Novo técnico do Vasco coleciona polêmicas e brigas

Contratado para ser o novo treinador do Vasco, o português Ricardo Sá Pinto coleciona episódios polêmicos ao longo da carreira por ser uma pessoa bastante explosiva, franca e direta. “Ele tinha uma casca de durão e a forma de passar as coisas, mas tem um coração incrível. Mas pelos cargos que exercia tinha que passar uma imagem. Tinham momentos de descontração, mas era muito sério no trabalho”, disse Victor Golas, ex-goleiro do Sporting, ao ESPN.com.br.

Atualmente no Marciílo Dias-SC, o arqueiro brasileiro garante que o novo treinador vascaíno costuma se relacionar bem com o elenco. “Ele sempre aparentou ser uma pessoa correta e frontal. O Sá Pinto, por ser um grande ídolo do Sporting, comprava até briga com a torcida por causa dos jogadores e intermediava a relação”.

“O estilo dele é igual ao do Jorge Jesus. Ele cobra bastante diariamente,dá broncas. Entende demais de futebol porque foi um jogador de sucesso. É um estrategista e não tem uma receita de bolo. Ele vive sempre o próximo jogo. Fica de olho na parte, temperatura e no adversário”, disse o ex-volante Dudu Cearense, que trabalhou com o treinador no OFI, da Grécia.

Sá Pinto gosta que o elenco apresente o mesmo perfil aguerrido que ele tinha nos tempos de jogador.

“Se não dá no jeito, vai na força de vontade! É muito exigente e, nesse sentido, lembra muito o Jesus mesmo. Eles cobram muito a entrega do jogador o tempo todo. Não à toa foi tão vitorioso. Ele vai ter que passar por um processo de adaptação no Brasil. Em Portugal, a gente tinha obrigação de vencer todos os jogos e ir para cima. Os outros clubes que se defendiam”, explicou o goleiro.

“Ele é tão torcedor do Sporting que não falava nunca o nome do Benfica, que é o maior rival. Quando precisava se referir ao clube ele bufafa ou chamava de ‘os outros da segunda circular’. Era muito engraçado”, disse Golas.

“A gente tinha um jogador no elenco que tinha muita moral na Grécia porque tinha jogado no Olympiacos, mas o Sá Pinto não se dava bem com ele. Ele costumava fazer sempre joguinhos de futevôlei e uma vez estávamos jogando. O atleta começou a tirar um sarro do auxiliar, e o Sá Pinto ficou bravo. Tivemos que separar a discussão dos dois”, contou Dudu Cearense. (Da ESPN)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s