia espancamento e morte de homem negro no Carrefour

Lula é condenado na Lava Jato a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do  triplex | Paraná | G1

O ex-presidente Lula se manifestou nas redes sobre o assassinato de João Alberto Freitas, homem negro espancado até a morte no Carrefour. A Polícia Civil autuou em flagrante os dois homens envolvidos por homicídio qualificado.

No Twitter, Lula diz: “Amanhecemos transtornados com as cenas brutais de agressão contra João Alberto Freitas, um homem negro, espancado até a morte no Carrefour. O racismo é a origem de todos os abismos desse país. É urgente interrompermos esse ciclo.”

Deixe uma resposta