Dono do Facebook revela favorecimento a grupos de direita na rede social

Mark Zuckerberg

Numa longa reportagem publicada na última sexta-feira pelos jornalistas Deepa Seetharaman e Emily Glazer, The Wall Street Journal afirmou que Mark Zuckerberg  está orientando seu Facebook cada vez mais para favorecer os sites e tendências conservadoras, de direita, e prejudicar os progressistas e a esquerda. Você pode ler a íntegra da reportagem aqui.

Segundo o jornal, o Facebook faz mudanças em seu algoritmo do feed de notícias desde 2017 para reduzir a visibilidade de sites de notícias de esquerda como Mother Jones em sua plataforma. Mark Zuckerberg aprovou pessoalmente os planos.

Segundo a reportagem, Zuckerberg tornou-se “um operador político ativo”. Ele tem jantado com  Trump, conversa regularmente com o conselheiro sênior da Casa Branca, Jared Kushner, e pressionou legisladores e autoridades a atacarem rivais como a TikTok e a Apple Inc., “disseram pessoas envolvidas nas discussões”, segundo a reportagem. Ainda seundo a reportagem, “Zuckerberg mantém uma linha aberta com Kushner, genro do presidente e conselheiro sênior. Os dois às vezes discutem as políticas do Facebook no WhatsApp”.

Zuckerberg chegou a dar uma palestra para executivos do Facebook sobre a necessidade de a empresa entender que “sua base de usuários é mais conservadora e defendeu as decisões de não remover postagens de Trump que alguns funcionários argumentam que violam as regras do Facebook”. Acrescentam os jornalistas: “a posição de Zuckerberg alienou democratas proeminentes e ativistas dos direitos civis e frustrou muitos dentro do Facebook – incluindo, às vezes, a diretora de operações Sheryl Sandberg, dizem pessoas familiarizadas com a dinâmica”.

Há uma crise na relação entre o Partido Democrata e o Facebook por conta das posições de seu presidente: “O gerente de campanha de Biden no mês passado enviou ao CEO uma carta, chamando o Facebook de ‘o principal propagador de desinformação do país sobre o processo de votação’” -escreveram os jornalistas do WSJ. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s