Maradona dá invertida em Macri: “Cagou a vida de 2 gerações de argentinos”

Maradona e Maurício Macri

Em entrevista ao canal Todo Notícias (pertencente ao Grupo Clarín), na noite desta segunda-feira (12), Macri insistiu em seu discurso de criticar as medidas do governo de Alberto Fernández, especialmente as quarentenas para conter a propagação do coronavírus, mas fez seus ataques mais importantes à sua maior rival histórica, a vice-presidenta Cristina Kirchner.

“Tive que fazer algo duríssimo quando fui presidente do Boca Juniors (nos Anos 90), que foi mandar o Maradona embora, porque ele também era meu ídolo, e ídolo de todos os argentinos. Mas isso permitiu fazer um Boca melhor. O peronismo está diante do mesmo desafio, que é o de se separar da Cristina Kirchner. Eu a comparo com Maradona, mas só na irracionalidade, não no talento”, disse Macri.

“A você, Mauricio, tenho que dizer que você não me expulsou de lugar nenhum. Fui eu que saí do futebol, para proteger a saúde dos meus pais. Essa decisão foi minha e não fiz mal a ninguém”, começou dizendo o ex-jogador. “Não importa quantas bravatas você jogue, no fundo, sabe que o grande problema das suas decisões é que elas cagaram a vida de duas gerações inteiras de argentinos. Assuma o que você fez, querido. Até o seu pai já te disse isso”, continuou a mensagem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s