Técnicos armam esquadras para o Re-Pa decisivo

Com time já definido, Hélio dos Anjos garante: 'Vamos lutar pra conseguir o título' - Crédito: Fernando Torres

No comando do Paissandu há 42 partidas, Hélio dos Anjos tem um dos maiores desafios do ano: conquistar o título estadual de 2020 em partida contra o Remo, às 17h, no estádio Jornalista Edgar Proença. Com vantagem de poder empatar, pois venceu por 2 a 1 o primeiro jogo da final, o técnico garantiu ontem que vai manter o mesmo trabalho que vem fazendo desde quando entrou no clube. Sem mudanças, ele já tem o time definido.

“Nós temos uma característica de jogo, modelo de jogo e ele aconteceu o tempo todo, inclusive no último clássico. E eu não vou abrir mão disso em função de ter vantagem nesse momento, uma vantagem pra mim significativa, pela grandeza do Remo, de ser muito forte. Então, nós temos que jogar, entrar  mais concentrado que o jogo passado e acima de tudo preparado para as adversidades que serão impostas pelo Remo, porque, eles tem o mesmo objetivo que a gente, tem a mesma oportunidade nossa naturalmente.  E temos que estar  ligados nisso”, afirmou.

Como vem o Remo pro clássico? Mazola Júnior guarda a formação a "sete chaves". — Foto: Thiago Gomes/O Liberal

Do lado azulino, o técnico Mazola Júnior não contará com o seu principal jogador, o meia Eduardo Ramos, que saiu lesionado do primeiro Re-Pa da decisão. Após lamentar as falhas que resultaram na derrota, o treinador tem buscado uma forma de compensar a ausência de seu principal articulador e artilheiro. Mudanças mais prováveis devem ocorrer no meio e no ataque. Logo após o jogo de quarta-feira, Mazola disse que o time entraria “mordido” no confronto deste domingo.

Com a obrigação de ser mais ofensivo do que o habitual, a fim de reverter a desvantagem, Mazola deve fazer alterações no meio-campo. Julio Rusch, Lucas Siqueira e Gelson, titulares, podem ser substituídos para que o time ganhe mais força de ataque. A possibilidade de entrada de Djalma é muito forte, bem como a de Robinho ou Carlos Alberto na vaga de Eduardo Ramos. Na frente, Tcharlles e Ermel devem entrar jogando.

Na prática, a principal mudança pode ser de postura, mesmo que o treinador mantenha a mesma escalação do jogo passado.

Um comentário em “Técnicos armam esquadras para o Re-Pa decisivo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s