Ceni reclamou de acréscimos com medo de tomar mais gols

No fim do duelo entre São Paulo e Flamengo, na noite de hoje (18), pela Copa do Brasil, uma cena inusitada: o técnico Rogério Ceni fez uma reclamação à arbitragem. O comandante rubro-negro não gostou dos seis minutos que foram indicados de acréscimos, quando o placar já apontava 3 a 0 para o Tricolor paulista.

A equipe da Gávea foi dominada pelo Tricolor e não conseguiu reverter a desvantagem estabelecida no primeiro jogo, quando o São Paulo ganhou por 2 a 1, no Maracanã. Rogério, que ainda não conseguiu vencer como técnico do Flamengo, temia sofrer mais gols e completar a sequência ruim que derrubou Domènec Torrent, que sofreu três goleadas.

“Meu time sem chance de ganhar, desgastado e você dando esse tempo todo de desconto agora”, disse Rogério, angustiado, em áudio captado pela TV. Uma diferença monumental para o estado de ânimo dos rubro-negros ao longo de 2019, quando o time era considerado invencível no Brasil.

Rogério esqueceu que a regra que permite o acréscimo ao tempo de jogo visa compensar, em benefício da qualidade do jogo e do direito do torcedor, os minutos perdidos em substituições e outras paralisações. O tempo não é acrescido para beneficiar uma equipe que está perdendo ou vencendo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s