Leão e Japiim decidem vaga à decisão do Parazão

Castanhal 0×1 Remo (Lucas Siqueira)

Remo e Castanhal decidem classificação à final do Campeonato Estadual, hoje à noite (20h), no estádio Jornalista Edgar Proença. Como venceu a primeira partida por 1 a 0, o Leão tem a vantagem do empate. O Japiim precisa vencer por dois gols de diferença para ir à decisão depois de duas décadas. Caso vença por um gol, a vaga será decidida através da cobrança de penalidades.

Para montar o time remista, o técnico Mazola Junior pode ter a volta do lateral direito Everton, que estava lesionado. Caso não possa jogar, Jansen será o titular da posição. No ataque, Tcharlles pode ganhar a primeira oportunidade como titular, substituindo a Zé Carlos.

Ele entrou na etapa final do jogo com o Ferroviário, domingo, e atuou bem, deixando boa impressão. Nas demais posições, o time deve ter a mesma formação dos jogos anteriores, no sistema 4-4-1-1.

Para tentar vencer, o Castanhal deve ter o retorno de titulares que foram barrados no primeiro jogo. Pecel, artilheiro da equipe com 8 gols, e o meia Dioguinho tem escalação garantida. Já o volante Marcos, que se contundiu contra o Remo, é a baixa do time. Com lesão no ligamento do joelho esquerdo, ficará cinco meses longe dos gramados.

A divergência entre o técnico Artur Oliveira e o atacante Pecel, que chegaram a discutir na partida de ida, gerou um princípio de crise no clube, mas o problema já foi contornado. Uma conversa entre os dois selou a reconciliação.

Prováveis escalações:

Remo: Vinícius; Rafael Jansen (Everton), Mimica, Fredson e Marlon (Dudu Mandai); Charles (Djalma), Gelson, Julio Rusch e Lucas; Eduardo Ramos e Zé Carlos (Tcharlles). Técnico: Mazola Jr.

Castanhal: Paulo Henrique; Magnum, Lucão, Lucas e PC Timborana; Samuel, Eneilson e Keoma; William Fazendinha; Dioguinho e Pecel. Técnico: Artur Oliveira.

Um comentário em “Leão e Japiim decidem vaga à decisão do Parazão

  1. É preciso de uma vez por todas acabar com esse estigma de que não se mexe em time que está ganhando, pois na partida contra o Ferroviário ficou visível que a tal história dos 4 volantes mais atrapalha do que ajuda, com Djalma e Tcharlles à disposição fica a expectativa que estes jogadores possam ganhar a titularidade e levar o Remo a ser um time mais fluido e com maior dinâmica de jogo, pois certamente o Castanhal adotará uma postura mais agressiva já que não existe outra alternativa ao japiim, a torcida azulina está satisfeita com as vitórias, mas espera que dentro de campo os sofrimentos ocorridos nas partidas anteriores não se repitam hoje, este elenco pode render mais com um bom futebol e assim como Hélio dos Anjos, Mazola precisa abandonar um pouco seu orgulho e fazer as alterações que são necessárias dando ao time um maior equilíbrio, se for assim o Remo tem tudo para fazer uma excelente Série C e chegar forte na disputa pelo título paraense.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s