Tempos de SeleFogo: craques, surra histórica no rival e hegemonia no Rio

Imagem

Por Plínio Perrota, no Twitter

Muito se fala das duas gerações que o Botafogo teve nos anos 60: antes com Garrincha, NS, Didi e depois com Jair, PC, Roberto e cia. Mas mt gente se esquece do esquadrão do início dos anos 70 que ficou conhecido como Selefogo.

Em 1971, o Botafogo liderava o carioca tranquilo há 4 jogos do fim. O título tanto era questão de tempo que PC até chegou a pousar com a faixa de campeão. Mas dois empates contra América e Bonsucesso e uma derrota para o CRF fez com que a diferença caísse para apenas 1 ponto.

Imagem
Imagem

Com isso, o jogo final contra o Flu serviu como decisão. O Botafogo, que tinha um time melhor, jogava por um empate. Mas aos 44 do 2T, o Flu marcou o gol da vitória com Lula após falta clara do lateral Marco Antonio em cima do goleiro Ubirajara. O juiz José Marçal confirmou o gol.

Na disputa do Brasileiro, o time parece ter sentido o baque da perda do título carioca e fez uma campanha inicial regular. Mas os 10 empates e apenas 5 vitórias em 19 jogos da Primeira Fase foram suficientes para avançar em 5º lugar do Grupo B.

Imagem

Já na Segunda Fase, o Botafogo foi líder do Grupo C com Grêmio, Palmeiras e Coritiba. Após derrotar a equipe paranaense por 3-0 no Maracanā, a Selefogo chegava ao Triangular Final junto com São Paulo e Atlético-MG.

Após uma derrota de virada para o São Paulo no Morumbi por 4-1, o time acabou sendo derrotado pelo Galo no Maracanã por 1-0 e, além da perda do título, perdeu também a vaga na Libertadores do ano seguinte, terminando o campeonato na 3ª colocação geral.

Imagem

No ano seguinte, o Botafogo voltou forte para a disputa do Brasileirão. Com a ida de Paulo Cézar para o CRF, o argentino Fischer chegou para formar dupla com Jair. O Botafogo se classificou para a Segunda Fase como 3º colocado do Grupo C com 7 vitórias, 11 empates e 7 derrotas.

Foi neste campeonato, em 15/11, que o Botafogo goleou o CRF por 6-0 no dia do aniversário do rival. Com três gols, Jairzinho foi o encarregado do “presente”. Fischer, duas vezes, e Ferretti completaram o placar histórico que criaria a célebre frase: “Nós gostamos de vo6”.

Imagem

Na Segunda Fase, o Botafogo se classificou com 2 vitórias e 1 empate em 3 jogos. O time foi líder do Grupo 4 que contava com Grêmio, Santos e Santa Cruz. Na semifinal, a equipe derrotou o Corinthians em jogo único no Maracanã por 2-1 com os paulistas tendo a vantagem do empate.

O rival na final seria o Palmeiras que, como dono da melhor campanha, seria o mandante do jogo único e ainda jogaria pelo empate. O Botafogo foi desfalcado para SP: o goleiro Wendel, contundido, nem viajou e Jair, com um problema na coxa, foi apenas na manhã do dia do jogo.

Imagem

Debaixo de forte chuva no Morumbi, os times empataram em 0-0 e o título acabou ficando com os paulistas. Mesmo com Jair não estando 100%, o Botafogo foi melhor e por pouco não marcou: Fischer, ao bater o goleiro Leão, teve a bola tirada em cima da linha por Luís Pereira.

Jairzinho, com uma “bisonha” atuação segundo o Jornal dos Sports, foi eleito o melhor alvinegro pelo Jornal do Brasil, que jogou para Fischer a culpa da derrota. De qualquer maneira, o vice campeonato classificava o Botafogo para a disputa da Libertadores de 1973.

No grupo com Palmeiras, Peñarol e Nacional, o Botafogo estreou com derrota em SP e emendou duas vitórias no Rio contra os dois uruguaios. Em Montevideo, um empate diante do Peñarol e uma vitória contra o Nacional antecederam a vitória contra o Palmeiras que forçou um desempate.

Imagem

Pelo Botafogo ter vantagem no saldo, o jogo foi no Maracanã. Após Fischer abrir 1-0, Ademir da Guia empatou em posição irregular. Nos minutos finais, Jairzinho recebeu livre pela ponta direita e decidiu: 2-1 e Fogão na semifinal para loucura dos quase 90 mil presentes.

Imagem

Na semi, o Botafogo entrou no grupo triangular com Cerro Porteño e Colo-Colo. Derrota já na estreia: 2-1 para os chilenos em pleno Maracanã. No Paraguai, nova derrota, agora por 3-2. Ainda assim o Botafogo dependia só de si para chegar na final.

O time então foi ao Chile precisando vencer mas foi para o intervalo perdendo por 2-0. No 2T, dois rápidos gols recolocaram o Botafogo na disputa. Dirceu com um golaço de fora virou e manteve o sonho vivo. Mas aos 44 minutos, Véliz empatou e eliminou o Botafogo da competição.

O Botafogo ainda venceu o Cerro no Maracanã num jogo que só serviu para confirmar a vaga do Colo-Colo para a final contra o Independiente. O gol ao final da partida em Santiago não só eliminou o Botafogo como o tirou da decisão. Assim como em 63, voltávamos a cair na semi…

Imagem

Uma excelente geração de craques que acabou ficando marcada pelo “o que poderia ter sido”. Passando perto de ganhar tudo, acabou sem nada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s