O adeus de Egidinho Salles, um destacado defensor dos direitos humanos

AS FALAS DA PÓLIS: A partida do advogado Egydio Salles

Para consternação de amigos, parentes e companheiros de profissão, morreu neste domingo (02) o advogado Egídio Salles Filho, aos 67 anos, vítima de infarto enquanto dormia em sua residência. O velório (reservado à família) será realizado no Recanto da Saudade, até às 15h desta segunda-feira, quando será realizado o enterro.

Egidinho, como era mais conhecido, era professor de Direito da Universidade Federal do Pará (UFPA), foi vice-presidente da Ordem dos Advogados/Seção Pará, procurador geral do Município de Belém, membro da Academia Paraense de Letras Jurídicas e um destacado colaborador do “Projeto Brasil Nunca Mais”, que tinha o objetivo de denunciar casos de tortura na época do regime militar.

Era filho de um dos maiores juristas paraenses, Egídio Salles, e irmão da advogada e ex-presidente da OAB-PA, Ângela Salles.

Em nota, o senador Jader Barbalho prestou condolências à família: “É com imensa tristeza que tomo conhecimento da perda do amigo Egídio Salles Filho. Um dos advogados mais talentosos que tive a oportunidade de conhecer e usufruir de sua amizade. Peço à minha querida Ângela que transmita para a família a minha solidariedade, pedindo a Deus que ajude a enfrentar tão difícil momento”.

Entrevista com Egydio Salles Filho - YouTube

A deputada estadual Marinor Brito (PSOL) divulgou nota de pesar pela morte de Egidinho. “É com imenso pesar e dor que recebemos a triste notícia do falecimento do companheiro, advogado Egídio Salles Filho, ocorrido neste domingo. Parceiro de longas jornadas em defesa da dignidade e felicidade humana, Egídio sempre esteve conosco e sua partida repentina nos fará imensa falta em um momento de enfrentamentos diários e de defesa da democracia e conquistas do povo. Que seu legado como advogado brilhante e arrojado; defensor dos direitos humanos possa seguir nos inspirando e mesmo que sob o impacto de imensa dor, nos unimos à família, companheiros e amigos neste momento difícil e desolador.
Egídio, Presente!”.

Egídio, sempre muito atuante em defesa das causas sociais, era também um apaixonado por música. Criou o divertido personagem Kid Bujaru, com o qual fez uma série de programas na Rádio Cultura FM. Era amigo de grandes nomes da MPB. Gilberto Gil contou em programa recente na TV que tinha composto a canção “Refazenda” no sítio “do amigo Egidinho”, em Icoaraci.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s